sábado, 10 de março de 2012

Não há dúvida alguma do fato de as perseguições que foram implatadas no seio da tropa contra nossas lideranças dão-se apenas pelo fato de sermos militares. Cansamos de ver policiais civis dirigindo palavras de ordem contra secretários, cehfes e o escambau para conseguirem seus intentos.

Quanto a nós, devido à força dos superiores hierárquicos e dos códigos que lhes amparam, temos que ficar caladinhos e esperar as migalhas do governo.

Por isso que lideranças como Sargento Vieira, Sargento Edgard e Major Adriano estão sendo perseguidas. E ainda acrescentaram outros colegas à lista, mas esses três são o foco das ações.

No dia de hoje daremos espaço para a publicação de um artigo de um dos nossos mais valorosos colaboradores, o cientista político Antônio Carlos, membro da ASPRASE:

A Desmilitarização das Polícias

Em busca de um novo paradigma para a segurança pública.


Na pesquisa "O que pensam os profissionais de segurança pública no Brasil", feita pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) em 2009 para subsidiar as discussões da 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública (Conseg), ficou evidente o descontentamento dos profissionais de segurança com a estrutura militarizada.

Dos 64.130 servidores ouvidos - policiais militares, civis, federais e rodoviários, peritos, bombeiros, agentes penitenciários e guardas municipais - 60% consideram a vinculação da PM ao Exército inadequada. Quando perguntados se a hierarquia de sua instituição provoca desrespeito e injustiças profissionais, 65,6% dos consultados responderam que sim. Entre os policiais militares nos postos mais baixos, o índice é maior: 73,3%. Destes profissionais, 81% acreditam haver muito rigor em questões internas e pouco em questões que afetam a segurança pública, e 65,2% acham que há um número excessivo de níveis hierárquicos em sua instituição.

O relatório da consulta destaca que "as PMs não estão organizadas como polícias, mas como pequenos exércitos desviados de função", e que os resultados disso são precariedade no enfrentamento da criminalidade, dificuldade para exercer controle interno, implicando em elevadas taxas de corrupção, e frequente insensibilidade no relacionamento com os cidadãos.

Ao apresentar a "Arte da Guerra" a Lourenço, filho do nobre florentino Felipe Strozzi, Maquiavel (1469-1527) afirmou que não conhecia coisas mais incompatíveis entre si do que a vida militar e a civil.

Historicamente, os militares foram mantidos afastados da vida civil. Na Roma antiga, apenas a fração destinada a manter a ordem e a segurança interna tinha acesso à cidade; as tropas permaneciam em seus arredores. Por estas plagas, a idealização do modelo de polícia militarizada remonta ao Brasil - colônia.

Na desconfiança entre o poder central e as províncias, era mister dispor de forças policiais com caráter militar. Portugal não queria correr riscos de insubordinações inspiradas por idéias libertárias. Essas forças, subordinadas aos presidentes das províncias, eram as mais adequadas ao modelo de dominação imperialista.A república pôs fim à dominação, mas o modelo de polícia militarizada praticado no império persiste até hoje.

Em vista de tentar "unir" conceitos opostos, pode-se afirmar que o termo polícia militar é auto-contraditório. Vejamos,na origem de ambos os vocábulos, há, de fato, antônimos inconciliáveis. Enquanto polícia quer dizer "segurança", "ordem pública", "civilização", "cultura", militar é sinônimo de "combate", de "guerra", cuja base é a "força e a hostilidade". Afinal a quem serve este modelo?

A desmilitarização não implica, necessariamente, em unificação das polícias estaduais ou mesmo em extinção das polícias militares. Isto está fora de cogitação, entre outros motivos, por ser absolutamente implausível nos cenários políticos de curto e médio prazo. A desmilitarização das polícias é um passo imprescindível para a consolidação de um verdadeiro Estado Democrático de Direito no país, podendo constituir importante avanço no plano da construção democrática de políticas públicas de segurança . A militarização histórica do aparelho de segurança pública representa um equívoco filosófico, ideológico, metodológico e de finalidade, já que introjeta uma lógica de guerra no aparelho policial.

As vantagens da desmilitarização progressiva são várias: descentralizar o trabalho das PMs, facilitando a integração com as polícias civis; impulsionar a inovação organizacional, especialmente de modalidades de policiamento adaptadas aos contextos locais, o que muitas vezes é impedido pelos excessivos níveis de comando e centralização da hierarquia militarizada; diminuir as probabilidades de militarização da questão social, dificultando estratégias criminalizadoras da pobreza e dos movimentos sociais na imposição da ordem pública; reduzir as tensões entre oficialato e tropa, favorecendo a construção de perfis e estratégias agregadoras nas organizações policiais, o que aumentaria a eficácia coletiva das polícias e das políticas públicas de segurança.

Precisa-se de um remodelamento psicológico e das relações interpessoais dos seus integrantes, de forma a fomentar uma mudança comportamental de toda a corporação, com foco no cidadão. Assim chegaremos, de fato, a uma polícia cidadã, interativa, comunitária e de proximidade.

