quinta-feira, 5 de julho de 2012

Mendicância organizada por Oficiais Superiores


 Não é novidade para ninguém as arrecadações ilegais e vergonhosas organizadas por oficiais, principalmente superiores,  para arrecadação de fundos mediante a prestação do serviço público de forma particular  para bancos e supermercados.

Todos sabem mas ninguém nunca tomou providência até que.....

 

Em um belo dia, era uma vez....

DECISÃO

Processo nº: 201154000797
Natureza do feito: Improbidade Administrativa
Requerente: Ministério Público do Estado de Sergipe
Requeridos: Agnaldo Silva Filho, Manoel Messias Santana e Marcony Cabral Santos
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SERGIPE, por conduto do Promotor de Justiça curador do patrimônio público desta Comarca, propôs a presente AÇÃO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA em face de AGNALDO SILVA FILHO, MANOEL MESSIAS SANTANA E MARCONY CABRAL SANTOS, todos qualificados na petição inicial de fls. 02/35, instruída com os documentos de fls. 36/229.
Narra o Parquet que, no ano de 2006, o representante do Comando do 7º Batalhão da Polícia Militar, localizado nesta Cidade, o requerido MARCONY CABRAL SANTOS, designava seus subordinados para realizarem escoltas remuneradas de valores em favor dos Bancos do Brasil e Banese, seja para o transporte de valores entre as instituições financeiras, seja para o abastecimento de caixa eletrônicos espalhados pela cidade.
Afirma que as solicitações de serviços eram feitas pelas gerências dos bancos, via serviço telefônico de emergência 190, e, no caso específico do Banese, a transação era efetivada por determinação do requerido MANOEL MESSIAS SANTANA. Sustenta, ainda, a inexistência de convênio formalizado entre a Secretaria de Segurança Pública e o Banco do Estado de Sergipe para que fossem realizadas escoltas em favor desta Sociedade de Economia Mista. No tocante à escolta efetivada em favor do Banco do Brasil, a responsabilidade era do réu AGNALDO SILVA FILHO.
Sustenta, ainda, que a ilegalidade da escolta remunerada em favor das instituições financeiras se agravou pelo fato de o réu MANOEL MESSIAS SANTANA utilizar uma viatura policial descaracterizada para realizar o serviço, e bem assim pelo fato de se valer de uma outra viatura caracterizada para fins particulares.
Aduz, também, que, no período compreendido entre maio e agosto de 2006, os requeridos solicitavam dos supermercados desta urbe, o fornecimento gratuito de gêneros alimentícios e materiais de limpeza, doações essas que eram revertidas em favor dos réus AGNALDO SILVA FILHO e MARCONY CABRAL SANTOS. Informa que não há qualquer justificativa para o Comando do 7º Batalhão da Polícia Militar solicitar tais produtos aos estabelecimentos comerciais, pois o Estado de Sergipe os fornecia em quantidade suficiente para toda a corporação e que os pedidos de “doação” eram feitos por meio de ofícios subscritos pelo demandado AGNALDO SILVA FILHO, por determinação do réu MARCONY CABRAL SANTOS.
Consta da peça pórtico, que também no ano de 2006, o Comando do 7º Batalhão da Polícia Militar determinava a realização de policiamento estático nas imediações da Padaria Biscopão, recebendo, em contraprestação a tal serviço ilegal, pães para consumo e que esta mesma escolta também era realizada em favor da agência dos correios, mediante pagamento mensal.
Após discorrer acerca das provas produzidas durante a investigação, individualiza as condutas dos réus, imputando ao demandado AGNALDO SILVA FILHO a conduta de realizar e determinar a seus subordinados que realizassem escolta de valores em favor do Banco do Brasil, utilizando-se de viaturas policiais, mediante o recebimento de contraprestação em dinheiro; e, ainda, solicitar, mediante ofício por ele subscrito, o fornecimento de gêneros alimentícios e materiais de limpeza aos supermercados da cidade em seu favor, enquadrando-se, assim, nos tipos dispostos nos artigos 9º, caput e incisos I e IV; 10, caput e incisos II e XIII; e 11, caput e inciso I, todos da Lei nº 8.429/92.
Em relação ao requerido MANOEL MESSIAS SANTANA, imputa o fato de realizar e determinar a seus subordinados que realizassem a escolta de valores em favor do Banese, utilizando-se de viaturas policiais, mediante o recebimento de contraprestação em dinheiro; a conduta de realizar o policiamento ostensivo no interior do Banese, em horário de serviço; utilizar, para fins particulares, uma viatura caracterizada da Polícia Militar do Estado de Sergipe, e bem assim utilizar, em seu veículo particular, uma “placa fria” pertencente a uma viatura da Secretaria de Segurança Pública, amoldando-se tais fatos aos artigos 9º, caput e incisos I e IV; 10, caput e incisos II e XIII e 11, caput e inciso I, da Lei nº 8.429/92.
Quanto ao réu MARCONY CABRAL DOS SANTOS, impõe a conduta de determinar a seus subordinados que realizassem a escolta de valores em favor do Banco do Brasil e Banese, utilizando-se de viaturas policiais, mediante o recebimento de contraprestação em dinheiro que lhe era repassado; ter instaurado procedimento administrativo disciplinar em desfavor do seu subordinado Thiago dos Santos Lemos, por este ter se recusado a acatar uma ordem manifestamente ilegal, emanada do Capitão Agnaldo Silva Filho com a sua conivência, no sentido de realizar as escoltas em favor do Banco do Brasil; determinar que o mencionado Capitão solicitasse, mediante ofício timbrado, doações de gêneros alimentícios e materiais de limpeza dos supermercados em favor próprio, e, por fim, permitir que o Cabo Manoel Messias de Santana utilizasse, para fins particulares, uma viatura caracterizada da Polícia Militar, subsumindo-se, portanto, sua conduta aos artigos 9º, caput e incisos I e IV; 10, caput e incisos II e XIII; e 11, caput e inciso I, também da Lei nº 8.429/92.
Depois de discorrer acerca do direito aplicável aos fatos, requer, ao final, o recebimento da inicial e a procedência do pedido, consistente na condenação dos requeridos pela prática de atos de improbidade administrativa às penas individualmente ali descritas.
Mediante o despacho de fl. 230, foi determinada a notificação dos requeridos, em observância ao que preconiza o artigo 17, §7º, da Lei nº 8.429/92.
O requerido AGNALDO SILVA FILHO, em sua manifestação de fls. 241/246, instruída com os documentos de fls. 247/248, sustenta, preliminarmente, a inépcia da inicial, sob o argumento de que da narração lógica dos fatos não decorre logicamente a conclusão, sob o argumento de que o autor narra uma conduta e não formula, ao final, um pedido específico. No mérito, afirma não existir fundamento apto a tipificar a conduta por ele praticada como ilícita, em razão de apenas de ter cumprido a escala determinada pelo Comandante do Batalhão, tendo em vista o rigor da hierarquia militar. Ao final, requer o acolhimento da preliminar levantada ou a rejeição da inicial.
O demandado MARCONY CABRAL SANTOS, apresentou sua manifestação preliminar às fls. 249/262, acompanhada dos documentos de fls. 263/266. Nesta, alega, como preliminares, a ilegitimidade ativa do requerente para propor a presente demanda, sob o fundamento de que os fatos descritos na inicial se cercam de cunho penal militar, cuja competência para processamento é do Ministério Público Militar; a inadequação da via eleita e a impossibilidade jurídica do pedido, pois, segundo sua tese, há previsão legal no Código Penal Militar das sanções pleiteadas pelo autor nesta demanda, acrescentando o fato de que na Justiça castrense houve o arquivamento do inquérito policial militar, revelando-se, assim, inadequada a pretensão autoral. Requer, por fim, a rejeição da inicial.
Por fim, o requerido MANOEL MESSIAS SANTANA, manifestou-se às fls. 284/288, instruída com o instrumento procuratório de fl. 289, alegando, preliminarmente, a ausência das condições da ação, sob o argumento de existência de convênio entre a Secretaria de Segurança Pública e as instituições financeiras, o que tornava a sua conduta lícita, aliada ao fato de que cumpria ordens de superior hierárquico, não havendo, assim, que se falar em prática de ato de improbidade administrativa.
É o breve relatório.
Vieram os autos, para juízo de admissibilidade da demanda.
Ab initio, passarei a exercer, nos termos do art. 17, §8º, da Lei nº 8.429/92, o juízo de admissibilidade da ação, observando, especialmente, se estão presentes as hipóteses ensejadoras da sua rejeição liminar, a saber: a) inadequação da via eleita (que se confunde com o interesse de agir, em sua vertente adequação; b) inexistência do ato de improbidade (mérito); c) improcedência da ação (mérito).
É de se observar que, nos casos referidos nas alíneas “b” e “c” do parágrafo anterior, o Magistrado deve exercer um juízo de certeza e não de mera probabilidade. Em outras palavras, não é possível a rejeição liminar da ação de improbidade administrativa quando não demonstrada, de forma cabal, a inexistência do ato de improbidade ou a improcedência da ação.
Insta ressaltar ainda que, em caso de recebimento da ação, não se faz necessária uma análise exaustiva dos fatos e das provas apresentadas pelo autor, pois, caso assim se proceder, está-se-ia diante de um pré-julgamento.
Esta é a oportunidade, consagrada pela Lei, de evitar o prosseguimento de ações flagrantemente inviáveis ou improcedentes, determinando-se apenas o processamento daquelas ações em que sejam visualizados indícios de prática de ato de improbidade.
Neste sentido, confira-se o entendimento jurisprudencial:
PROCESSUAL CIVIL. AGRAVO DE INSTRUMENTO. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. RECEBIMENTO DA PETIÇÃO INICIAL. INDÍCIOS VEEMENTES DA PRÁTICA DE ATOS ÍMPROBOS. 1. Nos termos do art. 17, § 8º, da Lei nº 8.429/92, com a redação dada pela MP nº 2.225-45/2001, o Magistrado proferirá juízo de admissibilidade negativo da inicial nos casos de improcedência da ação, inexistência do ato de improbidade administrativa ou inadequação da via eleita, o que não corresponde à hipótese dos autos. 2. Havendo fundados indícios da prática de atos de improbidade administrativa, deve o Juízo receber a petição inicial, para que sejam apurados os fatos narrados pelo autor. 3. Agravo de instrumento improvido. (TRF da 1ª Região, 4ª Turma, AI 2002.01.00.028704-8/GO, Rel. Des. Federal Carlos Olavo, j. 16.12.2004, unânime, D.J. 10.02.2005) (destaquei)
AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO CIVIL PÚBLICA. SUPOSTA PRÁTICA DE ATOS DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. DECISÃO QUE RECEBE A PETIÇÃO INICIAL E DETERMINA A CITAÇÃO DO RÉU. ADAPTAÇÃO DO PROCEDIMENTO ÀS NORMAS DOS §§ 7º E 8º DO ARTIGO 17 DA LEI 8.429/92. RÉU CITADO. ADVOGADO CONSTITUÍDO. MANIFESTAÇÃO ANTERIOR CONSIDERADA COMO DEFESA PRÉVIA. NOVA OPORTUNIDADE PARA SE DEFENDER, EM SEDE DE CONTESTAÇÃO. RESPEITO AO DEVIDO PROCESSO LEGAL, CONTRADITÓRIO E AMPLA DEFESA. PROCEDIMENTO EM QUE NÃO SE ACARRETOU PREJUÍZO À PLENA DEFESA DO RÉU. DECISÃO MANTIDA. O recebimento da inicial da ação civil pública, após a fase prevista no §7º do artigo 17 da Lei nº 8.429/92, não revela prejulgamento do mérito, mas juízo de admissibilidade desta ação, quando verificada sua aptidão ao estabelecimento da relação processual. Isto ocorre no caso em apreço, em que há indícios da prática pelo agravante de atos de improbidade previstos nos artigos 9º e 11 da Lei nº 8.429/92, ao incidir em alegada omissão ofensiva a princípios basilares da gestão do meio ambiente. Se o Julgador não se convencer, em sede de defesa preliminar, 1) da inexistência do ato de improbidade; 2) da improcedência da ação e/ou 3) da inadequação da via eleita (§ 8º), determinará a citação do réu para apresentar a contestação (§ 9º). Sua defesa, assim como a inicial, serão apreciadas juntamente com as provas produzidas, para, somente ao final, após regular trâmite do processo, observado o contraditório e a ampla defesa, ser julgado se o agravante foi responsável ou não pelos indicados atos de improbidade administrativa que teriam causado prejuízo ao Erário e que teriam atentado contra os princípios da Administração Pública. (TJMG, 1ª Câmara Cível, Agravo nº 1.0024.03.182038-4/001(1), Rel. Armando Freire, j. 26.09.2006, unânime, D.J. 12.10.2006) (destaquei)
Feitas tais considerações, passo a analisar, destacada e sucintamente (como é recomendado nesta fase processual), a viabilidade do recebimento da ação em relação a cada um dos demandados.
Inicialmente, afigura-se necessário analisar a preliminar de ilegitimidade ativa do autor, tendo em vista a argumentação trazida pelo réu MARCONY CABRAL SANTOS, de que a competência para processamento é do Ministério Público Militar, em razão de os fatos descritos serem de cunho penal militar.
Tal assertiva não prospera, porquanto o Ministério Público está legitimado à propositura da ação civil pública/improbidade administrativa em defesa de qualquer interesse difuso ou coletivo, principalmente quando se tratar da defesa do patrimônio público.
Neste sentido, é tranquila a jurisprudência:
AÇÃO CIVIL PÚBLICA. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. MILITAR. FACILITAÇÃO NA OBTENÇÃO DE CARTEIRA DE HABILITAÇÃO. INTERESSE DO MINISTÉRIO PÚBLICO. I - Trata-se de ação civil pública visando apurar irregularidade praticada por policial militar que facilitava a obtenção de Carteira Nacional de Habilitação. II - Reformando a decisão singular que puniu o réu, o acórdão recorrido declarou a carência de agir do Ministério Público por falta de interesse processual, entendimento que não merece prosperar, na medida em que o Parquet é parte legítima para propor ação civil pública sempre que sejam agredidos os princípios constitucionais que regem a Administração Pública. III - Recurso provido, afastando-se a carência de agir, devendo ser apreciado o mérito do recurso de apelação interposto pelo ora recorrido. (STJ, REsp 1087980/MG, Rel. Ministro FRANCISCO FALCÃO, PRIMEIRA TURMA, julgado em 16/12/2008, DJe 19/12/2008) (destaquei)
