quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

MODELO DE HC PREVENTIVO OFERECIDO POR JABARABÁS ELOY YUNES DÉDA

Conforme prometido aos manos e manas, segue modelo de HABEAS CORPUS PREVENTIVO.





PELA LIBERDADE VALE QUALQUER SACRIFÍCIO!!!!!

HABEAS CORPUS PREVENTIVO


EXMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA 6ª VARA CRIMINAL DA COMARCA DE ARACAJU-SE




JABARABÁS ELOI YUNES DÉDA, policial militar, portador do RG 190  e CPF 191, residente e domiciliado na rua Coronel Rasputin, CEP 49000-000, vem perante Vossa Exelencia, em nome próprio propor

HABEAS CORPUS PREVENTIVO

Em face do Comandante Geral da Polícia Militar do Estado de Sergipe, residente a rua Itabaiana, 336, Centro, Aracaju-SE.


1.    DOS FATOS
O paciente/impetrante foi escalado pelo Comandante Geral da PMSE para trabalhar no Evento denominado Pré-Caju no dia___/_____/______, das _____ horas ao término.
Ocorre que não houve qualquer informação por parte do Comando da PM acerca de que horas seria o término, ou seja, o paciente irá trabalhar no policiamento a pé por quantas horas o Comando entender que seja necessário, não havendo qualquer limite.
Além da inexistência de limitação de carga horária diária de trabalho, em nenhum local está previsto ou foi publicado um espaço adequado para que seja oferecida alimentação, ou até um horário para que esta se realize, e mais, que tipo de alimentação será oferecida ou mesmo se será oferecida água.
Entendendo que todo este sofrimento porquê passa o paciente é normal e que não há qualquer compromisso com a dignidade do miliciano, o Comandante não possui, ou pelo menos até a presente data não foi publicada por qualquer meio, documento comprobatório de que a despesa com o pagamento de pessoal de forma extraordinária no evento Pré-Caju está devidamente autorizada pelo Estado junto ao CRAFI.
Diante de toda essa angústia porque passa o paciente, este ainda vê de forma real a possibilidade de que sua liberdade seja cerceada caso falte ao evento Pré-Caju, pois não há previsão para o seu pagamento, ou mesmo abandone o serviço, caso não seja disponibilizada água, comida e um local para o mínimo descanso no decorrer do serviço.
Mas grave ainda se torna a situação do paciente quando os Renomados Promotores de Justiça Curadores do Controle Externo da Atividade Policial João Rodrigues Neto e Jarbas Adelino Santos Júnior, o Diretor do Centro de Apoio Operacional de Segurança Pública, Adson Alberto Cardoso de Carvalho e a Promotora de Justiça em Substituição na Promotoria Militar, Luciana Duarte Sobral Menezes fecham os olhos para as informações trazidas nesta suplica e ameaçam publicamente aquele que doar sangue com procedimentos administrativos e/ou criminais, conforme publicação no site www.faxaju.com.br no seguinte link: http://faxaju.com.br/viz_conteudo.asp?id=156096
Não é demais acrescentar que os cavalos da Polícia Militar possuem carga horária de trabalho definida, tem respeitado o seu horário de alimentação, esta controlada e prescrita por profissional habilitado para o tratamento de animais e, por fim, repouso.

2.    DO DIREITO
Como ser humano, o paciente entende que seu direito fundamental está sendo não só violado, mas sofrendo um estupro em sua Dignidade sem precedentes na história do Brasil, desde promulgada a Constituição Cidadã de 1988.
O Comandante da PMSE escala policiais militares de forma indiscriminada com base no artigo 30, I da Lei Estadual 2.066/76, que prevê a dedicação integral ao serviço pelo policial militar, argumento que foi utilizado Procuradoria Geral do Estado de Sergipe e rechaçado por decisão do Tribunal de Justiça de Sergipe, conforme se extrai de trecho do julgamento nos autos do processo 2009114429, nos seguintes termos:
 
O artigo 30, I, da Lei Estadual nº 2.066/76, que prevê a dedicação integral ao serviço, não se refere necessariamente a carga horária de trabalho, até porque, admitir essa dedicação, revestida no dever de estar sempre à disposição do serviço sem perceber remuneração equivalente ao serviço prestado, fere frontalmente um dos Fundamentos do Estado Democrático do Direito que é o Princípio da dignidade da pessoa humana.


Considerando que o tratamento dado pelo Estado de Sergipe é pior que o tratamento despendido aos cavalos e antevendo os absurdos argumentos que poderão surgir para tentar impedir que sejam concedidos pleitos tão simplórios como definição diária de carga de trabalho no evento Pré-Caju, local para alimentação, alimentação prescrita por profissional habilitado, água e a devida comprovação da autorização para o pagamento pelo serviço despendido, o paciente resolveu recorrer aos tratados internacionais aplicados aos animais que tratam sobre o trabalho, no que se chegou ao artigo 7° da Declaração Universal dos Direitos dos Animais, ocorrido em Bruxelas e Proclamada pela UNESCO em 27 de janeiro de 1978, que diz o seguinte:
 
Art. 7º Cada animal que trabalha tem o direito a uma razoável limitação do tempo eintensidade do trabalho, a uma alimentação adequada e repouso.
Verifica-se claramente que o paciente busca o mínimo de condições para o desempenho do seu trabalho, o que não se confunde com ilações maldosas de informantes mal intencionados visando única e exclusivamente criar um clima de ameaça para o paciente compareça ao serviço, de forma extraordinária, e tenha receio de exigir o mínimo.

3.    DOS PEDIDOS
Diante de todo o exposto, requer:
a)    Que seja concedida medida liminar determinando que o Comandante da PM seja compelido a determinar a duração do trabalho diário do requerente, realizando a correção na escala de serviço em anexo.
b)    Que seja concedida medida liminar determinando que o comandante da PM seja compelido a especificar a alimentação, devidamente prescrita por profissional habilitado da área de nutrição, que será ofertada para o requerente no evento Pré-Caju.
c)    Que seja concedida medida liminar determinando que o comandante da PM seja compelido a publicar a data do pagamento pelo serviço prestado no evento Pré-Caju, bem como toda a documentação de autorização de pagamento pelo Conselho de Reestruturação e Ajuste Fiscal (CRAFI).
d)    Caso, eventualmente, os pedidos contido nos itens a, b e c sejam indeferidos, requer que seja concedida medida liminar para que, ao menos, seja concedido ao paciente o direito previsto no artigo 7° da Declaração Universal dos Direitos dos Animais Proclamada pela UNESCO.
e)    Que seja concedida medida liminar expedido salvo conduto ao paciente/impetrante não tenha sua liberdade de locomoção cerceada ou responda a processo administrativo ou judicial caso falte ao evento Pré-Caju em virtude do não atendimento pelo Comandante Geral da PMSE do pedido contido no item “a”.
f)    Que seja concedida medida liminar expedido salvo conduto ao paciente/impetrante não tenha sua liberdade de locomoção cerceada ou responda a processo administrativo ou judicial caso falte ao evento Pré-Caju em virtude do não atendimento pelo Comandante Geral da PMSE do pedido contido no item “b”. 
g)    Que seja concedida medida liminar expedido salvo conduto ao paciente/impetrante não tenha sua liberdade de locomoção cerceada ou responda a processo administrativo ou judicial caso falte ao evento Pré-Caju em virtude do não atendimento pelo Comandante Geral da PMSE do pedido contido no item “c”.
h)    Caso, eventualmente, os pedidos liminares tenham sido rejeitados, que sejam ao final julgados procedentes.
Protesta provar o alegado por todos os meios de prova em direito admitidos.
Nestes termos,
Espera deferimentos.


JABARABÁS ELOI YUNES DÉDA
Paciente/impetrante

143 comentários:

  1. Pede deferimento.
    Resposta: Indeferido

    ResponderExcluir
  2. Entrarei hoje mesmo. Sargento Edgard o senhor ingressará quando? Digo isso porque é o único que se manifesta por aqui juntamente com o Cap Kako.