A desmilitarização é um passo fundamental para a reforma estrutural das polícias em nosso país, e constitui-se um novo paradigma no trato da segurança pública. Percebe-se ainda mais tal importância quando da sua aprovação pela sociedade na 11ª Conferência Nacional de Direitos Humanos em 2008, como também na 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública em 2009.

Permite um maior controle social sobre as instituições responsáveis pela segurança e sobre as atividades policiais, a melhoria das condições de trabalho do policial, uma vez que reduz desigualdades oriundas da rígida hierarquia militar, uma objetiva definição sobre o papel do exército e das polícias em uma sociedade democrática, evitando assim a sobreposição de atividades - tais quais se apresentam nos artigos 42, §1o., 142, §§2o. e 3o, da CF/1988.

Ser ou não ser, eis a questão, como escreveu Shakespeare em Hamlet, ou melhor dizendo construir ou não construir um novo paradigma, eis o debate.

Antônio Carlos dos Santos é Bacharel em Comunicação Social, Especialista em Violência, Criminalidade e Políticas Públicas pela Ufs e acadêmico de Direito.

QUE DEUS NOS AJUDE E OLHE POR NÓS!

43 comentários:

  1. Enquanto isso: CAPITÃO SAMUEL HOMENAGEIA MULHERES MILITARES E CIVIS.

    O CARA VIROU ESTRELA. BEM FEITO PRA QUEM VOTOU NESSE IMPOSTOR DE POLÍTICO. AGORA ELE POUSA DE ASTRO. VEJAM ONDE ELE ANDA E COM QUEM ANDA. ENQUANTO O CIRCO ESTÁ PEGANDO FOGO, COM VÁRIOS MILITARES RESPONDENDO INQUERITOS E SINDICANCIAS, ENQUANTO DEDA E CEL RESENDE AMORDAÇARAM A BOCA DO SGT VIEIRA E EDGAR, ENQUANTO VÁRIOS POLICIAIS ESTÃO SENDO PERSEGUIDOS....ELE O ASTRO DA PMSE " O DEP CAPITÃO...IMPOSTOR SAMUEL É SÓ PÔSE. BEM FEITO...ELEGER UM CARA QUE NÃO SABE RESPEITAR A SUA PRÓPRIA CLASSE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sai dai suplente de deputado disfarçado, voce quer se passar por PM pra influenciar antipatia para nossas lideranças seu ex..., voce não se elege nunca mais fisionomia esquisita, kkkkkkkkkkkkkkkk, os barnabés estão ligados e plugados no movimento.

      Excluir
    2. LIGADO NO MOVIMENTO11 de março de 2012 05:19

      ESSE AI COM CVERTEZA É O BONECO ASSANO É ANOMALIA DO RÁDIO ILHA FM. KKKKKKKKKKK SAI PRA LÁ ETERNO SUPLENTE, TOMOU UMA RASTEIRA DE DEDA AGORA VEM COM ESSA CARA DE SAPO PRA CÁ.

      Excluir
    3. Quem publicou isso é um viado. Quer dar uma de cuzão. Vai se fuder e chingar seu pai.
      Falso PM de bosta

      Excluir
    4. É FODA VIU!!!

      Excluir
    5. ô infeliz,vc fugiu da clínica são marcelo foi?vou mandar ti internar de novo.tua camisa de força ja ta pronta viu!

      Excluir
  2. Ou voçê é doido ou voçê é QBU. Não vejo problema algum em homenagiar as mulheres pelo seu dia, dia internacional da mulher, que foi por causa de uma acontecimento ocorrido nos EUA, quando varias mulheres, ao protestarem contra a forma exaustiva de trabalho exercida pelas mesma numa determinada fabrica, sendo que as mesma vieram a serem queimadas vivas pelos donos da fabrica...por isso a homenagem, e diga-se de passagem, merecida...
    Dessarte, o que que tem de anormal o capitão samuel homenagiar-las. Porem, entendo esta sua revolta, voçê deve ser un daqueles caras frustado com a vida, com isso, fica tentando insulflar nosso movimento...que um conselho cara, procure o que fazer ao ives de ficar pondo ideias erradas no tolerância zero 2. QUE DEUS ABENÇÕE TODOS NÓS E PROTEJA CONTRA ESSES " QBU". DEUS ESTÁ COM A GENTE. SOLDADO RÁDIO PATRULHA...SELVA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele está com inveja. Ele queria era ser mulher.