PROCESSUAL CIVIL. ADMINISTRATIVO. AÇÃO CIVIL PÚBLICA. LEGITIMIDADE ATIVA DO MINISTÉRIO PÚBLICO. ART. 129, III, DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL. EX-PREFEITO. ATO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. 1. O Ministério Público está legitimado à propositura da ação civil pública em defesa de qualquer interesse difuso ou coletivo, abarcando nessa previsão o resguardo do patrimônio público, com supedâneo no art. 1.º, inciso IV, da Lei n.º 7.347/85, máxime diante do comando do art. 129, inciso III, da Carta Maior, que prevê a ação civil pública, agora de forma categórica, como instrumento de proteção do patrimônio público e social (Precedentes: REsp n.º 861566, Relator Min. Luiz Fux, Primeira Turma, DJ 23/04/2008; REsp n.º 686.993/SP, Rel. Min. Eliana Calmon, DJU de 25/05/2006; REsp n.º 815.332/MG, Rel. Min. Francisco Falcão, DJU de 08/05/2006; e REsp n.º 631.408/GO, Rel. Min. Teori Albino Zavascki, DJU de 30/05/2005). 2. Legitimatio ad causam do Ministério Público à luz da dicção final do disposto no art. 127 da CF, que o habilita a demandar em prol de interesses indisponíveis, na forma da súmula nº 329, aprovada pela Corte Especial em 02.08.2006, cujo verbete assim sintetiza a tese: "O Ministério Público tem legitimidade para propor ação civil pública em defesa do patrimônio público". 3. Recurso especial provido para determinar o retorno dos autos ao Tribunal de origem, a fim de que aprecie o recurso de apelação. (STJ, REsp 1086147 / MG, Relator(a) Ministro LUIZ FUX, PRIMEIRA TURMA, j. em 02/04/2009) (destaquei)
PROCESSUAL CIVIL – AÇÃO CIVIL PÚBLICA POR ATO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA – LEGITIMIDADE ATIVA DO MINISTÉRIO PÚBLICO – LEGITIMIDADE PASSIVA – SÚMULAS 7/STJ E 282/STF. 1. É pacífica a jurisprudência do STJ no sentido de que o Ministério Público tem legitimidade para propor ação civil pública por ato de improbidade para a proteção do patrimônio público e social, atuando na defesa dos interesses transindividuais, quais sejam os difusos, coletivos e individuais homogêneos. 2. A constatação da ilegitimidade do recorrente para figurar no pólo passivo da ação de improbidade esbarra no óbice da Súmula 7/STJ. 3. Tese em torno da responsabilidade do recorrente e da existência de ato de improbidade não prequestionadas. 4. Recurso especial conhecido em parte e, nessa parte, improvido. (STJ, REsp 717531 / SP,Relator(a) Ministra ELIANA CALMON, SEGUNDA TURMA, j. em 05/09/2006)
Ademais, a competência da Justiça Militar está delineada na Constituição Federal, em seu artigo 125, §4º, o qual determina que, in verbis:
§4º Compete à Justiça Militar estadual processar e julgar os militares dos Estados, nos crimes militares definidos em leis e ações judiciais contra os atos disciplinares militares, ressalvada a competência do júri quando a vítima for civil, cabendo ao tribunal competente decidir sobre a perda do posto e da patente dos oficiais e da graduação das praças. (destaquei)
Registre-se, ademais, que esta ação civil por ato de improbidade não fora ajuizada em desfavor da Administração Militar e, tampouco, discute a validade ou consequência de atos disciplinares militares, ela, efetivamente, fora proposta contra o próprio militar, fato que afasta a competência da justiça castrense.
Rejeito, assim, esta preliminar.
Quanto à alegação suscitada pelo requerido AGNALDO SILVA FILHO, de caracterização da inépcia da inicial, sob o fundamento de que da narração dos fatos não decorre logicamente a conclusão do pedido, porquanto o autor narra uma conduta e não formula, ao final, um pedido específico, verifico o insucesso de tal pretensão, pois o autor imputa-lhe as condutas que se amoldam aos artigos 9º, 10 e 11, todos da Lei nº 8.429/92 e requer a sua condenação às penalidades impostas pelos citados dispositivos e em observância ao que preconiza o artigo 12 da mencionada legislação.
Registre-se, por relevante, que por força do que prescreve o parágrafo único do artigo 12 da Lei nº 8.429/92, “na fixação das penas previstas nesta lei o juiz levará em conta a extensão do dano causado, assim como o proveito patrimonial obtido pelo agente”.
Ademais, “o juiz não está obrigado a impor todas as penalidades previstas, podendo, dependendo do caso concreto, escolher uma ou mais dentre as sanções”, segundo leciona Fernando Capez (Legislação Especial, pág. 268).
Destarte, não há que se falar em inépcia da inicial, uma vez que entendimento diverso revelaria mero formalismo, em dissonância com o princípio da instrumentalidade do processo, que orienta a moderna doutrina processual civil.
Nesse sentido, já decidiu o Superior Tribunal de Justiça, a saber:
MANDADO DE SEGURANÇA. ICMS. BASE DE CÁLCULO. "SEGURO APAGÃO". LEI 10.438/2002. "DEMANDA RESERVADA DE POTÊNCIA DE ENERGIA ELÉTRICA". SIMILARIDADE DE MATÉRIAS. PETIÇÃO IMPRECISA. INÉPCIA DA INICIAL. INOCORRÊNCIA. POSSIBILIDADE DE IDENTIFICAR OS ELEMENTOS DA AÇÃO.1. Os pedidos são interpretados como manifestações judiciais de vontade, por isso que a inépcia da inicial só ocorre quando: (i) ausente o pedido ou a causa de pedir; (ii) da narração dos fatos não decorrer logicamente a conclusão; (iii) o pedido for juridicamente impossível; e (iv) a petição contiver pedidos incompatíveis entre si (artigo 295, I e parágrafo único, do CPC). 2. In casu, cuida-se de mandado de segurança que, em sua causa de pedir, discorre sobre a ilegalidade/inconstitucionalidade da inclusão do "seguro apagão" (Encargo de Capacidade Emergencial instituído pela Lei nº 10.438/02) na base de cálculo do ICMS, formulando, no entanto, pedido atinente à "demanda reservada de potência de energia elétrica", após aduzir, em sua fundamentação, a similaridade entre as matérias. 3. Deveras, malgrado a falta de precisão no modo de exprimir-se na petição inicial, é possível identificar, da narração dos fatos e da sua conclusão, as partes, a causa de pedir e o pedido, sendo mister a aplicação, in casu, do brocardo jurídico que preceitua da mihi factum dabi tibi jus. (...) 5. Recurso especial desprovido. (STJ, REsp 840304 / MT RECURSO ESPECIAL, 2006/0085221-1, Relator(a): Ministro LUIZ FUX (1122), Órgão Julgador: T1 - PRIMEIRA TURMA, Data do Julgamento: 01/04/2008, Data da Publicação/Fonte DJe 12/05/2008). (destaquei)
Destarte, afasto, também, esta preliminar.
Resta, agora, enfrentar as questões processuais levantadas pelos demandados MARCONY CABRAL SANTOS e MANOEL MESSIAS DE SANTANA, de que há inadequação da via eleita e de que não estão presentes as condições da ação.
No tocante à alegação de inadequação da via eleita, argumenta o réu MARCONY CABRAL SANTOS que, por existir previsão legal no Código Penal Militar das sanções pleiteadas pelo autor nesta demanda, revela-se inadequada a propositura de ação civil de improbidade administrativa para discussão de tais fatos.
Todavia, tal fundamento não é suficiente para afastar a apuração dos fatos imputados, pois é tranquilo o entendimento de que o mesmo ato pode vir a se enquadrar como ilícito administrativo e penal ao mesmo tempo, o que ocasionará a concomitância de instâncias, que são independentes.
Neste sentido, leciona Dirley da Cunha Júnior, in verbis:
Vale ressaltar que o mesmo ato pode enquadrar-se em uma, duas ou nas três hipóteses de improbidade prevista nesta lei, além do fato de o mesmo ato descrito como improbidade ser ilícito administrativo apurável e punível na esfera administrativa e pode ser ilícito penal apurável e punível na esfera penal, ocorrendo, nessas hipóteses, a concomitância de instâncias, que são independentes. (CUNHA JÚNIOR, Dirley. Curso de Direito Administrativo. 6ª ed. Editora Juspodivm, Salvador: 2007, p. 435)
Do mesmo modo, reputo descabidas as alegações de que há impossibilidade jurídica do pedido e ausência de interesse de agir do demandante aptas a ensejar a extinção da presente demanda.
Com efeito, não há que se falar em impossibilidade jurídica do pedido, pois não existe vedação legal para o exame da matéria pelo Poder Judiciário.
Nas palavras de Elpídio Donizetti:
Constitui erro grosseiro argumentar que o pedido do autor é juridicamente impossível porque o direito material não o ampara. Repito, para evitar dúvidas: se o direito não ampara a pretensão, o caso é de improcedência; se o ordenamento jurídico veda a discussão do pedido no plano processual, o caso é de impossibilidade jurídica do pedido. (DONIZETTI, Elpídio. Curso Didático de Direito Processual Civil.10ª edição, Lumen Juris, p. 25)
Quanto à ausência de interesse de agir, só se caracterizaria se houvesse flagrante inexistência do ato de improbidade, improcedência da ação ou inadequação da via eleita, situações estas que inocorrem na espécie.
Neste sentido, é o entendimento do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, a saber:
PROCESSUAL CIVIL E DIREITO PÚBLICO SANCIONADOR. AÇÃO CIVIL PÚBLICA. ATOS DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. VIA ELEITA. ADEQUAÇÃO. PRAZO PRESCRICIONAL. MARCO RELEVANTE. PROCEDIMENTO ESPECIAL. FASE PRÉVIA. REJEIÇÃO DA AÇÃO. HIPÓTESES EXCEPCIONAIS. A ação civil pública (I) é a via adequada para levar a efeito as sanções previstas na Lei n.8.429/92; (II) pode ser proposta "até cinco anos após o término do exercício de mandato, de cargo em comissão ou de função de confiança" (art. 23, inc. I); (III) só comporta extinção prematura nas hipóteses de flagrante inexistência do ato de improbidade, improcedência da ação ou inadequação da via eleita (art. 17, § 8º).INQUÉRITO CIVIL. DEFLAGRAÇÃO. DENÚNCIA ANÔNIMA. VIABILIDADE. Nosso ordenamento jurídico admite, embora com reservas, a denúncia anônima, "desde que forneça, por qualquer meio legalmente permitido, informações sobre o fato e seu provável autor, bem como a qualificação mínima que permita sua identificação." AGRAVO DE INSTRUMENTO DESPROVIDO. (TJRS, Agravo de Instrumento Nº 70044973485, Vigésima Segunda Câmara Cível, Relator: Mara Larsen Chechi, Julgado em 22/03/2012) (destaquei)
Ultrapassadas tais questões, afigura-se pertinente anotar que nenhum dos requeridos se desincumbiu do ônus de comprovar as hipóteses ensejadoras da rejeição liminar da petição inicial, pois as argumentações trazidas pelos réus Agnaldo Silva Filho e Manoel Messias Santana, de que cumpriam ordens do superior hierárquico não é suficiente para ilidir a pretensão autoral.
Ademais, nos termos do § 6º do artigo 17 da Lei nº 8.429/1992, é suficiente para o recebimento da petição inicial, a existência de meros indícios de autoria e materialidade, não se necessitando de maiores elementos probatórios nessa fase preambular.
Frise-se, inclusive, que prevalece no Superior Tribunal de Justiça, o entendimento de que na fase preliminar da ação de improbidade administrativa deve ser aplicado o princípio do in dubio pro societate, revelando-se suficiente apenas indícios da conduta ímproba, conforme infere-se do aresto a seguir transcrito.
PROCESSUAL CIVIL E ADMINISTRATIVO. OFENSA AO ART. 535 DO CPC. INOCORRÊNCIA. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. INÉPCIA DA INICIAL. INCIDÊNCIA DA SÚMULA N. 7 DESTA CORTE SUPERIOR. FASE PRELIMINAR DA AÇÃO DE IMPROBIDADE (ART. 17, §§ 6º A 8º, DA LEI N. 8.429/92). PRINCÍPIO DO IN DUBIO PRO SOCIETATE. VEDAÇÃO EXCLUSIVA DE AÇÕES PURAMENTE TEMERÁRIAS. SUFICIÊNCIA DE MEROS INDÍCIOS DE AUTORIA E MATERIALIDADE DA CONDUTA ÍMPROBA. INADEQUAÇÃO DA VIA ELEITA. APLICAÇÃO DAS SÚMULAS N. 283 E 284 DO STF, POR ANALOGIA. 1. Da leitura do acórdão recorrido, observa-se que não ocorreram as omissões alegadas, constituindo a suposta ofensa ao art. 535 do Código de Processo Civil mero inconformismo da parte recorrente-agravante com as conclusões da origem. 2. No que se refere à inépcia da inicial, a instância ordinária estabeleceu a viabilidade da ação de improbidade para o caso in concreto e a perfeita adequação da via eleita com base na prova acostada aos autos e na análise da matéria fática. Incidência da Súmula n. 7 desta Corte Superior. Trechos do acórdão recorrido. 3. Não fosse isto bastante, pacífico no Superior Tribunal de Justiça entendimento segundo o qual, na fase preliminar de recebimento da inicial em ação de improbidade administrativa, vige o princípio do in dubio pro societate, i. e., apenas ações evidentemente temerárias devem ser rechaçadas, sendo suficiente simples indícios (e não prova robusta, a qual se formará no decorrer da instrução processual) da conduta ímproba. Neste sentido, v., p. ex., REsp 1.108.010/SC, Rel. Min. Herman Benjamin, Segunda Turma, DJe 21.8.2009. 4. Em relação à dita violação ao art. 17, § 8º, da Lei n. 8.429/92 - sob o argumento de que, na inicial, o Parquet apenas se detém em pugnar pela prestação de contas, desvirtuando, ao ver do recorrente-agravante, o objeto legal da ação civil pública -, é de se notar que o especial não afasta a tese da origem sobre este ponto da controvérsia, qual seja, a de que a ausência de prestação de contas é somente causa de pedir, dela derivando pedido diverso da prestação em contas em si, pedido este fundado no art. 12 da Lei n. 8.429/92, daí porque incidem analogicamente, nesta parte, as Súmulas n. 283 e 284 do Supremo Tribunal Federal. 5. Agravo regimental não provido. (STJ, AgRg no Ag 1154659/MG, Rel. Ministro MAURO CAMPBELL MARQUES, SEGUNDA TURMA, julgado em 19/08/2010, DJe 28/09/2010)
Portanto, neste momento processual, os requeridos não lograram êxito, pois não se desincumbiram dos seus ônus processuais, ou seja, não comprovaram a inviabilidade ou a improcedência da ação.
Ante o exposto, RECEBO A INICIAL e, por conseguinte, determino a citação dos réus (art. 17, § 9º, da Lei nº 8.429/92), para apresentação de defesa, no prazo legal, sob pena de revelia.
Intime-se o autor, pessoalmente, para ciência do teor da presente decisão.
Lagarto, 16 de maio de 2012.
EDNO ALDO RIBEIRO DE SANTANA