    ResponderExcluir
  3. MAJOR ADRIANO FOI EM BARETA VENDER CAMAROTES, SE RESPEITE!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. irresponsável, minha promoção tá atrasada e esse cara de pau vai vender camarote. Aliás quem não precisa vender abadá é bareta que é PC !

      Excluir
    2. e dai sou cabo e estou de serviço quinta e sabado comprei meu camarote sexta e domingo eu e minha familia no camarote da ASSOMISE

      Excluir
  4. ASSEMBLÉIA DIA 11.01, ÀS 15H, NO CLUBE DOS OFICIAIS. EM DISCUSSÃO, CÓDIGO DE ÉTICA E OUTROS PROJETOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E sorteio de uma entrada no camarote.

      Excluir
    2. TEMOS QUE IR PRA ESSA PORRA! VAMOS PRESSIONAR CAPITÃO SAMUEL! COLOCAMOS ELE LÁ E TEMOS QUE COBRAR !

      Excluir
  5. PROMOTORES CHICLETEIROS...KKKKKKKKKK10 de janeiro de 2013 09:24

    Cristiano disse:Fica mais do que claro que os promotores do nosso querido ministério público não têm a menor noção de seu papel enquanto defensor do BEM PÚBLICO. O Pré-Caju é uma festa PRIVADA, que CINICAMENTE loteia espaços PÚBLICOS e utiliza serviços igualmente PÚBLICOS auferindo lucros pessoais. Uma verdadeira ABERRAÇÃO republicana, e nós, sergipanos deslumbrados com as bandas de axé da bahia, pagamos essa festa do nosso bolso enquanto os PROMOTORES CHICLETEIROS se divertem em seus camarotes.

    ResponderExcluir
  6. Senhores oficiais informo que a escala de porteiro do Hemose já está disponível no site da PMSE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CUIDADO COM O MOTIM 2 - A MISSÃO!!!kkkk

      Excluir
  7. Vale lembrar que a polícia militar deve ser alicercada nos principios da hierarquia e disciplina. Portanto, é bom termos cuidado com nossas ações.

    ResponderExcluir
  8. O GETAM TA UMA ONDA, PRENDE O CARRO DO PRECAJU E HJ O CABO TELES TAVA DE CONVERSINHA COM UM DOS FUNCIONARIOS DE AUGUSTO, SO FALTOU BEIJO NA BOCA, NA FRENTE DO GETAM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKKK LIGARAM PRA MIM PRA DIZER

      Excluir
    2. GETAM aprende veiculo do pre caju10 de janeiro de 2013 12:41

      Rapaz a atitude do CB Teles não representa o GETAM , afinal o que se esperar de um babão fofoqueiro.

      Excluir
  9. só pelo fato do câncer esta comendo vivo este ditador mor do estado, eu já fico feliz. e mais feliz ainda, quando o câncer estiver terminado seu serviço a bem dos praças. irei soltar rojões e tomar muita água kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NÃO DESEJE MAL AO SEU PROXIMO. EU SOU PRAÇA, E ESTOU TORCENDO PELO GOVERNADOR FICAR CURADO, E ORO PEDINDO A DEUS A CURA DELE. ELE TEM ESPOSA E FILHOS QUE PRECISAM DELE.

      Excluir
    2. VÁ SE FUDER HIPÓCRITA! É POR CAUSA DESSE PENSAMENTO RELIGIOSO BABACA QUE O MUNDO TÁ COMO ESTÁ!

      Excluir
    3. AMIGO EU NÃO TE DESEJO MAL. QUE DEUS ABENÇOE A VOCE E A SUA FAMILIA.AME O SEU PROXIMO E NÃO DESEJE MAL.

      Excluir
  10. Deputado capitão Samuel se manifeste,reaja,nos represente,o que estar acontecendo é um absurdo,nada do que foi prometido foi respeitado pelo Governador Marcelo Déda,eu e a minha família votamos no senhor para conseguir uma vaga na assembleia legislativa,essa recomendação do ministério público é um absurdo,eles estão colocando a opinião pública contra os policiais,a população precisa saber dos absurdos que ocorre na PMSE, a falta de efetivo,a falta de uma carga horária definida...é um retrocesso,tem que uma hora estipulada,que négocio é esse "até o término" temos que lutar,nos unir senão perderemos o que conquistamos,a luta continua,a categoria provou para o estado que é forte,pois eleger um deputado estadual com mais de 43 mil votos...é ma diferença que defini uma eleição para governador do estado,temos força política,não estamos barganhando com a população,não é boicote,estamos apenas buscando os nossos direitos...falta dois anos anos para termina o seu mandato de deputado estadual,temos que nos organizar,unir forças,que as lideranças possam nos representar,mostrar a população as injustiças que ocorre na PMSE. Que Deus nos abençoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PRECISAMOS DE LIDERES DE CORAGEM,O ESTADO ESTA COLOCANDO A SUA MÁQUINA (MINISTÉRIO PÚBLICO DE SERGIPE VENDIDO)PARA QUE A POPULAÇÃO,OPINIÃO PÚBLICA FIQUE CONTRA O MOVIMENTO,QUE NÃO É BOICOTE COMO ESTÃO DIVULGANDO,NÃO ESTAMOS BARGANHANDO COM A POPULAÇÃO,QUEREMOS OS NOSSOS DIREITOS,POIS SOU CUMPRIDOR DOS MEUS DEVERES,TRABALHO ARDUAMENTE NAS RUAS,E NÃO É MEU DEVER SER ESCRAVO DO ESTADO,SER ROUBADO PELO ESTADO,POIS É ISSO MESMO O ESTADO ME ROUBA QUANDO ATRASA A PROMOÇÃO DE DIREITO,QUANDO NÃO PAGA ADICIONAL NOTURNO,QUANDO EU COMPRO UNIFORME PARA TRABALHAR E A LEI DIZ QUE TENHO DIREITO,REPRESENTANTES NOS DEFENDA MOSTRE QUE O MINISTÉRIO PÚBLICO DE SERGIPE ESTAR EQUIVOCADO,POIS ESSES PROMOTORES NÃO ESTÃO PREOCUPADOS COM OS ABSURDOS E DIREITOS DESRESPEITADOS PELA ESTADO.

      Excluir
  11. SGT EDGARD REPUBLICADO PORQUE AINDA ESTÃO ME LIGANDO10 de janeiro de 2013 10:27

    Como sempre faço escrevo meus pensamentos com identificação e por isso vou falar sobre a assembleia do dia 11.01.2013, estou recebendo várias ligações para saber se eu e Vieira estaremos presentes.Pois bem, não iremos por dois motivos principais o primeiro é por achar contraditório a ASSOMISE vender camarotes para o pré-caju e o segundo é que a pauta é mais que ultrapassada, o código de ética está sendo usado como engodo pelo governo e já se encontra na ALESE, O QUE FALTA É A COMISSÃO DE SEGURANÇA PÚBLICA, discutir na sala de comissões com os demais membros e representantes da tropa incluindo uma comissão de oficiais, não vou para assembleia dizer nada a quem confia em nós, além de estar muito chateado com essa situação da venda de camarotes, estou falando sobre o assunto para que não pensem que as palavras de baixo calão usadas contra a ASSOMISE partem de mim, o que penso eu falo sem anonimato, abraços e que venham os xingamentos, mas faz parte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VC TÁ ERRADO, VAMOS SIM COBRAR UM POSIÇÃO DO CAPITÃO! EU VOTEI NELE E PEDI PRA MUITA GENTE VOTAR, ENTÃO TENHO OBRIGAÇÃO DE FISCALIZÁ-LO!

      Excluir
    2. EDGARD EDAGARD SUA DESITENCIA SO DEMONTRA QUE VOCE E VIEIRA APENAS SO PESSA EM VOCEIS, SO PORQUE PERDERAM AS ELEIÇÕES PARA VEREADORES ESQUECERAM DE UMA FRASE CONHECIDA A LUTA CONTINUA , PAREI DE PENSAR SO EM VOCE RESPEITE OS COLEGAS DE FARDA COMPANHEIRO.