      Excluir
  3. SOLDADO DO INFERNO10 de março de 2012 08:01

    Seja lá o que for será melhor do que este modelo medíocre, parasita e vagabundo de PULIÇA MILITÁ.
    Eu comparo o atual modelo de PULIÇA MILITÁ à GESTAPO (POLÍCIA POLÍTICA DE HITLER), ou seja, os serviços de polícia são única e exclusivamente para o Estado e a burguesia. O povo, como sempre, fica com as sobras ou as belas maquiagens feita pelo governo. Além disso o que sobra efetivamente do serviço policial, geralmente, é a repressão. Isso acontece por conta do já ultrapassadíssimo regulamento que rege a instituição dando super poderes ao oficialato e amordaçando, algemando e acorrentando os praças. Não precisa ser um gênio para saber que tudo que pára fica pra trás, ou seja esse RDE, regulamento retardado e previsível, nas mãos de algumas rapozas que estão a comandar os diversos setores da PMSE cai como uma dádiva de Deus em suas mãos. É só benefício para superiores hieráquicos e atribuições, cobranças e punições para suborinados. Precisa detalhar que isso influencia e muito no resultado final da atividade policial?
    Resumo este MILITARISMO/LIMITARISMO em três situações:
    Falas do praça:
    "SIM SENHOR."
    "NÃO SENHOR."
    E,
    Além de tudo e tantas outras coisas, a principal, mas nem sempre explícita, fala do oficial:
    "CALE-SE."
    É por isso que eu digo, cada vez mais com toda propriedade, dadas as circunstancias:
    "EU TENHO É PENA DA POPULAÇÃO."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Companheiro,
      você percebeu isso agora? O objetivo de todo sistema é se manter enquanto sistema, então, o objetivo da polícia militar é se manter enquanto polícia militar, com seus cargos e benefícios. A prestação de serviço à população fica em segundo plano.
      Entendamos uma coisa: a polícia militar existe, não para a "manutenção da ordem pública", mas para a manutenção da própria estrutura da polícia militar. Se para isso, ela precisa fazer de conta que presta um serviço à sociedade, assim seja!
      Nós, policiais e população, somos apenas sujeitos "assujeitados" nesse processo.

      Excluir
  4. Essa PULIÇA está mesmo um inferno.

    ResponderExcluir
  5. Texto perfeito!!! A falta de respeito com os colegas de farda é grande!! - Se enquadre Soldado!! - Eu sou mais antigo!!- Oi sou irmão do Capitão!! são frases corriqueiras dentro da PM,. Em relação ás injustiças são tantas que dá nojo só de lembrar.... Quem tem seus peixes se dão bem bem e não estou contando com os baba-ovo. Todos almejam o poder.

    ResponderExcluir
  6. Antonio CaRLOS, PARABÉNS PELO ARTIGO! VOCÊ TÁ SE PERDENDO NA PM. VÁ PARA UMA UNIVERSIDADE DAR AULA E SUA CARREIRA SERÁ METEÓRICA!

    ResponderExcluir
  7. SOLDADO DO INFERNO IV (O RETORNO). NÃO É ANTONIO CARLOS É O JCRB. MARAVILHA DE TEXTO JOCAR...

    ResponderExcluir
  8. Publicado em: 10/03/2012 13:05:41
    SEGURANÇA: PMs ASSASSINADOS. PREFEITA AMEAÇADA E TCU INVADIDO POR MARGINAIS

    Insegurança. Essa é a frase na boca de todos os sergipanos. Embora a Secretaria de Segurança Publica tente divulgar o contrário, Sergipe está perto de ser um dos estados mais violentos do Brasil. Em busca de armas, bandidos procuram os vigilantes. Dezenas de casos foram registrados nos ultimos meses. Em menos de 15 dias, dois PMs assassinados a tiros.

    Nesta sexta-feira (09), a SSP desmentiu noticia veiculada no FAXAJU, onde divulgou que a prefeita de Malhador, Sarina Faro havia sofrido tentativa de homicídio. Na semana passada, uma outra noticia divulgada pelo FAXAJU foi “desmentida” pela Secretaria de Segurança Publica (SSP), sobre uma tentativa de invasão de uma delegacia em Indiaroba. Nesse local, foi noticiado que houve uma “tentativa” que aconteceu durante a noite. O fato aconteceu, porem a SSP procurou esconder da imprensa, já que foi contado por policial que presenciou a ação dos marginais que acabaram fugindo sem conseguir o intento.

    Nesta sexta-feira (09), mais uma vez, a assessoria de imprensa da SSP, tenta macular o trabalho da imprensa. “Se não houve a tentativa de homicídio, então quem mentiu foi a prefeita Sarina Faro. A noticia partiu da informação de uma prefeita do estado de Sergipe. Ao contrario do que disse a assessoria de imprensa da SSP onde diz que diante o fato, diferente do que foi noticiado em poucos veículos de comunicação, a Polícia Civil constata, analisando a tipificidade do suposto crime, que não houve tentativa de homicídio contra a prefeita. A SSP não deveria culpar os órgãos de imprensa que repercutiram a matéria. Deveriam ter dito que a prefeita SARINA FARO “mentiu”, disse o redator do FAXAJU.
    Seguranças do TCU são atingidos por tiro

    Mas a insegurança impera em Sergipe, fato esse que a SSP e a população tem conhecimento.