Juiz Substituto

 

QUE DEUS NOS AJUDE E OLHE POR NÓS!

129 comentários:

  1. esse dito OFICIAL como reconpença pelos seus relevantes serviços a marginalidade de sergipe,foi agraciado para comandar a Cia de BOQUIM, sendo o referido OFICIAL conhecido populamente em toda a região como o CAP. GRAE, já responde outro processo por PECULATO, na comarca de Tobias Barreto, em razão de ter presenteado a sua namorada com uma moto com restrição de roubo, que se encontrava sob custódia da policia. ISSO È SERGIPE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk...capitao agnaldo, desmoralizado demais...esse envergonha a pm se...comeu metade de um pao q a prefeitura de estancia disponibilizou p pm no sao joao, os pracas do gati jogou fora, porem os caras do getam comeram, mortos de fome, os caras do 6b bpm comeram tambem...o puliça disunida cara...falta homem neste carai. homrns moralizados tão em extinçao na PM DE SERGIPE......

      Excluir
  2. Vão pra lagarto,e vcs verão do que estou falando..

    Avé maria!

    Falta de vergonha.

    ResponderExcluir
  3. QUEM TRABALHOU COM OCEL JACKSON EM LAGARTO ESSE VÍDEO NÃO QUER DIZER NADAKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK ,

    ResponderExcluir
  4. EITA QUE DESCOBRIRAM A IDENTIDADE SECRETA DO CAPITÃO LANCHE
    Os militares de Estância passaram fome durante os festejos juninos da região, o CAPITÃO LANCHE não REPASSOU para a tropa a alimentação fornecida pelo organizador do evento, logo ao término dos eventos o CAPITÃO LANCHE levou para sua residência todo o excedente do lanche, era muita humilhação nos eventos, os praças tinham que mendigar pelo fornecimento do lanche. Pois é meus amigos, se fosse um praça era procedimento aberto no mesmo momento, acordem para a realidade que nos cerca, o SISTEMA só serve para nos punir, alguns OFICIAIS têm benefícios que fogem das suas prerrogativas funcionais, são muitos benefícios, sendo que o principal é o fato de não serem fiscalizados diante de suas atribuições.
    BOQUIM, não vai ficar uma laranja na cidade, o CAPITÃO LANCHE chegou, corram, e os policiais da Cia é bom armazenarem a alimentação, pois, o CAPITÃO LANCHE não perdoa, leva tudo, come tudo, e ainda por cima da CANETADA em quem reclamar.
    ABRAÇOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É só acionar a CORREGEDORIA. E pedir a DEUS que ele mesmo seja encarregado. Rsrsrsrs

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque removeu o comentário? não tive oportunidade de ler...

      Excluir
  6. EITA QUE DESCOBRIRAM A IDENTIDADE SECRETA DO CAPITÃO LANCHE
    Os militares de Estância passaram fome durante os festejos juninos da região, o CAPITÃO LANCHE não REPASSOU para a tropa a alimentação fornecida pelo organizador do evento, logo ao término dos eventos o CAPITÃO LANCHE levou para sua residência todo o excedente do lanche, era muita humilhação nos eventos, os praças tinham que mendigar pelo fornecimento do lanche. Pois é meus amigos, se fosse um praça era procedimento aberto no mesmo momento, acordem para a realidade que nos cerca, o SISTEMA só serve para nos punir, alguns OFICIAIS têm benefícios que fogem das suas prerrogativas funcionais, são muitos benefícios, sendo que o principal é o fato de não serem fiscalizados diante de suas atribuições.
    BOQUIM, não vai ficar uma laranja na cidade, o CAPITÃO LANCHE chegou, corram, e os policiais da Cia é bom armazenarem a alimentação, pois, o CAPITÃO LANCHE não perdoa, leva tudo, come tudo, e ainda por cima da CANETADA em quem reclamar.
    ABRAÇOS

    ResponderExcluir
  7. EITA QUE DESCOBRIRAM A IDENTIDADE SECRETA DO CAPITÃO LANCHE
    Os militares de Estância passaram fome durante os festejos juninos da região, o CAPITÃO LANCHE não REPASSOU para a tropa a alimentação fornecida pelo organizador do evento, logo ao término dos eventos o CAPITÃO LANCHE levou para sua residência todo o excedente do lanche, era muita humilhação nos eventos, os praças tinham que mendigar pelo fornecimento do lanche. Pois é meus amigos, se fosse um praça era procedimento aberto no mesmo momento, acordem para a realidade que nos cerca, o SISTEMA só serve para nos punir, alguns OFICIAIS têm benefícios que fogem das suas prerrogativas funcionais, são muitos benefícios, sendo que o principal é o fato de não serem fiscalizados diante de suas atribuições.
    BOQUIM, não vai ficar uma laranja na cidade, o CAPITÃO LANCHE chegou, corram, e os policiais da Cia é bom armazenarem a alimentação, pois, o CAPITÃO LANCHE não perdoa, leva tudo, come tudo, e ainda por cima da CANETADA em quem reclamar.
    ABRAÇOS

    ResponderExcluir
  8. EITA QUE DESCOBRIRAM A IDENTIDADE SECRETA DO CAPITÃO LANCHE
    Os militares de Estância passaram fome durante os festejos juninos da região, o CAPITÃO LANCHE não REPASSOU para a tropa a alimentação fornecida pelo organizador do evento, logo ao término dos eventos o CAPITÃO LANCHE levou para sua residência todo o excedente do lanche, era muita humilhação nos eventos, os praças tinham que mendigar pelo fornecimento do lanche. Pois é meus amigos, se fosse um praça era procedimento aberto no mesmo momento, acordem para a realidade que nos cerca, o SISTEMA só serve para nos punir, alguns OFICIAIS têm benefícios que fogem das suas prerrogativas funcionais, são muitos benefícios, sendo que o principal é o fato de não serem fiscalizados diante de suas atribuições.
    BOQUIM, não vai ficar uma laranja na cidade, o CAPITÃO LANCHE chegou, corram, e os policiais da Cia é bom armazenarem a alimentação, pois, o CAPITÃO LANCHE não perdoa, leva tudo, come tudo, e ainda por cima da CANETADA em quem reclamar.
    ABRAÇOS

    ResponderExcluir
  9. EITA QUE DESCOBRIRAM A IDENTIDADE SECRETA DO CAPITÃO LANCHE
    Os militares de Estância passaram fome durante os festejos juninos da região, o CAPITÃO LANCHE não REPASSOU para a tropa a alimentação fornecida pelo organizador do evento, logo ao término dos eventos o CAPITÃO LANCHE levou para sua residência todo o excedente do lanche, era muita humilhação nos eventos, os praças tinham que mendigar pelo fornecimento do lanche. Pois é meus amigos, se fosse um praça era procedimento aberto no mesmo momento, acordem para a realidade que nos cerca, o SISTEMA só serve para nos punir, alguns OFICIAIS têm benefícios que fogem das suas prerrogativas funcionais, são muitos benefícios, sendo que o principal é o fato de não serem fiscalizados diante de suas atribuições.
    BOQUIM, não vai ficar uma laranja na cidade, o CAPITÃO LANCHE chegou, corram, e os policiais da Cia é bom armazenarem a alimentação, pois, o CAPITÃO LANCHE não perdoa, leva tudo, come tudo, e ainda por cima da CANETADA em quem reclamar.
    ABRAÇOS

    ResponderExcluir
  10. O bgo não existe mais elogio, só punição, eita cmt bom

    ResponderExcluir
  11. Tem muita gente no meio civil falando que a escala que o comando esta querendo é boa, por favor, quando alguem falar isso diga-lhes que se não fosse essas formaturas que temos que participar, as audiências que todos vão todos as semanas, os flagrantes que pegamos e sempre passamos do horario, se não passasemos pelos estresse das ruas e trabalhassemos escondidinhos seria uma otima escala, e sem contar que não recebemos hora-extra e nem adiciional noturno, ai ficam criticando os PMs dizendo que somos preguiçosos, vejam só se a sociedade não defende trabalhadores defensores dos direitos humanos um dia essa policia vai faltar, ai a sociedade vai entender a importancia da PM sendo que da pior forma possivel, essa escala de 12/36 vai acabar com o policiamento que já estar ruim devido a falta de efetivo e vai piorar ainda mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Preguiçoso é Iunes e Seus Puxa-Sacos5 de julho de 2012 15:00

      Meu amigo, preguiço não trabalha 192horas de graça para o estado e a sociedade todos os anos.