      Excluir
  12. Cel Jackson é o oficial-chefe da portaria do HEMOSE, Major Eliziel, Capitaes Geovânio , Alcantara e Alves Cabeção são os encarregados de dar carreira nos praças que forem doar sangue.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. quaquaquaqua Eliziel vai é sair rolando!

      Excluir
  13. AMESE ESTRANHA DECISÃO TOMADA PELO MP.

    A decisão tomada pelo Ministério Publico Estadual (MPE), ao expedir recomendação ao Secretário de Segurança Pública de Sergipe, João Eloy, ao Comandante Geral da Polícia Militar, coronel Mauricio Iunes e a todos os policiais militares do Estado de Sergipe, a fim de coibir boicote ao Pré-Caju 2013 e garantir a segurança da festa, não agradou aos militares, que já demonstraram insatisfação.

    Por telefone e através de e-mails, os militares dizem que não entenderam a decisão do MP que no ano passado tomou uma decisão totalmente ao inverso da divulgada nesta quarta-feira (09). “Eu não consigo entender o que aconteceu este ano para que o mesmo Ministério Público que defendeu a nossa liberdade no ano passado, neste queira nos prender. Não é que vamos boicotar alguma coisa, mas daí a nos forçar a trabalhar mesmo que involuntariamente, eu não entendo. No ano passado o comando deveria respeitar a nossa decisão. Nesse ano, mesmo estamos de folga, seremos obrigados a trabalhar sob pena de sermos processados por recomendação do MP”, reclama um policial.

    O problema é que na recomendação enviada ao comando da PM, o MP quer que “em caso de eventuais faltas ao serviço durante o período da prévia carnavalesca, seja providenciada a instauração de inquéritos policiais militares e procedimentos administrativos disciplinares em face dos policiais faltosos, bem como que o fato seja comunicado, imediatamente, ao Ministério Público de Sergipe”.

    Diante dessa decisão, a Associação dos Militares do Estado de Sergipe (AMESE), também se pronunciou sobre o assunto e emitiu uma nota sobre a decisão do MP.

    Veja o que diz a nota da AMESE:

    “É interessante o Ministério Público Estadual, através dos seus Promotores de Justiça, impor aos militares sergipanos não doarem sangue, afrontando uma legislação federal. Pasmem, se tiver uma pessoa necessitando de sangue para sobreviver e um militar for doar sangue para salvar uma vida, não poderá fazer. É lamentável tal atitude, pois uma festa carnavalesca, tem mais importância do que a vida de uma pessoa. Não vemos esse mesmo empenho do MP, para cobrar uma carga horária definida para os militares sergipanos, ou até mesmo, cobrar condições dignas para a classe. Por exemplo, não vemos o mesmo empenho dos Promotores em apurar o fato das viaturas que ficaram sem o devido licenciamento em duas oportunidades, apesar dos ofícios encaminhados pela AMESE, por que será? A direção ”

    Fonte: Faxaju (Munir Darrage)

    ResponderExcluir
  14. Manipulação de Informações10 de janeiro de 2013 11:21

    Coisa séria é a manipulação de informação promovida pelo Ministério Público Estadual. mas o que dizer da Promotoria Militar que processa o Sgt Edgard por falar a verdade? Estão apelando até para as três mortes do Pré-Caju 2012, mas omitem que em anos anteriores chegou a ter duas mortes fora as facadas e estiletadas graves com mais de mil PMs por noite , ou seja, falar em morte no Pré-Caju é imponderável. Mas escondem que no período da festa aumenta o numero de mortes, estupros, assaltos, roubos de veículos e residências nos bairros de Aracaju e cidades do interior que ficarão com policiamento reduzido por conta da festa. Não temos a TV SERGIPE que só mostra um lado da notícia para jogar a população contra os escravos da PM, mas ao menos este blog é lido nacionalmente.

    ResponderExcluir
  15. Galera não devemos temer nenhum promotor,com respeito aos bons e dignos promotores do nosso ministério publico,mais que autoridade tem um promotor,aquilo que ele fez foi apenas uma recomendação,eles nada mais é do que um fofoqueiro de juiz o crime ocorreu ele rapidinho fofocar ao juiz,kkkkkkkkk.Certa vez um amigo meu que é vereador de uma cidade do nosso estado presenciou o prefeito da cidade falar para o governador que não suportava mais a ação de um tenete-coronel,pois o mesmo estava apreendendo todas as motocicletas da cidade porque seus condutores não usavam capacete,não tinha habilitação etc,pois bem senhores pasmem quando sairmos da cidade o governador parou a comitiva e deteminou localizar o referido oficial quando o mesmo chegou foi convidado a entra no carro do chefe ao questionar sobre as apreenções o referido TC,disse que estava cumprindo determinação do promotor daquele municipio,o governador deu uma risada e perguntou quem é a autoridade de trâsito da cidade é vc ou o promotor?o TC ficou embarassado e nevorso ele disse isso mesmo promotor não manda em nada,mim ajude tenha uma boa noite,no ano seguinte esse TC foi promovido,deixe eu clarea melhor no final do ano de 2011 ele fechou coronel.Então promotores respeite a policia,procure seu lugar,vcs só assustam banditos mesmo assim ele estão deitando e rolando,porque profissionais teriam medo dessa ameaças,ao contrário comporte-se bem no pré-caju se eu tiver a sorte de pegar algum de vcs dirigindo embriagado,ou causando confusão vai para o xadrez.kkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  16. Companheiros essa recomendação do ministerio público(vendido diga-se de passagem) não tem força de lei,me diga quem na PMSE que doou sangue ou levou seu atestado( que não fosse atestado falso) que foi punido,essa é só uma maneira de querer amendontrar os policiais que querem lutar por dignidade e respeito,eu particulamente não vou trabalhar no pre-bosta no meu dia de folga,irei doar sangue ou quem sabe até arrancar um dente,depois irei responder pelo meu ato, e se neste pais chamado Brasil existir justiça vou até as ultimas instancias judiciais e sei que sairei vitorioso,mais se mesmo assim na justiça ou injustiça brasileira eu não sair vitorioso, comprirei minha punição de cabeça erguida e feliz,o que é ficar alguns dias detido ou preso,tudo é valido pela minha dignidade,porque o que iria me deixar trite e envergonhado é se eu participa-se desta palhaçada,deste circo que foi armado por alguns que se acham dono do estado de sergipe.E VIVA A DEMOCRACIA BRASILEIRA, PARA ALGUNS É CLARO PM NÃO FAZ PARTE DA SOCIEDADE, SOMOS APENAS SUB-CIDADÕES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. belas palavras.Sem xingamentos e sem desmoralizar ninguém simplesmente não, não e não e que venha as punições.

      Excluir
  17. Eu só vou a essa assembleia de o Ilustrissimo Cap Vendindo Samuel estiver por lá. Quero ouvir da boca dele o que ele tem pra nos falar sobre esses ultimos acontecimentos que o MP tomou providencias.

    ResponderExcluir
  18. amigos praças, como eu, devemos pensar muito sobre o pré-bahia, pois sabemos que sempre sobra pra nós, quantos oficiais doaram sangue, quantos faltaram, quem foi mais beneficiado com o aumento, os líderes fizeram muito mais com pensamento na politica, não serei massa de manobra.

    ResponderExcluir
  19. IRMÃOS EU ESTO SENDO AGORA MUITO TIRANO COM O GOVERNO PORQUE O PODER DO ESTADO SOMOS NOS ISSO AI SÃO PICUINHAS. UMA CERTA VEZ UM HOMEM DA LEI MIM DISSE QUE NOS SOMOS A FORÇA DO ESTADO E TEMOS O PODER NAS NOSSAS MÃOS.LEMBRE-SE QUE A DITADURA COMBATIA ESSE PT PORQUE ELES SÃO VERDADEIROS TIRANOS.

    ResponderExcluir
  20. LIGADO NO MOVIMENTO10 de janeiro de 2013 13:34

    JÁ ESTÁ DECIDIDO, NÃO VOU TRABALHAR NO PRÉ CAJU.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então aguente a trolha na rabiola e boa sorte!