    Na noite desta sexta-feira (09), mais uma tentativa de homicídio foi registrado em frente ao TCU. O fato aconteceu na sede do Tribunal de Contas da União, no Centro Administrativo Governador Augusto Franco, que terminou com um vigilante ferido. Situação como esta, aconteceu na mesma área, no ano passado e até o momento nâo chegou ao conhecimento da imprensa se os mairginais foram presos. Se isso nao aconteceu, pode ser um dos motivos que levou os elementos a praticarem o crime. A sensação de impunidade.

    A ação dos marginais aconteceu por volta das 21:30 horas, quando os funcionários lanchavam na entrada do local.

    As informações são de que os vigilantes estavam sentados na porta do Tribunal tomando café e conversando, quando foram surpreendidos por três indivíduos fortemente armados que chegaram disparando. Na ação dos bandidos, um dos três vigilantes acabou sendo atingido de raspão no queixo. Após a fuga dos marginais, o segurança foi encaminhado ao HUSE e após ser medicado foi liberado.

    Até o momento a policia nao tem conhecimento do paradeiro dos marginais.
    FONTE: FAXAJU

    ResponderExcluir
  9. Vou tentar resumir: Quando entrei na PM todo animado pra ser policia e servir a sociedade na qual me incluo, logo aprendi que estava a serviço do sistema, dos interesses de superiores. Exemplo ha alguns anos fui deslocado durante a madrugada para fazer presença próximo a um restaurante, segundo a informação tinha alguns suspeitos por lá, mas não deram características nenhuma, quando cheguei no local, não havia nenhum suspeito. O que havia lá era um Coronel que mandou o coordenador enviar uma vtr, para permanecer por lá fazendo a segurança dele. Aguente uma bagaça dessas. POLICIA LIMITAR!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Companheiros aqui em Alagoas ainda é pior as vtr abastecem com apenas 20 litros de gasolina isso em uma cidade com 200.000 hab. enquanto isso as raparigas dos coronéis chegam nos batalhões e enchem o tanque só para curtir nas praias do litoral...

      Excluir
    2. E ainda tem um agravante...
      Pense num bano de PUTA FEIA!!!!

      Excluir
    3. SOLDADO DECEPCIONADO DA SILVA11 de março de 2012 17:53

      É pra isso serve PULIÇA MILITÁ. Tá bom ou quer mais?

      Excluir
  10. Primeiramente parabéns pelo excelente texto,e realmente ja passou da hora de tirarmos esse modelo esdruxulo que tanto corrói os servidores da área de segurança.
    PS:POlitico não alcança vitória sem ta com outros políticos ou no meio do povo quer queira ele goste ou não.
    CAp. Samuel continue com o seu trabalho.

    ResponderExcluir
  11. acho que os governantes oligarcos e neo liberais jamais aceitará o fim da militarizaçao entre as policias no brasil,pelo fato de sermos usados como massa de manobra entre o poder politico contra os reclames da populaçao.nos herdamos uma cultura racista,preconceituosa,egoista,politiqueira, ao ponto de atingir egos e razoes abstratas de pessoas sujas,esquizofrenicas, e marginalizadas no conviveo social.

    ResponderExcluir
  12. Cb tripa diz que este governo,prioriza o seu agrupamento politico,e exclui com atos ditatorias aqueles que se opoem ao seu intento fragilizando completamente o pleno exercicio da cidadania,é tanto que reduziu os salarios de varios pms reformados por invalidez e força que desconte o ipes previdencia.um total desrespeito a constituiçao.

    ResponderExcluir
  13. Cb tripa diz que este governo comete um grande crime quando prioriza o seu agrupamento politico, e exclui com atos ditatoriais aqueles que se opoem ao seu intento,rasgando a nossa contituiçao é tanto que reduziu o salario de colegas Pms reformados por invalidez e forçou o desconto do ipes previdencia equivocadamente.Isso tudo para manter pessoas em cargos com auto salarios.que vergonha governador.

    ResponderExcluir
  14. O fato é que esse modelo de polícia,originária das forças armadas,polícia militar,onde seus pilares defendida tanto pelos Oficiais "hierarquia e disciplina" não atende mais a sociedade,basta observamos as reclamações da sociedade que quer uma polícia moderna e atuante.Assistir recentemente uma entrevista no telejornal TV Sergipe,o cientista político Helder Teixeira fazendo uma análise da segurança pública do estado de Sergipe,nas suas respostas ele falou que esse sistema é retrógrado e arcaico,que somos o único país que se diz desenvolvido,7ª economia do globo que permanece com dois tipos de polícia na segurança pública(polícia militar e polícia civil)não havendo uma integração,que esse militarista é fascista,e desmotivador.Isso é o pensamento da maioria da tropa,mais de 50% da tropa são os executores,e é inadmissível que justamente essa parte da polícia esteja desmotivada,e isso ocorre não somente aqui em Sergipe,mais em vários outros estados,como Bahia,quem não se lembra de Marcos Prisco,no Rio de Janeiro,quem não se lembra do Cb Dacciolo...O Ceará parou recentemente,o Espirito Santo,o fato de sermos militares,existe uma legislação que não permite as reivindicações,que não permite sindicalização,e vários tipos de crimes como motim,desobediência,insubordinação que nos deixa de mãos atadas,e a pior vítima é a sociedade que paga os nossos salários,e o que mais me impressiona é quando o governante atende algumas reivindicações,a melhor fatia do bolo quem recebe é os coronéis que trabalhou em pró do governo,que prendeu os líderes,são tornados criminosos(motineiros,desobedientes,insubordinados)esse sistema atual só beneficia alguns em detrimento da maioria,repito a maioria da população esta insatisfeita com sistema,cabe nossos representantes(deputados e senadores),os intelectuais... pensarem,copiarem modelos modernos,de uma polícia mais humana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O texto do posto é excelente, e o seu comentário também é muito bom.