      Injustos ou mal informados são eles, pois os únicos explorados nesta relação trabalhista somos nós.

      Já fui vigilante nesta escala de 12x36 e na minha folga não tinha formatura, audiência, reunião e quando estava saindo de serviço não havia flagrante ou condução de xaropadas à delegacia.

      Eu recebia 16h extras semanais + adicional noturno. Na PM é tudo ao contrário e o militarismo é utilizado como forma de exploração trabalhista.

      O clamor social nunca aperta escala de oficial e nem mesmo a força de trabalho deles é deslocada para as ruas a fim de servir a sociedade. O clamor social só arrebenta com as praças.

      Nós trabalhamos 192 horas a mais todos os anos e sem remuneração pelo excedente trabalhado, sem contar formaturas e reuniões em nossas folgas, bem como sem contar aquelas escalas extras com direito apenas a um sanduíche com refrigerante.

      Quando me refiro às 192 horas a mais e sem remuneração não me refiro à carga horária que nem temos, mas a maior jornada de trabalho semanal prevista na Constituição da República que é de 44 horas/semana. Nós trabalhos 48 horas/ semana, ou seja, 16 horas a mais todos os mês além do limite suportável, mas pobres de espíritos, maldosos e mal informados ainda nos chamam de preguiçosos.

      Eu sou trabalhador explorado e preguiçoso com certeza é quem defende trabalho excedente escravo como Iunes que é empresário de segurança privada e seus bajuladores com espaço na mídia.

      Excluir
  12. Pôxa esta postagem está com formatação ruim. Mano edite ela e coloque na formatação adequada ao blog. Cópia para o word ou similar e posta novamente. Tá fazendo vergonha ao blog.

    ResponderExcluir
  13. Oficial acusado de PECULATO e IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA, entre outro processos, assume comando de companhia em boquim, um belo exemplo para os seus comandados, pois o comandante é o espelho da tropa. isso só acontece em SERGIPE.

    ResponderExcluir
  14. Formatura (só existe no militarismo) x Descaso com a população.
    Realizada na manhã de hoje, 05 de julho de 2012, a tal formatura veio mais uma vez confirmar o que já todo policial militar já sabe: ouvir o mais do mesmo, ou seja, além de uma desnecessária prestação de contas (policial militar não é membro do TCE) promessas, boas intenções, coisas que o diabo anda cheio.
    Não se admite mais, nos dias de hoje, policiais serem convocados para uma formatura onde o resultado é inócuo, sem nenhuma novidade palpável, a não ser satisfazer as vontades, o ego do comandante de plantão e, de quebra, entediar os policiais que ficam debaixo de sol a ouvir coisas pouco prováveis que aconteçam: foi dito pelo comandante que fora enviado para a seplag um orçamento visando à aquisição de vários itens pela PM, dentre eles, viaturas, coletes balísticos e etc. num valor total de cerca de 4,5 milhões de reais. Todos e quaisquer equipamentos que venham a melhorar a atividade policial é salutar, é imprescindível, isso é uma verdade. Entretanto, querer acreditar que o senhor Oliveira Junior, senhor todo poderoso deste governo, irá liberar esse montante de recursos é o mesmo que jurar de pés juntos que 2+2 são cinco. Não será liberado nenhum quarto desse montante. Pago pra ver!
    Escala de serviço:
    Foi dito pelo comandante que se faz necessário adequar a escala, tendo em vista que a policia é uma só. Realmente, a policia é uma só, porém, não se pode, em nome desse argumento e da pressão do governante de plantão, querer se fazer multiplicar o efetivo nas ruas implantando uma escala massacrante, incompatível com a atividade policial que é naturalmente estressante. Talvez, a escala 12/36 sirva para o vigilante que trabalha interno e sem confrontar-se diretamente com os problemas, os mais diversos, advindos da população. Temos que pensar para frente. Alegou-se que não seria possível exigir hora extra com a escala 12/48. Por que não é possível, qual o argumento? Será que imaginam que o policial coloca a farda e sai pra rua pra brincar. Amigos, no instante em que o policial coloca a farda ele já está automaticamente investido de uma responsabilidade tamanha, passível de receber solicitações da população, as mais variadas, até mesmo do seu vizinho ao sair na rua. Esse argumento, por si só, já serve para justificar o policial trabalhar 36 horas semanais, o que só é possível com a escala 12/48.
    Hora-extra:
    Tem policia quem pode. Se não tem efetivo para suprir a demanda de festas e mais festas, problema dos festeiros e, sobretudo, dos que as patrocinam visando invariavelmente o lucro.
    Senhor comandante, reflita, pense com carinho, o senhor é um homem inteligente.
    Policia é policia!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inteligencia e esperteza são coisas diferentes. oficial esperto é o que chega ao comando geral. oficial inteligente geralmente é o que fica no corredor, ou seja, sem função.

      Excluir
  15. EXTRA EITA QUE DESCOBRIRAM A IDENTIDADE SECRETA DO CAPITÃO LANCHE
    Os militares de Estância passaram fome durante os festejos juninos da região, o CAPITÃO LANCHE não REPASSOU para a tropa a alimentação fornecida pelo organizador do evento, logo ao término dos eventos o CAPITÃO LANCHE levou para sua residência todo o excedente do lanche, era muita humilhação nos eventos, os praças tinham que mendigar pelo fornecimento do lanche. Pois é meus amigos, se fosse um praça era procedimento aberto no mesmo momento, acordem para a realidade que nos cerca, o SISTEMA só serve para nos punir, alguns OFICIAIS têm benefícios que fogem das suas prerrogativas funcionais, são muitos benefícios, sendo que o principal é o fato de não serem fiscalizados diante de suas atribuições.
    BOQUIM, não vai ficar uma laranja na cidade, o CAPITÃO LANCHE chegou, corram, e os policiais da Cia é bom armazenarem a alimentação, pois, o CAPITÃO LANCHE não perdoa, leva tudo, come tudo, e ainda por cima da CANETADA em quem reclamar.
    ABRAÇOS

    ResponderExcluir
  16. EITA QUE DESCOBRIRAM A IDENTIDADE SECRETA DO CAPITÃO LANCHE
    Os militares de Estância passaram fome durante os festejos juninos da região, o CAPITÃO LANCHE não REPASSOU para a tropa a alimentação fornecida pelo organizador do evento, logo ao término dos eventos o CAPITÃO LANCHE levou para sua residência todo o excedente do lanche, era muita humilhação nos eventos, os praças tinham que mendigar pelo fornecimento do lanche. Pois é meus amigos, se fosse um praça era procedimento aberto no mesmo momento, acordem para a realidade que nos cerca, o SISTEMA só serve para nos punir, alguns OFICIAIS têm benefícios que fogem das suas prerrogativas funcionais, são muitos benefícios, sendo que o principal é o fato de não serem fiscalizados diante de suas atribuições.
    BOQUIM, não vai ficar uma laranja na cidade, o CAPITÃO LANCHE chegou, corram, e os policiais da Cia é bom armazenarem a alimentação, pois, o CAPITÃO LANCHE não perdoa, leva tudo, come tudo, e ainda por cima da CANETADA em quem reclamar.
    ABRAÇOS

    ResponderExcluir
  17. deixe de ser otário rpzinho viadinho que fica repetindo o comentário!!

    ResponderExcluir
  18. Preguiçosos são Iunes e seus Puxa-Sacos !5 de julho de 2012 15:40

    Preguiço não trabalha 192horas de graça para o estado e a sociedade todos os anos.

    Preguiçosos são eles, pois os únicos explorados nesta relação trabalhista somos nós.

    Já fui vigilante nesta escala de 12x36 e na minha folga não tinha formatura,audiência, reunião e quando estava saindo de serviço não havia flagrante ou condução de xaropadas à delegacia.

    Eu recebia 16h extras/mês (inclusive acréscimo aos domingos e feriados) + adicional noturno. Na PM é tudo ao contrário e o militarismo é utilizado como forma de exploração.

    O clamor social nunca aperta escala de oficial e nem mesmo a força de trabalho deles é deslocada temporariamente para as ruas a fim de servir a sociedade. O clamor social só arrebenta com as praças.

    Nós trabalhamos 192horas a mais todos os anos e sem remuneração pelo excesso, sem contar formaturas e reuniões em nossas folgas, bem como sem contar aquelas escalas extras com direito apenas a um sanduíche (pão esfarelando) com refrigerante.

    Quando me refiro às 192horas excedentes e sem remuneração não me refiro à carga horária que nem temos, mas a maior jornada de trabalho semanal prevista na Constituição da República que é 44 horas/semana. Nós trabalhos 48 horas/ semana, ou seja, 16 horas a mais todos os meses além do limite suportável, mas pobres de espíritos, maldosos (puxa-sacos) e mal informados ainda nos chamam de preguiçosos.

    Eu sou trabalhador explorado !

    No dia que for estabelecida carga horária de até 44horas/semana o estado-governo-sociedade será o primeiro a dizer que escala de 1 X 3 e 12x36 são inadequadas, pois onera a folha de pagamento com horas extras e adicional noturno, mas como atualmente é 0800 (grátis) não estão nem aí para nossa saúde e convívio familiar.

    Preguiçoso com certeza é quem defende trabalho excedente escravo como Iunes que é empresário de segurança privada e seus bajuladores com espaço na mídia.

    Lembrem que Coronel Iunes, O operacional, fugiu de comandar em 2007 o Batalhão de Canindé do São Francisco porque a viagem era longa e atrapalharia seus negócios privados.Pediu tudo que foi férias, licença especial para fugir do serviço no interior.

    Então, quem é o verdadeiro preguiçoso nesta história ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EU LEMBRO DISSO E ELE FUGIU MESMO DE COMANDAR O 4BPM POR CONTA DA VIAGEM QUE TOMARIA DELE DISTANCIA DA CAPITAL E CERCA DE 4HORAS DE VIAGEM NA IDA E VOLTA. ESTE MESMO CARA DE PAU QUE QUER PIORAR A EXPLORAÇÃO DE TRABALHO PARA AS PRAÇAS. SE A ESCALA DE 12HORAS FOSSE A MAIS ADEQUADA ELE MESMO NÃO MEXERIA NA ESCALA DA RÁDIO-PATRULHA QUE JÁ ESTAVA DE 12H. O DESEJO DELE É TOCAR HORROR E PASSAR A IMAGEM QUE AQUELES QUE SÃO CONTRA SUA ESCALA SÃO PREGUIÇOSOS. ELE MESMO É O PREGUIÇOSO-MOR E QUANDO FOI PARA DAR SUA PARCELA DE CONTRIBUIÇÃO AO CLAMOR SOCIAL COMANDANDO UM BATALHÃO DO INTERIOR EM 2007 SIMPLESMENTE SE AFASTOU DA CORPORAÇÃO TIRANDO VÁRIAS FÉRIAS E L.E. AGORA PARA QUEBRAR A POUCA MOTIVAÇÃO QUE NOS RESTA VAI QUEBRAR UMA ESCALA QUE JÁ É DE EXPLORAÇÃO EM HORAS TRABALHADAS. É ALGO ILÓGICO, POIS SE EU TRABALHO 1X3 VOU EXCEDER EM 192HORAS O LIMITE PREVISTO NA LEI MAIOR E NA ESCALA DE 12X36 TAMBÉM VOU EXCEDER EM 192H O MESMO LIMITE. COMO PODEREI RENDER MAIS SE SEREI EXPLORADO DO MESMO JEITO E COM AGRAVANTE QUE SERÃO 16 SERVIÇOS POR MÊS, DIMINUIÇÃO DO CONVÍVIO FAMILIAR E VIDA SOCIAL?
      SÓ UMA FRAUDE COMO IUNES, MAIS UMA FRAUDE NO COMANDO DA PM. UM CHEQUE SEM FUNDO NO COMANDO DA PM...OUTRO...ATÉ QUANDO MEU DEUS !

      Excluir
  19. Alláh Akbar!
    Alláh Akbar!
    Alláh Akbar!

    http://www.youtube.com/watch?v=iEJNZjtuHgs&oref=http%3A%2F%2Fwww.youtube.com%2Fall_comments%3Fv%3DiEJNZjtuHgs%26page%3D1

    ALLÁH AKBAR!!
    ALLÁH AKBAR!!
    ALLÁH AKBAR!!
    ALLÁH AKBAR!!