      Excluir
  21. Deputado Capitão Samuel não podemos retroceder,voltar atrás,perde o que conquistamos,não podemos perde o foco,a luta continua,precisamos nos defender,pois estão nos chamando de insubordinados,motineiros,pessoas de mal caráter,mercenários,que não tem preocupação alguma com a sociedade,pois antes de ser policial militar,sou cidadão,chefe de família,pago meus impostos e cumpro com as minhas obrigações,pois trabalho a 20 anos na instituição,e quem estar em falta com suas obrigações é o estado,pois as promoções estão atrasadas,não pagam adicional noturno,pois até vigilante do estado recebe essa gratificação,que é constitucional,não temos carga horária definida,alimentação é muito precária,já tem um bom tempo que não como a quentinha da polícia,pois compro alimentação quando estou de serviço...o estado esta em dívida conosco,ele nos rouba com cada direito não respeitado,e o Ministério Público de Sergipe não esta nem um pouco preocupado com os absurdos que ocorre na PMSE,pelo contrário nos chamam de motineiros,insubordinados...nunca fui tão humilhado,pois estão sujando o nome dos policiais com tal recomendação,pois não é boicote,não estamos barganhando com a população,estamos apenas querendo dignidade,respeito,que culpa temos se estado não fez concurso público para polícia militar a mais de 7 anos,não tem efetivo,além do mais a base esta desmotivada,pois não existe perspectiva alguma de ascensão dentro da instituição...Deputado Capitão Samuel ,use sua imunidade de opinião e fale para a população a situação crítica que esta a instituição,eu e minha família votamos na vossa excelência e acredito ainda apesar de ouvir muitos comentários ao seu respeito,acredito ainda que o senhor é o líder das nossas reivindicações,pois acreditamos na sua história de luta,o momento é de união,associações unidas não podem se esfacelar.Que Deus nos abençoe.

    ResponderExcluir
  22. Só vou no dia que estiver de serviço ordinário e na minha folga estarei bem longe de Arcaju, pescando e curtindo minha familia, quem for que se arrebente e se tiver que passar uns dias na CIA que trabalho, tudo bem pois ainda serei policial e meu salario vai estar no Banese final do mês já que não falto a serviço e não deixo a população na mão, mas folga é folga.

    ResponderExcluir
  23. assistindo o sergipe noticia 2 edição percebi que Jarbas ficou sem jeito qndo perguntaram sobre o movimento do ano passado. Não teve como explicar as faltas de punições dos policiais. Deveria dizer que não houve crime, pronto só isso!!

    ResponderExcluir
  24. ENQUANTO O DEPUTADO E OS DEMAIS LIDERES SE CALAM O SGT EDGAR NOS DEFENDE10 de janeiro de 2013 14:26

    Amese repudia recomendação do MP sobre boicote na prévia
    Edgard Menezes disse que militares nunca boicotaram o Pré-Caju

    Edgard Menezes (Foto: Arquivo Portal Infonet)
    O representante da Associação dos Militares do Estado de Sergipe (Amese), Edgard Menezes, informou que os policiais acharam estranha a recomendação feita pela Promotoria do Controle Externa da Atividade Policial do Ministério Público Estadual (MPE).

    A recomendação foi feita ao secretário de Segurança Pública, João Eloy e ao comandante da Polícia Militar de Sergipe, coronel Maurício Iunes com a finalidade de coibir um possível boicote dos policiais que estão escalados para trabalhar no Pré-Caju, no período de 17 a 20 de janeiro e garantir a segurança da festa.

    Isso porque os PMs respondem na Justiça a acusação de Motim, por terem ido doar sangue no Hemose, conseguindo atestado médico.

    “É descabida essa questão do Ministério Público. Não existe nenhum motim por parte de qualquer associação de militares para boicotar o Pré-Caju e nós não boicotamos ano passado. O que ocorreu foi uma interpretação equivocada do Ministério Público e do comandante da PM à época. Se tinha um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) dizendo que só iam trabalhar quem fosse voluntário, não haveria motivos nenhum para buscar subterfúgios”, ressalta Edgard Menezes.

    Quanto a doação de sangue, Edgard Menezes disse ser “inadmissível um promotor de Justiça trabalhar contra a doação de sangue. É bom deixar claro que nós não somos contra o Pré-Caju, mas contra a forma como somos obrigados a trabalhar no evento, ameaçando de prisão e a trabalhar na nossa folga. Para se ter uma ideia, os policiais que estão de férias esse mês terão que suspender as férias no dia 16, trabalhar no Pré-Caju e voltar ao descanso dia 21. É um absurdo interromper as férias para trabalhar em uma festa particular”, enfatiza.

    Recomendação

    Os Promotores de Justiça, Curadores do Controle Externo da Atividade Policial, João Rodrigues Neto e Jarbas Adelino Santos Júnior, o Diretor do Centro de Apoio Operacional de Segurança Pública, Adson Alberto Cardoso de Carvalho e a Promotora de Justiça em Substituição na Promotoria Militar, Luciana Duarte Sobral Menezes recomendaram que o secretário de Segurança Pública e o comandante da PM/SE adotem providências necessárias para evitar suposto aquartelamento dos policiais militares nos dias do Pré-Caju.

    E que em caso de eventuais faltas ao serviço durante o período da prévia carnavalesca, seja providenciada a instauração de inquéritos policiais militares e procedimentos administrativos disciplinares em face dos policiais faltosos, bem como que o fato seja comunicado, imediatamente, ao Ministério Público de Sergipe.

    Caso sejam escalados pelo Comando, os policiais militares devem cumprir segundo os promotores, as escalas de serviço, ordinárias ou extraordinárias. Além disso, não devem doar sangue ou praticar quaisquer outros atos que pareçam legítimos, mas justifiquem ilegalmente a falta ao serviço nos dias do Pré-Caju e mascarem o real intuito de boicotar o policiamento ostensivo da festa, como forma de pressionar o Governo estadual a acatar reivindicações da categoria.

    “Movimentos paredistas dessa natureza, deflagrados e exercidos como instrumentos de pressão das categorias policiais por melhorias salariais e institucionais em face do Governo, caracterizam abuso de poder e/ou desvio de finalidade, provocando perturbações na ordem pública e na segurança dos cidadãos”.

    Por Aldaci de Souza ( infonet )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As Contradições, O Ave César, Ave Dinheiro e Ave meu Quinto !10 de janeiro de 2013 15:34

      Sinceramente esses promotores de justiça de dizem e se contradizem: "...não devem doar sangue ou praticar quaisquer outros atos que pareçam legítimos, mas justifiquem ilegalmente a falta ao serviço nos dias do Pré-Caju e mascarem o real intuito de boicotar o policiamento ostensivo da festa, como forma de pressionar o Governo estadual a acatar reivindicações da categoria ".

      O ato é legítimo ou não é. Se está amparado na lei não haveria o que se discutir, ou seja, a falta é justificada, mas de acordo eles vão julgar a intenção.

      Julgar a intenção é discutir o sexo dos anjos neste caso. Ele vai dizer que a intenção é boicotar e eu vou dizer que o objetivo é salvar vidas e vai ficar aquele bate-rebate sem fim.

      Ele não pode colocar doação de sangue no mesmo patamar de uma tentativa de homicídio, pois aí pode se avaliar objetivamente a intenção.

      É um samba de loucos, mas com o único objetivo de agradar ao poder político e ao núcleo econômico-lucrativo que envolve a festa particular. Tem uma sujeira imensurável que nem me arrisco a tentar desvendar.

      O problema é tão grave que os políticos tem seu momento de "César" ovacionado, os empresários da festa ficam mais ricos, os empresários da PM que tem negócios de segurança no pré-caju ganham mais e mais dinheiro, promotor de justiça quer ser lembrado no quinto constitucional, mas quando morre alguém na festa ninguém culpa o empresário, o governador, os oficiais empresários que fazem a segurança dos blocos e autoridades e nem os promotores que sabem que a segurança deve ser privada na parte interna da festa. Quando morre alguém na festa o culpado é o barnabé explorado da PM que trabalha para os outros saírem rico e com a imagem ilesa e ainda aspirando uma promoção a desembargador.