      Que bom saber que temos companheiros que conseguem enxergar, fazer uma radiografia do sistema.

      Excluir
  15. É preciso ficar claro para a maioria que desmilitarização não se confunde com anarquia. Em toda e qualquer organização das mais simples as mais complexas a hierarquia é instituto predominante. Sempre haverá quem mande e quem obedeça. Até nas comunidades primitivas como a indígena há a figura do pajé do cacique, etc. Se os colegas aqui acreditam que vão passar a metade do serviço resolvendo problemas pessoais e a outra metade se esquivando de atender ocorrência e não haverá quem fiscalize está muito enganado. Nas instituiçoes civis também existe sindicância caso não saibam. A única diferença está na formade punir que ao invés de deixar preso e comendo e bebendo com os recursos do Estado existe a figura da suspensão que pode ser de 5,10,15 dias. E o detalhe que mais gosto é que o punido não come nem bebe de graça e ainda tem seus proventos cortados de forma proporcional à suspensão. Vai ter muito policial que vai sentir saudade da antiga PM. O interessante disso é que isto só vai incomodar os nozeiros, pois para quem é bom policial não importa o modelo sempre haverá lugar para o bom profissional. Não vejo a hora das licenças médicas deixarem de ser competência do Hpm e passar para a Seplag para os maus policiais descobrirem como a PM era boa e eles não sabiam. Eu quero é que mude pois para os bons sempre haverá lugar. Agora o que não dá é meia dúzia de nozeiro acreditar que desmilitarizando a PM ninguém vai cobrar mais nada....hahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Discurso vazio. Todos nós sabemos que não há nozeiro que subsiste se por trás dele inexistir quem o ampare.
      Concordo com você quando diz que os bons sempre terão espaço. Claro que sim, só que no militarismo, ops, no mal militarismo, como diz o capitão nascimento do tropa de elite, na ..... honesto sempre se fod... (entendeu o final, peço desculpas pela palavra chula, mas reproduz o que fora dito no filme, e na vida real é assim, e todos que compõe sabem que é assim que a banda toca)

      Nós subordinados somos órfãos de exemplos, nos sentimos abandonados, ou melhor, jogado na cova da má sorte.

      GOSTARIA QUE OS POLÍTICOS TIVESSEM CORAGEM, QUE A SOCIEDADE ACORDASSE PARA ESTE MAL QUE A FALSA ADMINISTRAÇÃO APOIADA NO FALSO MILITARISMO HOJE VIGENTE NAS FORÇAS POLICIAIS DOS ESTADOS.

      FIM AO MILITARISMO! PARA O BEM DE TODOS, PARA QUE TODOS TRABALHEM, PARA QUE SE ACABEM AS CASTAS DE NOBRES DENTRO DE UMA ESTRUTURA QUE NÃO SE JUSTIFICA CASTAS DE "NOBRES (DIGO NOBRES PORQUE NO PASSADO OS NOBRES SE ARVORAVAM EM NÃO TRABALHAR PORQUE O TRABALHO SERIA INDIGNO À NOBREZA E PRÓPRIO PARA A PLEBE).

      Excluir
    2. ESTUDE E FAÇA POR MERECER ENTRAR NA NOBREZA, SÓ DEPENDE DE VC!!!!!!!

      Excluir
    3. Se estudar fosse o x da questão muitos desses coroneizinhos que temos aqui em sergipe, não seriam nem soldados.

      ou vc acha que algum desses r2 tem condições de passar na seleção para sd...... eles só tem muito e papo..

      Excluir
    4. Companheiro deixa disso ou pensa que tirar 3,16 é fácil?

      Tem que ser muito burro pra não fazer nem metade. kkkkkkk

      Excluir
  16. O diálogo abaixo foi travado entre um navio da Marinha Norte Americana e as autoridades costeiras do Canadá, próximo ao litoral de Newfoundland. Os americanos avistaram uma luz em rota de colisão com eles e começaram na maciota:

    - Favor alterar seu curso 15 graus para norte para evitar colisão com nossa embarcação.

    Os canadenses responderam de pronto:

    - Recomendo mudar o seu curso 15 graus para sul.

    O americano ficou mordido:

    - Aqui é o capitão de um navio da Marinha Americana. Repito, mude o seu curso.