    ResponderExcluir
  20. Esse mesmo capitão (lanche)apesar de estar na cia de Boquim, organizou uma escala extra com os militares da sede do 6°BPM para uma cavalgada em um povoado de Estancia (esse serviço seria ressarcido através de folgas). Algumas horas após chegarem ao evento, o tenente que comandava os militares junto com seus comandados foram abordados pelo organizador do evento, que veio de forma ríspida e bradou: onde estão todos os homens?pois paguei pelo policiamento e esse efetivo é muito pequeno para cobrir todo evento até o término. O tenente muito surpreso ao ouvir o que o cidadão falava exclamou: a quem vc pagou, pois aqui ninguém esta recebendo nada para estar no seu evento, e tem mais, meia noite meus policiais irão ser recolhidos e vc será responsável pelo tempo restante de sua festa. OBS: a todo momento era feito agradecimento pelo narrador da cavalgada ao capitão lanche pelo apoio!!!!

    ResponderExcluir
  21. Vejamos, hoje estamos passando por uma situação difícil em que o vagabundo disse em uma solenidade no TJ/SE, que nós sentiríamos saudades de outras épocas, é verdadde, a escala mudará a partir do dia 16/07/2012 para uma jornada de 12x36, pois, é fruto da covardia de muitos que não quiseram, por medo, covardia, comodismo e algo mais. No entanto, um outro vagabundo que quer chegar ao posto CORONEL falou em uma reunião que se a tropa confiasse nele, a escala não mudaria, mas ele se mostrou ser igual ao outro muleque e não cumpriu com a sua palavra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E vc achava que seria diferente? na primeira reunião de oficiais ele disse que bons eram os coronéis de antigamente e ainda teve oficial que concordou. Depois disse que resolveu o problema de PM não fazer TCO ameaçando tirar os PMS das delegacias (PM é moeda de troca?.

      Excluir
    2. ISSO MESMO ! PARA IUNES, JACKSON E CIA LTDA NOSSA FORÇA DE TRABALHO É MOEDA DE TROCA EM TODOS OS SENTIDOS (PROMOÇÃO PESSOAL, GANHOS PESSOAIS, ETC) E PARA ELES NÃO PASSAMOS DE BARATAS.

      Excluir
  22. PARECE MENTIRA MAS NÃO É: SARGENTO EDGARD RESPONDE A MAIS UM IPM. É O SEGUNDO EM TRÊS DIAS.

    Nesta quinta-feira, 05, o presidente da AMESE, Sgt. Edgard Menezes, foi notificado de mais um IPM que irá responder. Este é o segundo IPM aberto contra o representante de classe me três dias. Lamentamos tantos procedimentos abertos contra um companheiro que o suposto crime que praticou, foi lutar por melhores condições de trabalho para a classe militar.

    Confiram a mais nova notificação entregue ao Sgt. Edgard:

    fonte:faxaju (Munir Darrage)

    ResponderExcluir
  23. Companheiros, a culpa não é do Coronel Iunes, e sim da categoria que não paralisou quando devia parar para mostrar ao grevistamor a força da categoria.

    ResponderExcluir
  24. ATENÇÃO CAMARADAS, ACABEI DE SABER DE UM PM DO CPMC, QUE A ESCALA VAI SER MESMO DE 12X36, É TÃO VERDADE, QUE O CPMC PEDIU PARA AS COMPANHIAS MONTAR TAL ESCALA E ENVIÁ-LA ATÉ O DIA 10 (TERÇA-FEIRA).

    ResponderExcluir
  25. A CPTRAN É SHOW OU "CHEIAS DE CHARMES"

    LÁ NOS TEMOS: CHAYENE
    PERSONAL CURICA
    AS EMPREGUETES


    QUALQUER CONHECIDÊNCIA É PURA ESPECULAÇÃO

    ResponderExcluir
  26. VERDADES DO SGT EDGARD5 de julho de 2012 17:52

    POLÍTICA É O CAMINHO,OU NUNCA VAMOS SER CIDADÃOS
    Companheiros(as) peço cada vez mais união entre nós, esse momento político está aparecendo os desagregadores a serviço do sistema, olhe senhores a situação para nós é tão ruim que no dia de ontem em contato com o jurista Emanuel Cacho, que participa da comissão para fazer alterações no código penal civil, e eu perguntava ao mesmo se haveria alterações no código penal militar, senti nele um constrangimento ao responder que ficaria para uma outra comissão, eu disse como pode um novo código liberar o plantio e o uso da maconha, e continuar um código militar que pode prender alguém por ir ao banheiro, citei o caso da cabo Ediana, e ficou notório que insistem em nos deixar atrelados ao mais puro militarismo, não querem de maneira alguma que sejamos cidadãos do mundo, e ai ficam alguns irresponsáveis querendo tirar as polícias e bombeiros militares do único caminho a ser seguido para que possamos virar o jogo a nosso favor, que é o caminho político, e esse maldito fenômeno está no Brasil todo, o sistema Nacional que nos aprisionar, para vcs terem uma idéia a reunião Nacional de Comandantes Gerais do Brasil, é para tratar desse tema, por isso companheiros peço aos senhores que votem em quem vcs acharem que deve mas vote em um militar, abraços.

    ResponderExcluir
  27. vá se fuder naõ faço mais nada seus filhos da puta, oficias não prendem ninguem, voçes vão comandar mortos vivos.

    ResponderExcluir
  28. tem um capitão que tá fazendo média com deus e o diabo para ser promovido a major. ele tá dizendo na sua cia que vinte tombarão a sua direita, 20 a sua esquerda...kkkk

    ele comanda meia duzia de motos, conduzidas por motoqueiros

    além de babão e subserviente é mentiroso

    cuidado pracinhas motoqueiros, voces farão media para um capitão ser promovido

    eu já vi esse filme, né abençoado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SE DEPENDER DE NÓS ELE VAI SE DESPROMOVIDO, VAMOS FICAR EMBAIXO DE UMA ARVORE COM UMA SOMBRA BEM GRANDE. ELE NÃO ENGANA MAIS NINGUÉM. DESMILITARIZAÇÃO É A SOLUÇÃO. CHEGA DESSES HOMENS LIXO( OFICIAIS VENDIDOS )

      Excluir
  29. recebo ordem do mago do cpmc para escalar minha cia 12 x 36

    pracinhas estão fudidos

    ResponderExcluir
  30. Sei que nas próximas eleições estamos entre a cruz e a espada mas policial militar votar em João alves é o cúmulo. Além de quase matar o policias militares de fome com um salário miserável houve uma mágica dos matemáticos do governo João da ponte: retiraram um bocado de gratificações chulas que eles chamavam de penduricalhos fizemos a conta e no final percebemos que não houve aumento nenhum, mas a SECOM do governo bradou aos sete ventos que tivemos um aumento decente, pura mentira, mas a população acreditou e outra peripécia do governo João da água foi pagar mais a Soldado recruta que um Cabo véio, todos lembram disso. Portanto devemos ter discernimento e ver direitinho o que é vingança contra Déda e ver o nosso futuro, com João coragem na Prefeitura de Aracajú será um pulo para o governo porque eles sabem manipular muito bem os desinformados, infelizmente. No segundo governo de João alves eu trabalhava num DPM do interior e ví com tristeza um Cabo véio vender seu revólver para dar comida a família, com certeza estamos num dilema.

    ResponderExcluir
  31. Parece que alguém "qué mostrá qui é cabra-homi" mudando a escala da polícia. É uma questão de ego, de comando, de macheza, de mostrar que é o cara, que tem pulso firme huhuauhaa eu tenho pena desses caras...devem ser tudo uns velhos brochas em casa uhuhauha aí em vez de fud... a esposa, querem fud... com os praças hehe fodam com eles que eles fodem com a população (policiamento sem "ânimo") e a escala volta a ser o que era antes e vocês saem das suas cadeirinhas mornas do qcg direto pra casa com direito aos proventos mais o pijaminha e a mamadeira huauhuauhau e só pra constar...eu adoro esse "blog de bosta" hehe

    ResponderExcluir
  32. mudanças radicais nunca deram, dão ou darão certo..tudo na vida é uma troca..como é que um pm vai ter disposição pra trabalhar se ele é soldado a 18 anos sem promoção? se a escala dele vai piorar? se ele perde a preciosa folga dele pra ter que ir pra formatura, escala extra e audiências? só quero ver qual a mágica que vão usar pra incentivar o policial a trabalhar com bom estado de espírito em meio a tanta imoralidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles escondem a podridão interna, a falta de estrutura, estagnação na carreira das praças que levam esta polícia nas costas, excesso de horas trabalhadas e vendem um lixo como se fosse a solução dos problemas da PMSE. Este lixo é a possível escala de 12x36 e depois quem pagará é a própria população. O pior é que esta sabotagem visa realmente prejudicar mais ainda a instituição e quando a coisa ficar feia o máximo que vai acontecer são estes irresponsáveis do Iunes e Jackson serem exonerados dos cargos. A segurança pública de Sergipe está entregue a empresários(Iunes e João Eloi) e amigos (TC Jackson) de empresários da segurança privada.

      Excluir
  33. a população vai sentir saudades da polícia pré-escala-12x36..vai fazer falta a RP das antigas, as companhias de área também..já tentaram botar essas escalas 12x36 e 12x24/12x48 mas nunca deu certo..aposto que não vai ser dessa vez que isso vai funcionar..tem muita coisa errada na polícia e na segurança pública e não vai ser uma escala de serviço que vai conseguir melhorar tudo não

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Problema gerencial, estrutural, motivacional e opressão, mas para eles resolver o problema da PMSE é mudar escala e usar boinas. Pronto !
      A população pode ficar serena porque acharam a solução para melhorar o policiamento com o dueto:
      Escala e boina.

      Excluir
    2. A desmotivação que antecede esta nova escala é mais que visível e chega a ser palpável, mas como o objetivo é fazer o mal visando ganhos particulares (expansão dos negócios privados de segurança por conta da queda de qualidade acentuada do P.O), então vão querer maquiar a maldade nos chamando de PREGUIÇOSOS.
      A maior decepção que tive de declarações de todos os comandantes-gerais que vi foi Iunes nos taxar de preguiçosos. Este pinóquio que sabe de nosso excesso não remunerado de horas trabalhadas, mas ocupa microfones para se valer de sua tática nazista.
      Até quando teremos que conviver com estas fraudes e este é fraude mesmo pq entrou no serviço público sem concurso e no trem da alegria do Coronel Prudente.

      Excluir
    3. coronel iunes mude a escala do getam, por que eu quero parar de trabalhar. A RP ESTÁ DE PARABÉNS, AQUI NO GETAM VAMOS FAZER A MESMA COISA.

      Excluir
  34. Vou contar agora porque o governador marcelo déda é tão bonzinho com os PCs e tão malvado com os PMs.
    Aqui está uma pequena parte do dossiê que os delegados tem em mãos e que tive acesso:
    Marcelo déda, alcoolatra, usuario de cocaina, espancador da pobre da esposa, muitas das vezes ela(a esposa) fica sem sair de casa por dias e dias, para se recuperar das escoriações, resultante das agressões sofridas pelo excelentísimo governador do estado de sergipe MARCELO DÉDA.
    É por isso que os PCs tem dédinha nas mãos. O que eles querem marcelo déda dar sem titubear.

    ResponderExcluir
  35. Vou contar agora porque o governador marcelo déda é tão bonzinho com os PCs e tão malvado com os PMs.
    Aqui está uma pequena parte do dossiê que os delegados tem em mãos e que tive acesso:
    Marcelo déda, alcoolatra, usuario de cocaina, espancador da pobre da esposa, muitas das vezes ela(a esposa) fica sem sair de casa por dias e dias, para se recuperar das escoriações, resultante das agressões sofridas pelo excelentísimo governador do estado de sergipe MARCELO DÉDA.
    É por isso que os PCs tem dédinha nas mãos. O que eles querem marcelo déda dar sem titubear.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se isso for verdade envie para o email dele e comece a barganhar ou envie logo à imprensa.

      Excluir
    2. Se for não,é verdade,um colega que trabalhou no GMG mais especificamente na segurança da primeira dama me falou sem querer - das agressões feitas a esposa - e depois que viu o que tinha soltado numa conversa descontraída me pediu segredo,claro,que vou manter em segredo,más só o nome dele mesmo!!!

      Excluir
    3. E a PC tem mais,tem também as festinhas organizadas por um parente de um grande legislador federal,regradas a droga e menores em um cidade no interior do estado!!!

      Excluir
    4. E ainda tem mais,tema a filha dele também,fruto do primeiro casamento,altamente viciada em tóxicos,vive chapadona como se diz por ai,ao ponto de ter sido levada para uma Delegacia,onde teve o seu TOC não registrado e o caso abafado,com que propósito eu não sei...Entendem porque não é bom que a PM faça TOC?

      Excluir
    5. e o Cachoeira sergipano?