      Excluir
    2. É preciso denunciar essa RECOMEMDAÇÃO no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Esse absurdo precisa ser exposto para o país.

      Cabo Bróder.

      Excluir
  25. vamos fazer nossa parte independente de assembléia, pois se comparecermos em massa a essa reunião amanhã, aí sim, vão querer enquadrar os faltosos como motin.

    ResponderExcluir
  26. Atenção pms que estão nas cias do interior vão dormir, eu trabalho em canindé e no meu dia de serviço só faço dormir, mande esse promotor e lá me processar por motim, todos os pms do interior façam o mesmo.

    ResponderExcluir
  27. PMSE COM CARA DE PALHAÇO.

    No dia 16 do corrente mês aproximadamente às 21:40 para o HPM, o comandante da guarnição o nosso SGT Vieira, que foi deslocada pelo COPOM para verificar o telefone funcional do diretor geral, mais não conseguiram entra em contato com o mesmo e informaram o número do CAP Eudo – Diretor Clínico do HPM, posteriormente, o Cap Eudo entrou em contato com o fiscal de dia do HPM informando que o CEL Sobrinho (Organizador) estaria com todos os Coronéis da PMSE em uma caminhada com o general do exercito, que estaria aqui em Sergipe.
    Para a surpresa de todos no dia 17 às 06:00, com uma UTI móvel do HPM, um oficial médico, um enfermeiro, técnico de enfermagem, motorista da UTI, com varias viaturas (6) fazendo o policiamento aquele horário pela orla, todos na expectativa de todos os coronéis da PMSE e o General, chega

    General
    Cel Sobrinho
    Esposa do general e amiga
    E um colega do General
    Mais dois oficiais da nossa PMSE .


    Ainda mais uma moto com um carrinho de som cantando o hino do exercito na maior altura às 06:00h da manhã todo que estavam fazendo sua caminhada olhando aquela palhaçada.
    O percurso uma volta no lago da orla (5 minutos) e dispensaram todos para o general não perder o jogo do Coríntias.

    Só na nossa PMSE.

    ResponderExcluir
  28. PMSE COM CARA DE PALHAÇO.

    No dia 16 do corrente mês aproximadamente às 21:40 para o HPM, o comandante da guarnição o nosso SGT Vieira, que foi deslocada pelo COPOM para verificar o telefone funcional do diretor geral, mais não conseguiram entra em contato com o mesmo e informaram o número do CAP Eudo – Diretor Clínico do HPM, posteriormente, o Cap Eudo entrou em contato com o fiscal de dia do HPM informando que o CEL Sobrinho (Organizador) estaria com todos os Coronéis da PMSE em uma caminhada com o general do exercito, que estaria aqui em Sergipe.
    Para a surpresa de todos no dia 17 às 06:00, com uma UTI móvel do HPM, um oficial médico, um enfermeiro, técnico de enfermagem, motorista da UTI, com varias viaturas (6) fazendo o policiamento aquele horário pela orla, todos na expectativa de todos os coronéis da PMSE e o General, chega

    General
    Cel Sobrinho
    Esposa do general e amiga
    E um colega do General
    Mais dois oficiais da nossa PMSE .


    Ainda mais uma moto com um carrinho de som cantando o hino do exercito na maior altura às 06:00h da manhã todo que estavam fazendo sua caminhada olhando aquela palhaçada.
    O percurso uma volta no lago da orla (5 minutos) e dispensaram todos para o general não perder o jogo do Coríntias.

    Só na nossa PMSE.

    ResponderExcluir
  29. Cadê as associações a respeito dos colegas militares que estão no PRESMIL, já viram as instalações de lá, onde esta o diretor do HPM junto com a Junta médica e Diretor de saúde da PMSE, será que só querem ganhar os CCE, sem trabalhar, para encaminhar uma médico, Psicólogo, Psiquiatra a que ponto vamos chegar para tomar uma atitude.

    ResponderExcluir
  30. Atenção dia 11/01/2013 na ASSOMISE é dia de entrega de abadás do Pré-bahia corra e não perca ,últimos lotes , vá se fuder Deputado demagogo, sua batata tá assando , vamos em 2014 te dar uma resposta nas urnas. Aguarde e verás baba ovo dos Amorins. KKKKKK

    ResponderExcluir
  31. CANTOU CAZUZA" A SUA PISCINA ESTA CHEIA D RATOS SUAS IDEIAS NÃO CONDIZEM COM OS FATOS O TEMPO NÃO PARA, NÃO PARA NÃO.POIS E CADÊ A COLETIVIDADE:VIEIRA,EDGAR,SAMUEL, INFELIZMENTE VEJO MUITO INTERESSE PARÓPIO, APESAR DO Q VCS JÁ FIZERAM, NÃO ESTÃO FIRMES EM VARIAS SITUAÇÕES,DISSE JESUS,TODO REINO DIVIDIDO POR SI,JÁ ESTA SUJEITO A DERROTA.FOI 1 GRANDE MOVIMENTO.

    ResponderExcluir
  32. MATÉRIAS SOBRE A AMESE10 de janeiro de 2013 16:31

    Click Sergipe ‏@clicksergipe
    Amese repudia recomendação do MP sobre boicote na prévia http://www.clicksergipe.com.br/1n_blog.asp?postagem=74710 …

    ResponderExcluir
  33. "Quanto a doação de sangue, Edgard Menezes disse ser 'inadmissível um promotor de Justiça trabalhar contra a doação de sangue. É bom deixar claro que nós não somos contra o Pré-Caju, mas contra a forma como somos obrigados a trabalhar no evento, ameaçando de prisão e a trabalhar na nossa folga. Para se ter uma ideia, os policiais que estão de férias esse mês terão que suspender as férias no dia 16, trabalhar no Pré-Caju e voltar ao descanso dia 21. É um absurdo interromper as férias para trabalhar em uma festa particular', enfatiza."

    ResponderExcluir
  34. Concordo com o anônimo, quando disse que pça não é massa de manobra, no final os pça se lascaram com processos, sem promoções, com vencimentos muito aquém da pc, e os coronéis equipararam seus salários com delegados, e mais uma vez é prá nós levar o movimento nas costas, tó fora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É POR CAUSA DE COVARDES COMO VC QUE AS COISAS NÃO ANDAM, DEIXA DE DESCULPA ESFARRAPADA, VC TEM QUE LUTAR POR VC SE CORONÉIS GANHAM MAIS É PORQUE TEM CARGO MAIOR, DEIXE DE SER COVARDE E LUTE.

      Excluir
  35. Quando eu li a matéria (PMs podem estar articulando novo Boicote ao Pré-bahia)naquele jornal percebi a manobra : jogar a opinião pública contra os PMs e servir de lastro para fundamentar a RECOMENDAÇÃO.

    Quem estava atento pode perceber que daquela notícia sairia alguma manobra do sistema.

    Sgt. Edgar, fique atento, a suspensão da conta do mini-blog é o "pezinho" que eles puxaram para fundamentar o fechamento da Casa.

    Fique atento!

    Eles trabalharam para fechar a outra, quando vocês estavam nela, vocês sabidamente saíram, logo a manobra foi puro gasto de energia infrutífero.

    Mas como ele sabem que é você o baluarte da resistência, e têm a Amese como a pequena, mas heroica fortaleza, logo o objetivo dele agora é fechá-la, e com isto silenciar tudo.

    Preste bem atenção na manobra.

    Este negócio de suspender a conta de micro-blog é só um pezinho, a ponta do ice-berg da maldade.

    ResponderExcluir
  36. Recomendação do MP e nada é a mesma coisa. Recomendação é lei? nunca! o problema é que o oficialato da PMSE é encagaçado e não tem coragem de lutar pela instituição. Na academia, pelo visto, aprendem apenas a serem servis e desprovidos de qualquer vontade. Enfim, dizem apenas: amém!