    Mas o canadense insistiu:

    - Não. Mude o seu curso atual.

    O negócio começou a ficar feio. O capitão americano com raiva berrou ao microfone:

    - FIQUE SABENDO, ESTE É O PORTA-AVIÕES USS LINCOLN, O SEGUNDO MAIOR NAVIO DA FROTA AMERICANA NO ATLÂNTICO. ESTAMOS ACOMPANHADOS DE TRÊS DESTROYERS, TRÊS FRAGATAS, SUBMARINOS E NAVIOS DE APOIO. EU EXIJO QUE VOCÊS MUDEM SEU CURSO 15 GRAUS PARA NORTE, OU ENTÃO TOMAREMOS CONTRAMEDIDAS PARA GARANTIR A SEGURANÇA DO NAVIO.*

    E o canadense calmamente respondeu:

    - Aqui é um FAROL, ESTAMOS NUM ROCHEDO, desvie...câmbio E DESLIGO!

    Para refletir:

    Às vezes a arrogância dos superiores os faz ficar cegos... quantas vezes criticam a ação dos outros, quantas vezes exigem mudanças dos comandados quando algumas vezes são eles próprios que deveriam mudar o rumo das coisas!!

    ResponderExcluir
  17. Se expulsar alguns desses Lideres do movimento, nunca mais vou diridir uma viatura policial. Vou rodar igual a peru em todas as unidades do estado.

    ResponderExcluir
  18. Se expulsar alguns desses Lideres do movimento (Como eles os define)Presidentes das Assosciações. Nos apenas cumpriremos com a legalidade . Nunca mais vou diridir uma viatura policial. Vou rodar igual a peru em todas as unidades do estado.

    ResponderExcluir
  19. SOLDADO DO INFERNO11 de março de 2012 18:21

    CAROS COLEGAS,
    TENHO EM MENTE, E SERIA BOM QUE TODOS TIVÉSSEMOS,
    QUE NÓS FIZEMOS CONCURSO FOI PARA "PULIÇA MILITÁ" DO ESTADO DE SERGIPE E NÃO PARA Cia. ou BATALHÃO A,B ou C.
    COMPANHEIROS É CHEGADA A HORA DE PENSARMOS E LUTARMOS PELO QUE EFETIVAMENTE É NOSSO, NOSSAS GARANTIAS. QUANDO CADA UM DE NÓS FORMOS PRA CASA O QUE LEVAREMOS DESSA "PULIÇA"?
    As cias. e batalhões ficarão para outros se iludirem e nós só levaremos as lembranças e os nossos vencimentos(R$). GRAE e todas as outras formas de ilusão usadas pelo governo e pelos gestores da segurança pública ficarão para iludir e escravizar os novos integrantes que estão por vir.
    Portanto companheiros estejamos juntos na luta por melhores salários, como também e principalmente por nossas promoções atrasadíssimas! No mais o que vier é lucro! Acredito que já estamos cansados de sermos enganados e já esperamos até demais pelas "mudanças". Deixo uma pergunta para reflexão:
    O QUE QUEREMOS PARA O NOSSO FUTURO?
    Pensem nisso!

    ResponderExcluir
  20. CPTRAN DO PECULATO12 de março de 2012 04:06

    DIÁRIAS PAGAS QUANDO NENHUM OFICIAL VIAJOU PARA VÁRIAS CIDADES DO INTERIOR! E DOBRADAS!!! PARECE PIADA, MAS É PECULATO!

    DIÁRIAS DOBRADAS! UMA FOLIA COM O DINHEIRO PÚBLICO!

    COMPRAS NO SHOPPING COM A VTR PARATI DESCARACTERIZADA?? SIM, FATOS COM FOTOS!

    ÔBA, UMA CIA CHEIA DE ESQUEMAS! CHUPA!!!!!

    ResponderExcluir
  21. VIEIRA E EDGARD RESPONDEM A NOVOS IPMs.

    O presidente e o vice da Associação dos Militares do Estado de Sergipe (AMESE), sargentos Jorge Vieira e Edgard Menezes, tem esta semana mais dois IPMs e Conselhos para responderem.


    Nesta segunda-feira (12), Jorge Vieira enfrenta um novo Conselho Disciplinar enquanto Edgard Menezes irá prestar esclarecimentos a um Inquérito Policial Militar (IPM).


    Na terça feira, os militares também irão enfrentar novos IPMs. Essa situação tem deixado dos dois militares em estado de choque. Só este ano, Vieira e Edgard já respondem a mais de três IPMs e conselhos.


    Alem de Vieira e Edgard, outros militares, a exemplo do deputado estadual capitão Samuel Barreto (PSL), estiveram e estão à frente do movimento “Tolerância Zero I e II”, porem por conta disso, os dois sargentos não conseguem voltar à ativa e trabalhar, já que todas as semanas eles são surpreendidos com novos inquéritos.