      Excluir
  36. Publicado em: 06/07/2012 12:48:56
    SARGENTO EDGARD PODE SER EXPULSO EM BREVE

    O presidente da Associação dos Militares do Estado de Sergipe (AMESE), sargento Edgard Menezes vai responder a mais um Inquérito Policial Militar (IPM). O ultimo procedimento instaurado contra o militar, será respondido no Batalhão de Choque e proximo será no dia 11, já que na manha desta sexta-feira o militar foi comunicado que será ouvido em um Conselho Disciplinar.

    Nesta quinta-feira (05), Edgard Menezes, foi notificado de mais um IPM. Este é o terceiro procedimento aberto contra o representante de classe em três dias. Só neste ano, o policial já respondeu a mais de dez procedimentos investigatórios, e o que tem chamado a atenção no resultado desses inquéritos é que mesmo ele (Edgard) ser absolvido, há sempre um oficial superior para avocar a decisão.

    No Conselho de Disciplina, se julgado culpado, o seu destino será o mesmo que foi dado a Vieira. Edgard Menezes poderá receber como recompensa pelos 21 anos de trabalho na policia militar de Sergipe, “ser expulso ou transferido para a reserva recebendo a metade do salário”.

    As informações passadas por alguns policiais militares que preferem o anonimato com medo de represálias, é que “assim como fizeram com o sargento Jorge Vieira que acabou sendo reformado e aguarda apenas a publicação, o sargento Edgard Menezes também estaria escalado para ir para a reforma já que eles falam muito e isso não agrada ao sistema”, ironizou o militar.

    A situação que vem enfrentando os dois policiais, tem causado transtorno principalmente para os familiares que “vivem diariamente inseguros com o que pode acontecer com o chefe de família”.

    Procurados para falar sobre o assunto, os dois militares preferiram não se pronunciar, mas se nota que ambos estão abatidos com tudo que estão enfrentando por conta de defender melhores condições de trabalho para a corporação
    fonte:faxaju (Munir Darrage)

    ResponderExcluir
  37. acho que os colegas de "06:20", "09:51" e "09:54" começaram a jogar a merda no ventilador...já tá fedendo

    ResponderExcluir
  38. Soldadinho de polícia6 de julho de 2012 13:15

    Todo mundo já sabia disso, apenas não era comentado em público!

    ResponderExcluir
  39. Pergunta até quando deveremos da um voto de confiança ao governador?passam-se os dias e os pracinhas só ferro enquanto isso o nosso deputado estar se recuperando da ressaca dos festejos juninos de sergipe.Enquanto samuca com sua imunidade parlamentar discansa yunes maltrata a tropa.Deputada de verdade é Ana Lucia mesmo no recesso do parlamento ela continua brigando pelos professores e Samuel?agora eu ja sei para que yunes vei para ferrar com a tropa.Ainda bem que só falta dois anos e meio para acabar o reino Marcelo déda.

    ResponderExcluir
  40. Boas noticias
    Tomei conhecimento que o (TRE)esse ano ira dixar as despesas da eleiçao a cargo da pmse os policiais empregodos no pleito iram receber grae.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    acho que essa eles pagam

    ResponderExcluir
  41. puxa se o q disseram do deda for verdade tamos no fundo do e sera condenado. mas se o tc fez aquilo e foda. chefe da arbitragem sem traficar influencia? quem manda e o ivaney? s n acredito sera que ele mendigava mesmo? de uma coisa tenho certeza o chaves e donald tao se locupletando e atochando nos praças. será? os tinha numa boa conta. acreditava serem rigidos, masa dinamicos, serios. vms descobrir e denunciá-los tb. cruzis credos. são um dos poucos que ate aqui se salvam. n acredito, praçarada chequem ate onde os dois vao

    ResponderExcluir
  42. o que ganho e o suficiente pra viver com dignidade, minhas maos sao limpas podem rastrear. falo por mim mas nada depoe contra o chaves, quem n deve n teme quem, por ventura deva, que responda no forum competente

    ResponderExcluir
  43. 1/2 quilo de osso que há 20 anos reside em Aracaju/Sergipe/Nordestão brasileiro, por incrível que pareça, ainda em sua fala usa o sotaque carioca. Por que será hein? Seria para impressionar os sergipanos tolos e pouco instruídos? Acho que sim, pois o aprendiz maquiavélico desde seu ingresso na corporação por via fraudulenta, ou seja, sem concurso público, percebeu que poderia alcançar voos mais altos, o que de fato ocorrera com a sua ascensão ao comando e, por conseguinte, colocar em prática seus reais interesses, mesmo que para isso não tenha nenhum pudor em passar por cima dos que realmente carrega nas costas o pouco de segurança que é ofertada à população, as praças, sargentos, cabos e soldados são os carregadores de piano que mal ou bem ainda fazem soar a melodia de um pouco de paz neste Estado. Esse cidadão Iunes veio, segundo ele próprio, do Rio de janeiro contando na bagagem com um curso R2 feito nos fundos de qualquer quartel do EB tupiniquim e, mesmo assim pouco humilde e depois, inclusive, de adquerir uma empresa de vigilancia quer transformar a PMSE numa sua filial ao tentar implantar a mesma escala de serviço dos seus empregados (coitados) nesta corporação nordestina e que o recebeu de braços abertos.

    ResponderExcluir
  44. O capitao AGUINALDO todas as vezes que tem evento em estancia ele nao coloca gelo na agua mineral para os pracas nao beber e ele levar para casa.Ja o lanche é racionado mas o fila da puta nao pega infeccao intestinal. Eita estomago de lanche... ou aço!

    ResponderExcluir
  45. Se o TC fez o que?Rum lá em Lagarto ele fez isso sim e não só ele,teve outro TC que fez tb,e com o mesmo modus operandi,e hoje é um dos manda-chuvas da PM,querem saber quem foi?Adianto que desse até o Governador ficou sabendo,e pergunte o que ele fez?Conto também,é só pedir!!

    ResponderExcluir
  46. E tenham cuidado com o 7º BPM oficiais,vejam o histórico daqueles praças e de quem tenta deles se utilizar para se locu-petear da coisa pública e privada utilizando a PM,vejam bem,tomem cuidado,ou próximo a sair de lá com os costumes expostos pode ser você,não é não Major Rogério?Mágico do Rancho e da bicharada?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rapa n entendi. quais os costumes? o iubline desvia e ajuda as cozinheiras? a keli apoia o trafico? o rogerio levava comida? o bichinho imcompetente q gosta dinheiro. o chaves qer chave de tudo. abriu a caixa beneficente.deus nos proteja, praçarada acompanhem o chaves e o donald. sera que corremos perigo de saques? sei la

      Excluir
    2. Em lugar de lamentar o pelo leite derramado aconselho a praçarada do 7º que façam como eu faça a sua parte, nem mais, nem menos. Assim 1000 chaves cairam a sua direita e 10 000 donalds a sua esquerda e tu não serás atingido. Faço meu feijão com arroz e vou para casa comer a sobremesa.

      Excluir
  47. Praças embusteiros tem que sofrer: saiam do COE RP GATI GETAM PEPAC CHOQUE GTA AMBIENTAL DELEGACIAS DO INTERIOR etc.Niguem sai né agora ficam reclamando. PAU coronel Iunes nestes alienados que acham que são policiais melhores que os outros. Comprem uniformes, coturno, cordas, facas bússula gás etc. Comprem o que quiserem para pagar seus embustes ao invés de tomarem vergonha na cara e lutar por uma POLICIA ESTADUAL DESMILITARZADA, RACIONAL, UNIFICADA, RESPEITADA MELHOR REMUNERADA e PREPARADA para defender voces suas familias e a SOCIEDADE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Soldadinho de polícia6 de julho de 2012 18:17

      Perfeito o comentário, vc tem toda razão camarada!

      Excluir
    2. É isso ai: por uma única Polícia estadual, de natureza civil e com carreira única.

      PC esclarecido.

      Excluir
    3. Companheiro das 18:10, sou da RP e se você souber como se faz para sair da cia me avise, e aos outros também, pois estou tentando há meses sair desta unidade para qualquer lugar e não consigo. Digo com toda sinceridade,já acabaram com a RP.

      Excluir
    4. Também concordo,excelente comentário,só que cabe um parênteses:como disse o outro colega aqui nas respostas,além dele tem muita gente tentando sair da RP só que não está conseguindo,muita gente mesmo.Imagine ai,você acha que o cmd vai deixar alguém sair de lá neste momento?E sem falar que quem vai querer ir para também neste momento?Não sou Rádio Patrulheiro,más do pouco que os conheço posso te dizer,não se comparam aos embusteiros do CHOQUE,GETAM E COE,POIS SÃO MUITO MELHORES,tem uma coisa fundamental para qualquer homem,VERGONHA NA CARA!!Veja quantos ROP's já foram feitos por eles depois que mudaram a escala?

      Excluir
    5. Otimo comentário parabéns, embuste não enche a barriga da minha familia, me considero um dos policiais mais compromissados com a segurança publica, mas na hora de lutar por verdadeiras melhorias que se dane a operacionalidade. Acredito que a cor da farda não faz um policial melhor do que outro, a consciencia e responsabilidade é que pode torna-lo digno de estar do lado dos verdadeiros guerreiros, o resto é só infantilidades, somos policiais seja onde for, mas tambem somos cidadãos e temos que lutar para sermos tratados com dignidade e não como burros de carga.

      Excluir
    6. Cara vc falou tudo em poucas linhas. Parabéns!

      Excluir
  48. Soldado do bombeiro de Itabaiana foi preso em CANINDÉ após tentar roubar o veiculo de um taxista chegou a atirar contra o mesmo, a guarnição estava passando próximo e trocou tiro com o meliante e o prendeu sendo que o cunhado do soldado evadiu-se do local... Esse soldado é de Floresta.

    ResponderExcluir
  49. SGT ARAGAO FALAVA TAO BEM DA CIA DE CHOQUE QUE NO FINAL DE TUDO TEVE A TAL DECEPÇAO, QUE DECEPÇAO O PROPRIO CHOQUEANO ASSASSINOU SEU SOBRINHO. VA ARAGAO PUXAR SACO DE CHOQUE. ACORDE HOMEM. ESSES HOMENS DO CHOQUE SAO EMBUSTEIRO E A MAIORIA PUXA SACO DO MAJOR ROLEMBERGUE QUE E UM FALSO PROFETA. ACORDE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e gostam de androides(gay)

      Excluir
  50. QUE PORRA É ESSA NA CPTRAN:
    CHAIENE, EMPREGUETES E PERSONAL CORICA. AFINAL QUEM SÃO?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Começou as besteiras... Vão procurar o q fazer. Realmente a sua escala tem q ser mesmo 12x36 Porque tá sobrando muito tempo pra falar besteira.

      Excluir
  51. cara quem segura esse machado la? quem disse q faz bom trabalho? ele deve a vida a deus aos politicos ficou correndo atras de um de outros pra ficar la, qual o misteerio? autoridades e filhinhos de papai ele n pega na lei seca, vc lembra da ameaça daquele politico na blits machadinho? va pra operacionalidade rapaz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Capitão Machado e sua equipe de oficiais e praças são muito competentes Se efetuar a prisão de quase 20 pessoas em 15 dias n eh operacionalidade... Então meu caro colega vá se informar melhor antes de perder seu tempo tentando malucar a imagem de pessoas honestas q gostam de trabalhar.

      Excluir
  52. Após colegas o chaves estar botando para f........com os praças na auditoria militar,eu não entendo como funciona a policia militar o oficial é acusado de cometer crimes e ainda é capaz de apurar crimes,é mais depois do coronel viera chefe da corregedoria eu não dúvido de nada mais,teve um tc que foi pego pelo governador embreagado comandando um evento e não foi feito nada imaginem que porra de policia o estado de sergipe tem.Parabéns a todos os oficias,pricipalmente os superiores,do geito que a coisa anda só falta colocar o capital denisson para apurar a chacina do João Alves quem quiser duvide,quem não lembra-se tc Eliezer apurando procedimentos hoooooooooooo meu deus.Quando acabar querem aruínar a vida do sgt Edgar e outros que verdadeiramente defendem a classe.

    ResponderExcluir
  53. Atenção companheiro das 03:42 que tá na RP e tá interessado em sair daí. Também tô insatisfeito aqui na Guarda Municipal de TELHA e tô querendo sair daqui. Além da escala ter piorado, não tem adicional noturno, sem contar que ficar tomando conta aqui da praça é foda! pense nuns mosquitos enjoados da gota serena do estopô balaio.
    Depois entro em contato com voce pra gente oficializar a permuta, tá certo minha autarquia?
    Meu sonho era ir pra Ambiental. Pense numa farda bonita do Cranco! mas na RP já bom.

    ResponderExcluir
  54. Esse guarda municipal de Telha é primo de Xexéu.