    ResponderExcluir
  37. Atenção,faltou,vai perder o emprego...


    kkkkkkkkkkkkkkkk
    kkkkkkkkkkkkkkkkk
    kkkkkkkkkkkkkkkk
    A polícia virou o G.Barbosa e os acionistas são os promotores.Quem já viu concursado ser licenciado por falta amparada por atestado médico ou de doação de sangue???Só em Sergipe Del-Rey,que não faz parte do Brasil e parece ter legislação própria.

    ResponderExcluir
  38. qui porra nenhuma,todos nos vamos faltar,foda-se pre-bosta.

    ResponderExcluir
  39. Apenas um comentário, gostei da escolha da música... "Liberdade", de Edson Gomes. Fiquei surpresa pois o cantor é tachado como "maconheiro e vagabundo" entre os mais conservadores, porém como vemos a música fala que devemos lutar pois nao é hora de recuar e sim de defender aquilo que nossos companheiros conquistaram para nós. Vamos amigos, lutem!! Como diz a música, lute pois vocês já avancaram muito e se recuarem, acabaram perdendo oq já foi conquistado. É lamentável essa discordancia que vem acontecendo entre as lideranças do movimento. Os militares de SE derão um show de organização politica e coletiva, mas agora com a direção confusa a base fica perdida, sem saber para qual rumo ir. RESISTIR SEMPRE E RECUAR JAMAIS!!!! Deixo-nos a música de Mercedez Sosa, "SOLO LE PIDO A DIOS", porem numa versão em portugues com Beth Carvalho. "Eu só peço a Deus que a mentira não me seja indiferente. Se um só traidor tem mais poder que um povo, que este povo não esqueça facilmente" http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=tz9AqH-Mqu8

    ResponderExcluir
  40. Enquanto vcs PMs de merda continuarem nessa briga interna do poder da ALESE , nunca terão poder nenhim para mistrar pra que vcs vieram pois aquele tesão que a pm tinha a tres anos atras ja acabou,tanto que deram a resposta ao sgt. Vieira (a derrota) enquanto vcs continuarem com essa meninisse nunca o poder chegará.

    ResponderExcluir
  41. Seis campanhas mobilizam doadores de sangue
    10/1/2013


    As ações precisam do apoio de mais instituições parceiras para reforçar o estoque de sangue.

    O Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose), através do Serviço de Captação de Doadores, está com uma agenda de seis campanhas de doação de sangue para o mês de janeiro. As ações precisam do apoio de mais instituições parceiras para reforçar o estoque de sangue durante os dias que antecedem o Pré-Caju e o Carnaval.

    A programação de janeiro terá início na quinta-feira, dia l0, com a campanha de doação de sangue do grupo Farmacêuticos da Alegria. Em seguida, ocorrem em dias alternados, as campanhas da Igreja Batista, Projovem Urbano, Associação de Doadores de Própria, da Casa Civil e Federação Sergipana de Futsal (FSFS).

    "Estamos próximos de duas festividades que reúnem aglomerados de pessoas e com um aumento do fluxo de veículos nas rodovias estaduais e federais. Infelizmente os acidentes nesses períodos aumentam, por isso a necessidade da adesão de mais doadores ao serviço", destaca a assessora técnica da Captação, Fátima Basto.

    Ela informa ainda que a coleta de sangue funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h, e aos sábados e feriados das 8h às 12h. Mais informações podem ser obtidas junto ao Serviço Social do Hemose, através dos telefones: (79)3225-8000 e 3259-3174.

    Quem pode doar sangue:

    Candidatos com boa saúde, idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. É necessário portar documento oficial com foto, válido em todo território nacional - carteira de identidade, de trabalho, de motorista, entre outras. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sanguínea.

    ResponderExcluir
  42. Vanzinho Gomes Enviado por um seguidor:
    Pré-Caju
    IMPORTANTE LER:
    Estou matando o pouco que ainda resta do meu sono, me indignando com o texto que acabei de ler na página de um amigo, termino flertando com minha insônia. Fazendo referencia ao texto da AMESE, alguns pontos precisam ser elucidados.
    1º - O Pré-Caju é uma festa de caráter PARTICULAR!!!! É muito fácil entender, basta você lembrar que para vestir uma camisa “coloridinha” e entrar num bloco daqueles, você tem que PAGAR (divide até no cartão)! Polícia é um órgão público, quem paga o meu salário é você, cidadão comum, através da carga tributária mais alta do planeta, e não Fabiano Oliveira, ASBT ou Augusto Produções.
    2º - O MP sergipano alardeia tanto em punir o policial militar que faltar a “ESCALA EXTRA” (que não é voluntária) quando esquece que ele mesmo há uns dois anos baixou portaria proibitiva em relação às atividades da PMSE em festividades de cunho particular. Ou seja, esse mesmo órgão que hoje ameaça com uma série de procedimentos descabidos a uma possível falta do policial nesse famigerado evento, outrora afirmou que seria CRIME a presença da força policial em festejos similares ...
    3º - Desde quando é PROIBIDO doar sangue??? Desafio qualquer “bom de toga” a mostrar-me isso na constituição, ou em qualquer outro código, até mesmo naquela anomalia jurídica chamada RDE?? Ache algo que versa sobre ser PROIBIDO salvar uma vida doando o próprio sangue??
    4º - Me desculpem ilustríssimos senhores do ministério público estadual, a PMSE, é composta por homens e mulheres, seres humanos com limitações físicas e psicológicas como qualquer outra pessoa, até um de vocês. Ou seja, não suportamos trabalhar 3,4 dias ininterruptos exercendo tal atividade, os senhores conseguiriam???
    5º - Por mais que exista uma “pipoca”, foliões desprezados pela ganancia de uma festa “popular”, e um contingente enorme de pessoas (dentro ou fora da corda), não podemos esquecer que quem organiza o evento, não é o governo do Estado ( embora o ministério do turismo engorde alguns bolsos), e sim uma pessoa física, uma organização particular com fins LUCRATIVOS, se eu não estou enganado, empregar o erário PÚBLICO num fim PARTICULAR, é crime de improbidade administrativa. Se um soldado de polícia sabe disso, me admiro muito o MP passar despercebido...
    6º - Ainda não consigo entender o motivo desse alarde, essas ameaças, esse clima de “Gestapo”, com ou sem boicote (não acredito que haverá um), NÃO EXISTE POLICIAMENTO EM SERGIPE PARA TAL EVENTO !!! Em quase 200 anos de história da PMSE, esse sem dúvida é o menor efetivo de todos (respeitando proporcionalidades entre índices demográficos e de criminalidade). A conta é fácil, temos em torno de 1000, 1500 homens por dia trabalhando nos 75 municípios, essa quantidade de policiais é a mesma pleiteada para apenas um dia de festa na 13 de julho. Ou seja, o policiamento do Estado todo x uma avenida !! Mesmo colocando todos os policiais de folga, doentes, barrando as férias, a conta não fecha! E os municípios do interior?? Ficarão sem policiais?? Imaginem Lagarto, Itabaiana, Tobias Barreto, Simão Dias, Estância, todos eles sem a presença ostensiva da polícia durante 4 dias?? E você que não tem nada a ver com Pré-Caju, como vai ficar sua segurança e de sua família ??


    CONTINUA ABAIXO!!!!

    ResponderExcluir
  43. 7º- Agora eu pergunto, por que o MP não alertou o Estado sobre o baixo efetivo da PMSE no decorrer do ano, compilando-o a realização do concurso público, visando amenizar o problema da falta de efetivo, melhorando o combate à criminalidade que assola o Estado?? Bom, isso vocês não fizeram, agora querem prender o policial que trabalha de forma extenuante, tendo que se dividir em dois para suprir a falta de efetivo, pois o que existe já está velho e cansado (tenho 28 anos e sou o mais novo trabalhando em minha OPM). ISSO É JUSTO?? Prender um pai, mãe de família por não ter condições físicas e nem psicológicas de estar presente num evento que apenas enriquece alguns bolsos, emburrece o povo que acaba vibrando com a política do pão e circo... De quem é o crime? Do policial?...
    8º- Acho que não preciso escrever isso, mas nunca se sabe, parece que a bruxa está solta...
    Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
    “IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;”
    “IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;”

    Autor do texto: http://www.facebook.com/carvalho6397

    Thiago Santos Carvalho
    Trabalha na empresa Governo de Sergipe
    Estudou na instituição de ensino UFS
    Masculino

    ResponderExcluir
  44. AFINAL; QUAL É A FUNÇÃO DO MP?