    O problema enfrentado pelos dois sargentos, pode levar o governador Marcelo Deda (PT), perder mais um deputado na Assembléia Legislativa. Samuel Barreto tem reclamado da situação que vem passando seus companheiros de farda e já avisou, “se acontecer de fato a expulsão desses dois companheiros, no outro dia eu assumo a vice-liderança da oposição na AL. Ao invés de se preocuparem em achar solução para diminuir o índice de criminalidade, regularizar as viaturas que circulam irregularmente, ficam preocupados em prejudicar dois militares que o único crime que cometeram, foi defender e lutar pela família militar”, disse Samuel.


    Fonte: Faxaju (Munir Darrage

    ResponderExcluir
  22. Senhores e senhoras, não vamos esquecer de colaborar com os depósitos para os nossos companheiros que estão sendo perseguidos pela dita GESTAPO do Governador. eu já fiz minha parte e vou continuar fazendo. Conta Poupança Banese 036.397-5 Ag. 043. Aproveitando, gostaria q o organizador do blog postasse como anda o balanço das doações. Que Deus abençoe a todos nós!!!! ASS: Oficial enganjado ao movimento.

    ResponderExcluir
  23. Saldo atualizado: R$ 10.946,80

    Saldo bloqueado: R$ 1.000,00 (doação em cheque do GETAM a ser compensada)

    Precisamos de R$ 45.000,00 (5.000 mês a mês)

    ResponderExcluir
  24. Militarismo ou Incompetência?

    O militarismo hoje é a armadura que blinda o fantasma da incompetência, onde existe uma crescente qualificação dos seus quadros, os superiores utilizam o militarismo para sub-julgar os subordinados e tentar impor sua condição de dominante, através de uma lei castrense, aja vista que pelo manto do conhecimento, carecem de conteúdo e o seu pequenismo é notório.

    Parafraseando um pensador da PM "a questão é concurso", não devia existir critério subjetivo para a investidura em qualquer cargo, função ou em qualquer área, tal qual encontramos entre os oficiais superiores da PM/SE.

    ResponderExcluir
  25. O Fato é que esse sistema militarista é retrógrado e arcaico,não atente mais as necessidades da maioria,felizmente vivemos em uma democracia,onde o poder emana do povo segundo a CF 88,da maioria,e porque manter um sistema que beneficia uma minoria?,o militarismo é filho das forças armadas,é filho da ditadura,é fascista,é desmotivador...não é cabível ter um sistema que beneficia uma minoria em detrimento da maioria,repito em detrimento da maioria da população,os contribuintes que paga nossos salários,sente na pele que esse sistema não é eficiente,reclamações e reclamações vemos o tempo todo na imprensa,e o mal de tudo isso é o "militarismo"pois a maior parcela da tropa esta desmotivada,pois quando associações reivindicam melhorias para todos,uma pequena parcela trabalhar em pró do Governo,logo abre inquéritos policial militar para enquadrar os líderes ou presidentes de associações em criminosos de alta periculosidade,uma legislação que proibe reivindicações,onde somente por via do comandante geral a legítima voz da categoria,segundo a legislação,onde ele deveria propor melhorias para "todos" para o governo,essa é a legislação que estamos vinculado,somente o comandante é o nosso intermediário com o governo,fora disso é insubordinação,desobediência,motim,Como é que um cargo de estatus de secretário,com uma gratificação específica,no último posto a ser ocupado:"coronel" vai ter boa vontade de se indispor com o governador para pedir melhorias para todos,sabem quando isso irá acontecer:NUNCA!!!!,pois a situação dos oficias é muito cômoda,muito confortável...pois enquanto pessoas estão sendo processadas por essa legislação,eles estão aguardando sentados nos seus gabinetes receber a melhor fatia do bolo,isso vem ocorrendo anos após anos,o militarismo com suas divisões em 12 categorias permite acontecer essas aberrações desmotivadoras,essa divisão gera várias realidades,pois divide,separa...a polícia do soldado,a polícia do cabo,a polícia do 3°sargento,a polícia 2°sargento,a polícia do 1°sargento,a polícia do sub tenente,a polícia do 2°tenente,a polícia do 1°tenente,a polícia do capitão,a polícia do major,a polícia do ten.coronel,a polícia do coronel,são criadas várias realidades,só não pensaram na polícia da sociedade,os nossos clientes,que sentem na pele,que esse sistema não é eficiente,não é atuante,pois mais de 50% da tropa que são os executores do serviço,anda desmotivada,justamente essa parcela,a parcela mais importante,pois é a razão de ser da instituição,atender a população.Esse sistema,essa legislação não atende mais as necessidades da população,cabe aos governantes criarem ou copiarem modelos modernos de segurança pública,os defensores do "militarismo",diz que tantas graduações e patentes é questão de mérito e todos sabem que não é verdade,pois o militarismo é a armadura que blinda a incompetência.