    ResponderExcluir
  55. COMO É QUE VC SABE?

    ResponderExcluir
  56. Porque será que tiraram a alimentação da sede do Batalhão de choque?

    Cmt do Batalhão explique aos seus policiais e não passe a responsabilidade para o comandante geral.

    estamos de olho e precisamos de explicação.


    praças do batalhão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe porque a alimentação SELF-SERVICE foi retirada do BPCHOQUE?Eu te respondo:
      FOI PORQUE DURANTE O NOSSO MOVIMENTO CHAMADO DE TZ 2,ONDE BUSCÁVAMOS POR VÁRIAS MELHORIAS DENTRE ELAS O --- VALE TICKET --- NÓS CHOQUEANOS NOS NEGAMOS A LUTAR,DEIXANDO POR EXEMPLO DE FALTAR AO EVENTO PRÉ-CAJU,SEGURANDO O EVENTO COMO PAIS DA CRIANÇA E EVITANDO SITUAÇÕES QUE FORÇASSEM O GOVERNADOR A CEDER NAS NEGOCIAÇÕES,SIM A CULPA FOI NOSSA POR NÃO CONSEGUIR O QUE NÃO CONSEGUIMOS,CULPA DO CHOQUE!!AI ESSE FINAL DE SEMANA A JANTA QUE VEIO PARA O BPCHOQUE NO SÁBADO E NO DOMINGO FOI,01 POTINHO DE CANGICA,DAQUELES PEQUENOS DE SOBREMESA DE UNS 6 CM DE ALTURA POR 10 CM DE DIÂMETRO,MAIS 01 PEDAÇO DE BOLO VELHO,MAU-FEITO E CHEIO DE ÓLEO,E 01 PÃO COM MANTEIGA QUE NÃO DEU PARA TODOS,É POR ISSO QUE NÓS QUEREMOS RECLAMAR AGORA NÃO É?MÁS NA HORA QUE NEGUINHO VIU O JANTAR FICOU CALADINHO,NÃO SE VIU PRATICAMENTE NINGUÉM RECLAMAR,ERA COMENDO PARECENDO QUE ESTAVA SE ENVENENANDO,COM O RABINHO ENTRE AS PERNAS,EVITANDO ATÉ OLHAR UNS PARA A CARA DOS OUTROS,O QUE SERÁ QUE PASSAVA PELA CABEÇA,A CULPA É MINHA?SERÁ QUE ERA ISSO?
      POIS AGORA EU DIGO,BEM PREGADO PARA NÓS,QUANTO PIOR MELHOR,BANDO DE EMBUSTEIROS,PIDÕES,OU VOCÊS AI DE FORA ACHAM QUE O CHOQUEANO NÃO É PIDÃO,EIM?SOMOS SIM E VOCÊS NÃO IMAGIANAM O QUANTO!!!
      POR TANTO CHOQUEANO AI DE CIMA,SE ENTUPA,SE CALE,AGUENTE AGORA CALADINHO,NÓS FIZEMOS POR ONDE!!!

      Excluir
    2. Tirou porque o choque é policia igual a todos os Batalhões e tem que ser tratado igual, ou ta bom pra todos ou ta ruim pra todo mundo, essa alimentação de bosta veio pra todo mundo não foi só para o Choque.

      Excluir
    3. eu acho é pouco, todo castigo para o choque é d bom tamanho. Não é a 1ª vez q o choque trai um movimento em sergipe.

      Excluir
  57. Alô Sgt Cláudio Nunes(RP), você não é um sargento de policia :

    Voce é um ventilador NO BOTÃO 3 !
    Você é uma TOPIC BEM VAGA !
    Você é um CARNÊ QUITADO !
    Você é um CURSO DE GARÇON NO SENAI !
    Você é uma TV DE LED SONY 3D DE 50 POLEGADAS !
    Você é UM CARRINHO DE MÃO CHEIO DE SIRIGUELA !
    Você é O PRIMEIRO GOLE DE UMA SKOL BEM GELADA !

    Saia daí minha autarquia! seu lugar é aqui na Ambiental.
    É ou não É DOQUINHA ?

    ResponderExcluir
  58. ESSA AMBIENTAL SÓ TEM FULEIRO( NO BOM SENTIDO)Ô LUGAR BOM DE TRABALHAR.TRABALHEI AI E ATE HOJE TENHO SAUDADE DAQUELA GALERA BOA. TEM UNS TRES QUE NÃO VALE NADA COMO O SARGENTIANTE QUE SE ACHA OFICIAL, MAS É ASSIM MESMO, TODO LUGAR TEM PRAÇA QUE NÃO VALE NADA MESMO.

    ResponderExcluir
  59. Otimo comentário das 18:10 parabéns, embuste não enche a barriga da minha familia, me considero um dos policiais mais compromissados com a segurança publica, mas na hora de lutar por verdadeiras melhorias que se dane a operacionalidade. Acredito que a cor da farda não faz um policial melhor do que outro, a consciencia e responsabilidade é que pode torna-lo digno de estar do lado dos verdadeiros guerreiros, o resto é só infantilidades, somos policiais seja onde for, mas tambem somos cidadãos e temos que lutar para sermos tratados com dignidade e não como burros de carga.

    ResponderExcluir
  60. Bom, eu não tenho que reclamar não, tenho minha folga certinha, trabalho sem ninguém ficar enchendo meu saco, pois eu sei fazer da forma correta, o sgt sabe das dificuldades pois passa também por elas, o delega aqui da área fica na dele e não vem encher o saco! É bom demais! Eu mil vezes prefiro esse DPM do que trabalhar na capital. Com todo respeito, ainda não vi essa vantagem trabalhar em Aracaju...qual é mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vantagem é que eu entrei na Policia pra ser policial e no interior mal tem serviço, isso é uma questão pessoal, apesar de todas as dificuldades do serviço não estou interressado em que a segurança seja precaria, quero a melhoria efetiva da segurança, até porque enquanto cidadão almejo a paz e como tambem tenho familia desejo mais ainda. Não é porque a coisa ta boa pra mim que vou me acomodar, vou continuar reenvindicando que seja bom trabalhar em qualquer lugar e não apenas onde estou, acredito que quando todos tratarem os colegas com dignidade e respeito já melhorará bastante o serviço. De qualquer forma alguem tem que trabalhar na capital não cabe todo mundo no interior, vc já viu a quantidade de vagaba que tem em Aracaju, a policia tem que estar onde o povo estar, se o governo não cumpre a parte dele, vou cumprindo a minha na medida do possivel, veja um exemplo da nossa responsabilidade: quando evitamos de abordar um vagabundo e tirar uma arma dele, podemos ser alvo daquela mesma arma em nossa folga, ou então vamos ter que ficar trancados em casa.

      Excluir
    2. Soldado Desmoralizado pelo sistema8 de julho de 2012 03:45

      Perfeito companheiro! Parabéns ter esta opinião!

      Excluir
    3. balela... vc entrou na pm pra ser func publico com estabilidade, armado e cheio de mordomias. Em Aracaju vc tem como ser visto por seus amigos e familiares.
      Policia é policia em todo canto e certo está quem trabalha o suficiente. Ou vc acha que vai acabar com todos os bandidos??? Sejamos realistas...

      Excluir
  61. LIGADO NO MOVIMENTO7 de julho de 2012 11:16

    Governo apura irregularidades no fornecimento de refeições à Polícia Militar



    Por solicitação do Comandante da Polícia Militar, a Secretaria de Estado do Planejamento (Seplag) instaurou processo administrativo para investigar as deficiências verificadas no fornecimento de refeições à Polícia Militar. Segundo o Subsecretário de Administração, Walter Pereira Lima, o contrato atual estabelece regras rigorosas de higiene e qualidade, além de um cardápio que precisa ser cumprido à risca pelo fornecedor.

    O assunto foi tratado durante reunião do Comandante da PM com o secretário Oliveira Júnior, quando o Coronel Iunes reiterou a importância de apurar a qualidade dos serviços prestados por todos os fornecedores da corporação.

    Segundo o subsecretário Walter Pereira, a instauração de procedimento administrativo é uma exigência legal, pois o fornecedor tem o direito de oferecer defesa às acusações. Mas, se comprovadas as irregularidades, o fornecedor estará sujeito a penalidades que vão desde a suspensão do contrato, multas, e mesmo o impedimento de contratar com órgãos


    AGORA EU PERGUNTO E PORQUE NÃO FORNECEM O TICKTI REFEIÇÃO, JÁ QUE A PRESSÃO É MUITA? BALELA IGODO PENSAM QUE AGENTE É OTÁRIO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é engôdo para enganar a sociedade. Eles são cúmplices desta situação toda e nos bastidores todos falam o mesmo idioma.

      Excluir
  62. ALGUEM SABE DA "BRIGA" DO CEL GENARIO COM O CEL IUNES?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NÃO,MÁS CONTA AI!!!

      Excluir
    2. Eles estavam disputando para saber quem era o mais incompetente. Como deu empate vão lançar uma enquete no site da PM.

      Excluir
  63. Coronel Genário disse para Iunes que iria fazer concurso para polícia civil e o Coronél Iunes ficou furioso e soltou a baiana!!!!

    ResponderExcluir
  64. A Polícia Militar de Sergipe, em uma ação conjunta entre policiais militares do Comando de Operações Especiais (COE) e Batalhão de Polícia de Choque (BPChq), prendeu, na manhã desta sexta-feira, 06, Alef dos Santos Silva, de 18 anos, vulgo "Fofão".

    Em desfavor do indivíduo havia um mandado de prisão em aberto expedido pela 5ª Vara Criminal da Comarca de Aracaju, devido ao seu envolvimento em diversos homicídios e tráfico de drogas, conforme investigações da Polícia Civil.

    coe_2Alef foi detido em uma residência da avenida Santa Gleide, no bairro Veneza, em Aracaju, após informações de populares para o disque-denúncia 181. Equipes do COE e Choque, comandadas, respectivamente, pelo capitão Henrique e tenente Rocha, se deslocaram até a residência e notaram que o indivíduo tentou evadir-se do local pelos fundos, mas foi impedido pelo cerco policial previamente executado pelas unidades policiais.

    A ação teve o apoio da Polícia Civil, através da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol) e do Complexo de Operações Policiais Especiais (COPE).

    O caso foi encaminhado às dependências do COPE.

    O COE PRENDENDO BANDIDO PÉ DE CHINELO..............SÓ NA PMSE,DEIXE PARA A RP

    ResponderExcluir
  65. o COE não prendeu bandido pé de chinelo, apenas obedeceu as ordens da polícia civil para cumprimento de mandado de prisão

    a nossa querida polícia civil, incompetente nas suas missões constitucionais, mas eficientíssima em mandar na PM, aproveitou essa submissão do comando atual

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns ao Cap Fanfarrão Samuel. Enquanto os praças estão sendo massacrados nessa escala absurda, o nosso representante fica se passando de garoto propaganda do governo. Olha ele onde está ? É foda meu irmão. O Coro zuando na policia e esse cara se mostrando. Eita voto perdido da porra.

      Excluir
  66. O Cap GRAENALDO, Cap Agnaldo Cmt de Boquim, mais conhecido como Cap lanche (todo evento quando chega ao final, o referido oficial recolhe todo lanche que sobra coloca em sua bolsa e leva prá casa) continua aprontando, está escalando militares de folga para eventos particulares!!! Coronel Iunes, por favor mande esse capitão respeitar a tropa e a farda que veste!!!!

    ResponderExcluir
  67. As escalas extras continuam a todo vapor, vários eventos que não têm GRAE, pois estão fora do calendário de festas do estado são realizados com presença de militares de folga!! O agravante é que com o cancelamento do TAC por parte do MP, os policiais são escalado natoramente sem direito a nada!!! Isso está acontecendo em todo Estado, imaginem se Hitler tivesse conseguido aprovar o código anti-ético, nós estaríamos mais LASCADOS ainda!!

    ResponderExcluir
  68. Tudo isso que está acontecendo é devido a tropa não ter um representante competente na Assembléia Legislativa. A tropa está sendo massacrada pelos oficiais corruptos e bajuladores. A coisa tá feia. Tem oficial colocando duas escalas num mesmo serviço. Ou seja, o militar tira a sua escala ordinária e qdo essa acaba já entra em outra escala extra, isso tudo num mesmo serviço. Pois é meu irmão, fico olhando as fotos dos movimentos, TOLERANCIA ZERO I, II. Quando ele não era Deputado,ainda ia aos programas de rádio e falava a verdade para a sociedade, hj, ele é DEPUTADO, mas, onde ele está ? Porra..estamos fudidos. Valeu Deputado Fanfarrão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Discordo a culpa é toda nossa, pois relaxamos e não estamos comparecendo em massa nas assembleias. Antes reivindicávamos pela carga horária, promoção, alimentação decente... e hoje estamos de bocas vendadas sem gritar pelos nossos direitos. Lembrem-se que com esta escala vamos deixar de frequentar as nossas Universidades e Faculdades de forma assídua. Conclamo vamos à luta ou seremos tolhidos de mais um direito.