    Funções do MP
    O Ministério Público (MP) é um órgão de Estado que atua na defesa da ordem jurídica e fiscaliza o cumprimento da lei no Brasil. Na Constituição de 1988, o MP está incluído nas funções essenciais à justiça e não possui vinculação funcional a qualquer dos poderes do Estado.

    Independente e autônomo, o MP tem orçamento, carreira e administração próprios. Considerado o fiscal das leis, o órgão atua como defensor do povo. É papel do MP defender o patrimônio nacional, o patrimônio público e social. O que inclui o patrimônio cultural, o meio ambiente, os direitos e interesses da coletividade, especialmente das comunidades indígenas, a família, a criança, o adolescente e o idoso.

    O MP atua também na defesa dos interesses sociais e individuais indisponíveis e no controle externo da atividade policial. Desta forma, o órgão trata da investigação de crimes, da requisição de instauração de inquéritos policiais, da promoção pela responsabilização dos culpados, do combate à tortura e aos meios ilícitos de provas, entre outras possibilidades de atuação. Os membros do MP têm liberdade de ação tanto para pedir a absolvição do réu quanto para acusá-lo.
    A organização do MP no Brasil está dividida entre o Ministério Público da União (MPU) e o Ministério Público dos Estados (MPE). O MPU compreende os ramos: Ministério Público Federal (MPF); Ministério Público do Trabalho (MPT); Ministério Público Militar (MPM) e Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). O MPE possui unidades representativas em todos os Estados.

    O MPU é regido pela Lei Complementar n.º 75/1993 e o MP pela Lei Complementar n.º 8.625/1993., sendo que a legislação garante a possibilidade de atuação conjunta entre os órgãos na defesa de interesses difusos e de meio ambiente.

    Agora eu pergunto, a recomendação do MP esta de acordo com sua função neste momento ou no pre-caju anterior, ao que me parece são recomendações totalmente diferentes e contrarias uma da outra, o que esta acontecendo?

    ResponderExcluir
  45. É verdade os Promotores de Justiça nunca recomendaram ou ameaçaram o Governo no sentido de publicar portaria para abrir incrições pra concurso publico para preenchimento das vagas de Soldados da Policia Militar do Estado de Sergipe, visando uma melhor segurança publica no período do pre-caju, já que o efetivo esta reduzindo cada mês que passa e não é de agora que a imprensa local cobra dos politicos abertura de concurso para preenchimento das vagas de Soldado, isso vem desde o governo de João, e agora quem tem que suportar o peso dessa festa particular somos nos PMs sendo obrigados a trabalhar dobrado recebendo ninharia em detrimento do enriquecimento sem causa de alguns empresários que só acumulam fortunas as custas da mão de obra barata dos escravos modernos.

    ResponderExcluir
  46. Perguntas e SOLUÇÕES

    O Ministério Público (MP) é um órgão de Estado que atua na defesa da ordem jurídica e fiscaliza o cumprimento da lei no Brasil.
    Pergunto:
    O Governo cumpre as leis? Sem palavras...
    A Policia Militar tem efetivo suficiente para manutenção da ordem num evento como o pré-caju? Não; sabe porque, porque o efetivo da PM é desproporcional ao quantitativo populacional. O governo não cumpriu seu dever, pois, é conhecedor dos problemas do seu estado e conhece muito bem a festa denominada “pré-caju”, e porque não tomou providencias antes?
    Vejamos:
    http://www.ibge.gov.br/estadosat/perfil.php?sigla=se , Em 2010 a população era: 2.068.017 dividido por 250 é = 8.272 policiais militares, deveria ser este o efetivo da policia militar em 2010.
    Ocorre que atualmente a PMSE deve ter + ou - 5.000 policiais, menos os que estão de férias, licença especial, doentes inaptos para o serviço, doentes aptos com restrições, presos a disposição da justiça, presos disciplinares, licença maternidade/paternidade, licença para tratamento de pessoa da família, a disposição do Forum Gumercindo Bessa, a disposição da Assembleia Legislativa, a disposição do Palácio do Governo, a disposição do Tribunal de Justiça, a disposição das SMTT da capital e interior, a disposição do Tribunal de Contas.
    Supondo que temos 4.700 policiais e a maioria tem mais de 40 anos de idade e aproximadamente 20 anos de serviço como podemos afirmar que é possível dar segurança publica em 75 municípios com este efetivo, sabendo-se que o ser humano precisa de descanso depois de sua jornada de trabalho, sob pena de ser executado um serviço de péssima qualidade quando este ser é tratado como um animal de tração, me desculpem os cavalos, pois estes tem carga horária de trabalho definida e tem o Pelotão ambiental da PM para defende-los.
    Então obrigar um policial a trabalhar no seu dia de folga é perigo para a sociedade porque este homem além de cansado tem problemas de ordem familiar, financeira e etc.., e o pior, porta uma arma e vai trabalhar contra a sua vontade, isso não é bom pra ninguém.
    Na Constituição de 1988, o MP está incluído nas funções essenciais à justiça e não possui vinculação funcional a qualquer dos poderes do Estado.
    E porque essa recomendação? Se quem esta precisando de sangue vier a falecer pela falta do liquido precioso? Os próprios foliões do pré-caju que sofrerem acidentes vão precisar de sangue ou não? Pois agora eu irei doar sangue no dia do pré-caju e queiro ver quem é o coronel ou o promotor que vai me impedir!!!



    ResponderExcluir
  47. OBSERVEM Q O GOVERNO Q AI ESTA NÃO TA NEM AI,DIZEM Q TEM 1 DOENÇA GRAVE,FALA EM DEUS E PEDE ORAÇÕES A TODOS,BANDOS D CÍNICOS CARA D PAUS, SO ESTA PREOCUPADO COM EMPRÉSTIMO. Ó CORJAS D CARNICEIROS.

    ResponderExcluir
  48. Foi noticiado em meio televisivo: vários prefeitos municipais teriam deixado as prefeituras sem condições favoráveis de administração, alguns prédios e equipamentos teriam sido parcialmente destruídos, tudo isto foi noticiado, mas eu não tive notícia de que NENHUM PROMOTORB fizera RECOMENDAÇÕES AO PREFEITOS SUCEDIDOS no sentido de promoverem uma transição da coisa pública sem eventuais transtornos.

    Para resumir: "eu não acredito em Justiça, em Ministério Público, em nada, eu só acredito em Deus e no Juízo Final, hoje sou uma espécie de silvícola urbano.

    Um chefe uma tribo foi para São Paulo pedir e beijar a mão, jurando fidelidade, a Déspota para continuar no cargo.

    ResponderExcluir
  49. TAKIPARIU! É assim que começo meu comentário.
    Como uma porcaria de promotor vem a público falar que faltar o serviço pode incorrer em improbidade adm inistrativa?!
    Só pra lembrar a lei 8.249/92, foi criada para combater os agentes públicos que enriqueciam ilicitamente, o que gerou o jargão de lei do colarinho branco. Senhor promotor, ao invés de vim a público falar asneiras pq então não procua a administração estadual que emprega os recursos público em uma festa de caráter privado, isso sim é improbidade administrativa, pois temos agentes ganhando com tal evento (isso se o próprio Jarbarabas não estiver no rol do caderninho).
    Vá atrás desses amantes da Lei de Gerson!

    Soldadinho mano
    Eita que eles tão aperriados,
    Eita que eles tão aperriados,
    Eita que eles tão aperriados,
    É o movimento militar que reina por todo lado!