    ResponderExcluir
  26. ISSO ME INCOMODA E FUI PESQUISAR
    ELABORANDO UMA PROPOSIÇÃO
    Em primeiro lugar, a Constituição Federal e as suas normas encontram-se no topo da pirâmide jurídica sob a qual está estruturado o ordenamento jurídico.
    Assim, se a proposição não estiver em conformidade com as Constituições Federal e Estadual, bem como com o Regimento Interno, ela poderá padecer de uma anomalia jurídica denominada inconstitucionalidade por vício de iniciativa ou por vicio de decoro parlamentar, correndo o risco de ser anulada pelo Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado ou pelo Supremo Tribunal Federal.
    O formato de um projeto de lei estão contidas no "Manual do Processo Legislativo”.
    A redação dos projetos de lei deverá conter duas partes básicas: A primeira é o texto da lei propriamente dita, que traduz a idéia que o deputado está propondo; a segunda é sua justificativa.
    Inicia-se o desenvolvimento do texto do projeto, onde se descreve o assunto e todos os seus detalhes o parlamentar explica a razão de apresentar aquele projeto de lei, a sua necessidade e importância, conclamando os demais parlamentares a votar favoravelmente a sua proposta.
    Pergunto: A quem interessa essa lei nº 7051/10?
    Resp. Aos donos de postos de combustíveis.
    Porque: Eles acreditam que os meliantes ao se aproximarem do posto de gasolina para realizar assalto, ira se intimidar com o conteúdo da lei e obedecer sua imposição.
    Perg: Em quantos dos assaltos realizados houve abastecimento pelos meliantes?
    Resp: Em nenhum, porque eles foram para assaltar e não para abastecer.
    Perg: Em quantos dos assaltos o bombeiro advertiu o assaltante sobre a lei?
    Resp: Em nenhum, pois se o fizessem o risco de serem alvejados seria bem maior.
    Perg: Quem se lembra da lei 9.602/98 (obrigatoriedade do kit socorro)?
    Resp: Eu me lembro muito bem, sou fabricante dos kits e ganhei rios de dinheiro com as vendas, mas é claro que alguém ganhou também.

    Resumindo: Algumas leis são elaboradas a toque de caixa e ar repique de sino, para satisfazer “A” ou “B”, pouco se importam com os demais, afinal estamos no Brasil né

    ResponderExcluir
  27. Sou militar, e sempre odiei o militarismo.Foi no E.B que comecei a odiar este regime filha da puta! Na verdade foi criado com o objetivo de escravizar os menos favorecidos; As injustiças cometidas por pessoas bandidas são inúmeras, incontáveis; O banditismo impera neste regime podre e acredito odiado pela maioria dos homens honestos do país. Respondam-me a que tanto interessa este regime ultrapassado? Aos políticos, aos coronéis, ao poder JUDICIÁRIO ou aos três poderes juntos? Rita Lee tem consciência do que disse aos militares quando aqui passou pois ela sabe o que se passa e o que pensa os políticos e a nata da sociedade do Brasil a respeito do regime militar. Pois acredite ela sabe que é um regime ditatorial, hipócrita, mentiroso, antidemocrático! É bem verdade que o Brasil não vive uma Democracia verdadeira ainda, pois acredito que vive uma anarquia disfarçada de democracia isso pode ser observado estudando um país democrático verdadeiro; Bem para deixar de tanto papo vou dizer: QUEREM DEIXAR DE SER FILHA DA PUTA? DEIXEM DE SER MILITAR E SEJAMOS POLÍCIA DO ESTADO DE SERGIPE OU POLÍCIA BRASILEIRA (LEMBREM-SE A PF USA FARDA E NÃO É MILITAR E COM UM DETALHE TODOS, MAIS TODOS MESMO, A RESPEITAM)Quero ouvir Rita Lee chamar a PF de filha da puta!kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  28. O Militarismo- Policia Militar- é uma forma de polícia ultrapassada (acaíca) que só serve as classe dominantes. Basta vermos os enfrentamentos com movimentos sociais. Chega de Ditadura!!!!queremos liberdade, liberdade de expressão,de opinião,liberdade de locamoção etc... O Militarismo é tão ruim para nos policiais e, principalmente para o sociedade. Os exemplos estão ai....... há!!! hieraquia!!!!!! ¨muito caçique para pouco índios¨... muita gente para mandar e poucos p obdecer...
    Defendo tb a unificação das policias e digo por que; Trabalhei no interior, lá tinha a Delegacia (policia civil,policia judiciária ) e companhia da Polícia Militar (policiamente ostensivo e preventivo ). Muitas vezes chegavam populares atraz dos serviços do PM afirmam q vinha da delegacia e lá informaram p procurar a Cia,pois o caso era de obrigação nossa (PM). Só q os PMs tb mandava de volta o cidadão. Afirmado que caso era atribuição da Policia Civil.... ou seja, ficava e, fica um jogo de impurra, não se resolve nada..... Esse exemplo para mostrar q duas policias com duas funções deferentes e em locais deferentes causam mais despesas e presta um mau serviço a população...
    Chega de Militarismo!!!!!!!!!!!
    Liberdade já!!!!!!!!!

    ResponderExcluir