      Excluir
  69. Vou contar agora porque o governador marcelo déda é tão bonzinho com os PCs e tão malvado com os PMs.
    Aqui está uma pequena parte do dossiê que os delegados tem em mãos e que tive acesso:
    Marcelo déda, alcoolatra, usuario de cocaina, espancador da pobre da esposa, muitas das vezes ela(a esposa) fica sem sair de casa por dias e dias, para se recuperar das escoriações, resultante das agressões sofridas pelo excelentísimo governador do estado de sergipe MARCELO DÉDA.
    É por isso que os PCs tem dédinha nas mãos. O que eles querem marcelo déda dar sem titubear.

    Vou contar agora porque o governador marcelo déda é tão bonzinho com os PCs e tão malvado com os PMs.
    Aqui está uma pequena parte do dossiê que os delegados tem em mãos e que tive acesso:
    Marcelo déda, alcoolatra, usuario de cocaina, espancador da pobre da esposa, muitas das vezes ela(a esposa) fica sem sair de casa por dias e dias, para se recuperar das escoriações, resultante das agressões sofridas pelo excelentísimo governador do estado de sergipe MARCELO DÉDA.
    É por isso que os PCs tem dédinha nas mãos. O que eles querem marcelo déda dar sem titubear.

    Vou contar agora porque o governador marcelo déda é tão bonzinho com os PCs e tão malvado com os PMs.
    Aqui está uma pequena parte do dossiê que os delegados tem em mãos e que tive acesso:
    Marcelo déda, alcoolatra, usuario de cocaina, espancador da pobre da esposa, muitas das vezes ela(a esposa) fica sem sair de casa por dias e dias, para se recuperar das escoriações, resultante das agressões sofridas pelo excelentísimo governador do estado de sergipe MARCELO DÉDA.
    É por isso que os PCs tem dédinha nas mãos. O que eles querem marcelo déda dar sem titubear.

    Vou contar agora porque o governador marcelo déda é tão bonzinho com os PCs e tão malvado com os PMs.
    Aqui está uma pequena parte do dossiê que os delegados tem em mãos e que tive acesso:
    Marcelo déda, alcoolatra, usuario de cocaina, espancador da pobre da esposa, muitas das vezes ela(a esposa) fica sem sair de casa por dias e dias, para se recuperar das escoriações, resultante das agressões sofridas pelo excelentísimo governador do estado de sergipe MARCELO DÉDA.
    É por isso que os PCs tem dédinha nas mãos. O que eles querem marcelo déda dar sem titubear.

    Vou contar agora porque o governador marcelo déda é tão bonzinho com os PCs e tão malvado com os PMs.
    Aqui está uma pequena parte do dossiê que os delegados tem em mãos e que tive acesso:
    Marcelo déda, alcoolatra, usuario de cocaina, espancador da pobre da esposa, muitas das vezes ela(a esposa) fica sem sair de casa por dias e dias, para se recuperar das escoriações, resultante das agressões sofridas pelo excelentísimo governador do estado de sergipe MARCELO DÉDA.
    É por isso que os PCs tem dédinha nas mãos. O que eles querem marcelo déda dar sem titubear.

    ResponderExcluir
  70. A escala 054/2012 do CPMI, referente ao "ARRASTÃO DO BLOCO ZOEIRA ELÉTRICO" realizado em Estancia no dia 07/07/ 2012 (sábado), colocou mais de 23 militares de folga nesse evento e quem estava a frente do serviço????? Adivinhão acertou, é ele de novo O CAP GRAENALDO, MAIS CONHECIDO COMO CAP LANCHE, ESSE MESMO ELEMENTO QUE DURANTE O CARNAVAL ESTEVE ESCALADO TODOS OS DIAS E NOITES NO ABAÍS, PERGUNTE ELE CUMPRIU A ESCALA???? ELE CUMPRIU A ESCALA?? RESPONDO, QUEM VIU????!! Os militares foram retirados do seio de suas famílias para levar fumo, enquanto o bandido travestido de Cap AGNALDO leva o dinheiro todo para casa!!!

    ResponderExcluir
  71. Militares sergipanos, se algum oficial que não lhe respeita, colocar vc em escala extra em plena folga, NÃO VÁ!! COLOQUE ATESTADO, DESENRROLE, NÃO BAIXE A CABEÇA PARA ESSES VERMES DESMORALIZADOS QUE NÃO SE RESPEITAM E NÃO RESPEITAM A TROPA!!! EU NÃO VOU A ESCALA EXTRA NENHUMA E VC?????? ATESTADO JÁ!!!! GREVE BRANCA JÁ!!! RESPEITO JÁ!!!!

    ResponderExcluir
  72. Manos,
    aí vai um pequeno trecho do edital para médico da PMSE. Veja que o edital já define a carga horária.
    Então, temos ou não direito a carga horária? Os comandantes não alegam que os médicos são, antes de tudo, militares?
    Por que as associações não aproveitam essa informação e entram com uma ação na justiça?

    Perguntas e mais perguntas...

    O edital completo está disponível em:
    http://www.cespe.unb.br/concursos/_antigos/2006/PMSE2006/arquivos/ED_2006_PM_SE_ABT_FINAL.PDF
    POSTO DE 1.º TENENTE – ÁREA: MÉDICO
    REQUISITOS: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior
    em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação,
    acrescido de certificado de conclusão de residência médica e/ou título de especialista na área a que
    concorre, exceto para a área de Clínica-Geral, e registro no Conselho Regional de Medicina
    DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: efetuar exames médicos; concorrer a escalas de plantões
    em unidade de serviço do Hospital da Polícia Militar (HPM), atuando em urgências e emergências como
    Médico Especialista e/ou Médico Urgentista, após curso de formação obrigatório, desenvolvido pelo
    HPM; emitir diagnósticos; prescrever medicamentos; realizar outras formas de tratamento; fazer
    cirurgias, aplicando recursos de medicina preventiva ou terapêutica; participar de Junta Médica de
    Inspeção de Saúde, quando convocado para tal atividade; realizar outras atividades inerentes à condição
    de militar estadual e na área de sua atuação.
    SOLDO: R$ 1.015,00.
    JORNADA DE TRABALHO: 30 horas semanais.

    ResponderExcluir
  73. choque de parabéns8 de julho de 2012 12:58

    militares do choque na hora do desfile na praça sao francisco em sao cristovao agora à tarde, não prestaram continência para o governador

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi verdade estava lá alguns não olharam para o DITADOR. Ele na posição de Hitler sem platéia. Acho que o povo de São Cristóvão deu uma resposta ao seu governo das mentiras, tinha apenas os grupos folclóricos e ninguém prestigiando, foi uma vergonha. Hitler tinha platéia, era querido pelo seu nacionais!!!

      Excluir
    2. Choque, a vergonha da PMSE9 de julho de 2012 02:04

      Do que adianta virar a cara pro governador, quando no AUGE do movimento no pré-caju o choque furou o movimento e foi policiar o evento???

      Graça a Deus não faço mais parte dessa corja de ridículos!

      Excluir
    3. Verdade companheiro,agora não precisa mais virar a carinha e se fazer de ofendidinho!!!

      Excluir
  74. se isso foi mesmo verdade, mas uma vez o choqe tá de parabens.
    Esperos que as outras especializadas sigam o exemplo, mas o que vemos são umas querendo aparacer mais que outro. Vamos aguardar...

    ResponderExcluir
  75. Será que o que vejo é a união entre militares? O 12x36h vai provocar essa união. Pelo que vimos até agora o novo é mais do mesmo. Chamar os militares de preguiçosos? Começou com o administrativo 08 horas inócuas. Pois tudo se resolve mesmo até uma hora. Fez o teste nos otários do administrativo que não chiaram e agora vai para a tropa. Onde estão promoção, carga horária, nível superior....Vemos o militarismo ser utilizado como forma de escravidão. Soldados com quase 20 anos sem promoção e o que se vê é isso mais cobrança, cobrar de quem não tem mais a oferecer. É uma contrapartida se dá algo para se ter algo em troca, mas apenas querem tirar e vem como papo de quem reclama são preguiçosos. Jà chega não somos alienados que ouvem absurdos e concordam.

    ResponderExcluir
  76. isso mesmo, nós somos seres pensantes.
    Horario do adm foi um fracasso, ninguem vai resolver nada pela tarde. So gastos com energia, agua, alimentacao e prestigio do cmt da pm.
    Acabou com a grae e quer criar uma lei pra ela voltar com outro nome.
    Nenhuma melhoria pro policial. Este comando acabou antes mesmo de comecar.
    Escalas extras em folgas... isso nao existe.
    Greve branca JÁ.
    Criminalidade a todo vapor e nada de pm e nem pc fazer nada, so o basico.
    Fora Deda e toso os demais

    ResponderExcluir
  77. Vcs são burrinhos mesmo,né? Tão metendo o pau em Iunes sem perceber que ele está ajudando o movimento. Digam lá, como brigar por carga horária, se há três anos se fala nisso mas ninguém tinha argumento se não era unificada a escala? Deixem de ser burros, se não for escala única, e todos estiverem no mesmo barco, não adianta falar em carga horária. Iunes só não pode ficar propagandeando isto, deixem de ser tapados!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. burro é vc e yunes, pois a carga horária já poderia ser implantada por este comando que ai está, era somente ele estipular a que já existia, que era 24X72 para todas as unidades ou então a de 12X48 que seria mais humana, e a do administrativo de 8h às 17h. mas ele quer mostrar para sociedade o que este estado já não tem mais, que é o efetivo, pois o mesmo já esta velho cansado e reduzido. Mas yunes como todos os coroné de sergipe só pemsam no seu próprio umbigo e massacram os pracinhas apoiados nesse regime arcaíco chamado militarismo.

      VÊ VC SE ACORDA MANÉ!!!!!!!!!

      Excluir
  78. Polícia irá fazer concurso para 600 Pms somente e quem segura a carga nas costas são esses burros de cargas da ativa. A culpa do governador mais uma vez e nada de mobilização, se tem mais trabalho 12x36 e nada de mobilização, escala de vigilante da UNIÃO do Cel. Comandante Geral e nada de mobilização, puxas-sacos (Cb Prado) e nada de mobilização, expulsão de SGT Vieira (Com voto de Cap. Deny) e nada de mobilização, Sgt Edgar e major adriano Reis e nada de mobilização... Acho que merecemos muito mais trabalho, minha vida é a PM e realmente nada de mobilização. Adoro essa oração, NADA de mobilização. Acorda camaradas GREVE BRANCA JÁ na PMSE. Enquanto isso PC só de caviar e carro de luxo olhando os embusteiros.kkkkk

    ResponderExcluir
  79. Ele quer unificar o serviço da PMSE ao da sua empresa de segurança UNIÃO com a escala de 12x36. Se calados ficamos é porque estamos satisfeitos. Acorda kd o secretário colocar uma escala dessa para os PCs. Sou guerreiro porém não farei nada nessa escala.

    ResponderExcluir
  80. O capitão Samuel será entrevistado por Evanilson Santana para falar sobre as eleições municipais. Será que ele irá falar sobre as escalas? Duvido! Eita voto perdido da porra!!!

    ResponderExcluir
  81. coronel iunes peça para sair pelo amor de deus seu farsante não iluda a tropa pensando apenas nos seus propositos e vergonhoso a atual situação dos pms de sergipe e voce como um cego fica omisso a tudo jamais sera um cmt de respeito sem o apoio da mola mestre os cabos soldados e sargentos o governador esta usando voce como usou os outros

    ResponderExcluir
  82. Mais um golpe do Vieira para os coitados colegas da PM-SE. Assim como faliu a Caixa Beneficente, irá falir a Câmara dos Veredores de Aracaju! Os policiais não são otários! Seu gato Félix! Miauuuuuuuuuu

    ResponderExcluir
  83. Quer dizer Capitão Samuel que você, antes de se eleger, andava ombro a ombro com a tropa, mas, depois de eleito, abandonou a mesma e só anda em todas as festas bancando os bofes! Oriente-se que seu mandato tá acabando e será o único! Puxa-saco de João Alves!

    ResponderExcluir
  84. sd com 17 anos de efetivo serviço na mesma graduaçao, é de doer o coraçao!!!! SOS,SOS,SOS NOSSOS REPRESENTANTES!!!

    ResponderExcluir
  85. Quero ir pra casa com os 25 anos das Pefens, tenho os mesmos direitos ODEIO essa poliça....

    ResponderExcluir