    ResponderExcluir
  50. Publicado em: 11/01/2013 00:51:19
    CORONEIS E DELEGADOS

    Notícias para a coluna: plenario@faxaju.com.br

    Diógenes Brayner

    O presidente do Simpol em Sergipe, Antônio Moraes, em debate sobre a questão da segurança no Pré-Caju, faz uma denúncia que merece maior atenção: “delegados e coronéis comandam a Segurança Privada em Sergipe”. O fato não era de absoluto desconhecimento de segmentos da sociedade e das própria autoridades. Mas nunca foi exposto assim em público, por um cidadão que preside um sindicato e tem autoridade para falar no assunto.

    Autoridade e credibilidade...

    Não se pode negar que policiais militares e civis começam a se organizar em busca dos seus direitos. Sindicato e associações chegam a ousar em sua luta pela defesa de uma classe que sempre baixou a cabeça à ordens superiores. E não se tratam de rebeldia ou quebra da hierarquia, mas a uma reação àqueles que podem tudo quando ostentam divisas.

    Não estou pregando uma anarquia na caserna nem na segurança, apenas achando prudente que se torne mais transparente atos e ações do soldado mais simples ao coronel mais estrelado. Assim como de um agente policial a um delegado concursado.

    A polícia tem obrigação de estar absolutamente acima de quaisquer suspeitas. Denúncias como essas põe em dúvida se os coroneis e delegados empregam agentes civis e policiais em suas empresas e se colocam por trás de alguns movimentos que, de alguma forma, atinja a instituição como um todo.

    Após a minha classificação de grave à denuncia de seguranças privadas estarem sob comando de delegados e coroneis, Antônio Moraes insistiu na carga: “não é grave não, é a realidade”. E atiça com uma pergunta: “ou será que o nobre jornalista investigativo não sabe de nada?” Ainda no twitter, um post de Walter Costa confirma a denúncia com uma pergunta óbvia: “mas quem é que não sabe disso?”

    É dispensável o tratamento respeitoso de “nobre” a qualquer profissional da comunicação e nem sempre a gente tem as informações mais profundas [e sejuas] dos bastidores de instituições. Não acredito em um jornalismo puramente investigativo, mas no repórter que tem sorte de “farejar” a informação e chegar a fontes confiáveis, seguras e que criem um vínculo direto com o fato, a apuração e a publicação.

    Também não dá para fazer-se de ingênuo num puteiro. Claro que a informação corre solta em todo Estado, inclusive com vigilância 24 horas para residência e toda uma estrutura de segurança paga para particulares, áreas públicas e empresas privadas. Mas nunca assim, feita por um responsável e acreditado líder da classe policial, que não deixa dúvida que há sujeira jogada para baixo do tapete na sala de jantar de autoridades.

    Não sei se isso é legal. E, se for legal, pode até ser imoral. Mas é preciso por à mesa esse tipo de informação que, de alguma forma, deixa vulnerável toda corporação a qualquer tipo de críticas e dúvidas. A denúncia pôs-se à mesa depois de um debate sobre a presença da Polícia Militar para garantir a segurança no Pré-Caju.

    Um debate amplo em que as associações policiais trabalham para que colegas em folga ou de férias não sejam convocados a prestar serviços durante os quatro dias do evento, que se inicia dia 17 próximo.

    É equivocado, para não chamar de proposital, reivindicar direitos exatamente no momento em que a sociedade mais precisa dos serviços de Segurança. É como soldado não ir para a guerra porque está gripado ou com diarreia. A população não quer saber dos problemas de ordem administrativa do cidadão militar.

    O povo tem direito à segurança para garantir a integridade da família, independentemente das birras de teor trabalhista, social ou político. Usar estratégia para deixar o cidadão civil a mercê dos bandidos, não vai formar opinião favorável à eterna luta dos policiais por seus direitos.

    Aliás, o boa luta é aquela que conquista a simpatia da sociedade. É bom pensar nisso...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse tem coragem, sabe falar e defende os interesses de sua categoria.

      Era um desse que precisávamos.

      Excluir
  51. Atenção militares,

    1 - Caso compareçam à assembleia no dia de hoje, o MP poderá filmar a reunião e enquadrá-los em motim. Às vésperas do Pré-caju isso é grave!

    2 - Faltar ao serviço, sem justificativa, é transgressão disciplinar. Simples assim. O MP não é juiz para mandar ninguém fazer porra nenhuma. Promotor não é juiz!

    Agora cabe a vocês a decisão!

    Eu não irei nenhum dia dessa porra dessa festa. E quem quiser que se foda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CONCORDO, SEM ASSEMBLEIA, SEM MOTIM.

      Excluir
  52. Ao se dirigirem ao trabalho em veiculo particular dois policiais militares falecem ao bater de frente com um onibus proximo a Umbaumba. o sd brito e o sgt reis que DEUS CONFORTE A FAMILIA E AMIGOS.

    ResponderExcluir
  53. Minha nossa! Reis trabalhou comigo, e não estou bem certo de quem é o Brito... #LUTO

    ResponderExcluir
  54. quero ver se este precaju terá a liberação dos bombeiros e caso não tenha, muito provavel o que o MP irá fazer, N A D A, como sempre.

    ResponderExcluir
  55. Lamento a morte de dois companheiros que faleceram em acidente de trânsito, os mesmo estavam em deslocamento para o serviço, portanto peço a quem de direito que na hora de conceder os direitos da família lembre-se que eles estavam de serviço, no mais prestar aos seus familiares a minha solidariedade, bem como dos que fazem a AMESE, nos colocamos à disposição naquilo que pudermos ajudar, fiquem com Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://www.diariosergipano.com.br/ler.php?op=noticia&id=3602
      FOTOS

      Excluir
  56. "CORONEL ALCÂNTARA" (ALCATRÃO),QUEM LEMBRA DELE?. POIS BEM,QUANDO COMANDADNTE DA PMSE O CORONEL ALCATRÃO COMO ERA CONHECIDO EM REUNIÃO COM OS OFICIAIS DA PM DISSE QUE "ELES" ERAM OFICIAIS DE MERDA!!MAS ESSES OFICIAIS DE "MERDA" SE MOSTRARAM INTELIGENTES E ASTUTOS; VENTILARAM NO MEIO POLICIAL E NA MÍDIA QUE O SÁBIO CORONEL COMANDANTE DISSE QUE OS POLICIAIS DE SERGIPE ERAM POLICIAIS DE MERDA. ASSIM CONSEGUIRAM CONVENCER A SOCIEDADE E OS POBRES PRAÇAS A ACREDITAREM E ASSIM CONSEGUIRAM "DERRUBAR" O ENTÃO COMANDANTE DA BRIOSA!! VEJO QUE ALCATRÃO ESTAVA CERTO QUANDO DISSE A FAMOSA E VERGONHOSA PALAVRA:VOÇÊS SÃO "OFICIAIS DE MERDA".UMA VERGONHA!!!!!

    ResponderExcluir
  57. Estarei no Pré-bosta apenas no dia de serviço, e fazendo corpo-mole, to pouco me lixando pra quem ta brigando, irei desapartar a briga à passos de tartaruga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também. Só irei para o ordinário. E ficarei olhando, apenas olhando, as facadas na festa.

      Excluir
  58. VEJAM O VÍDEO EM QUE JARBARRABÁS DIZ QUE INDICIARÁ POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA QUEM FALTAR AO PRÉCAJU!

    ISSÓ É UMA VERGONHA! VAMOS MANDAR CHUMBO NA FAMÍLIA OLIVEIRA E DEMAIS CORONEIS QUE USAM O STAFF PRA FAZER SEGURANÇA PRIVADA NA FESTA!

    À VITÓRIA!

    http://g1.globo.com/se/sergipe/setv-2edicao/videos/t/edicoes/v/reuniao-define-ultimos-detalhes-do-pre-caju-2013-em-sergipe/2338729/

    ResponderExcluir
  59. Será verdade, será que não nada do que posso falar, fazer ou não fazer. E tudo isso prá sua proteção (Fabiano Cerveja & Cia) nada do que posso falar, fazer ou não fazer.

    A PM na rua e a Elite nos camarotes, nosso medo nossas armas (Atestados e Doações), a coisa não tá mal. A instituição esta aí para a nossa proteção (Fabiano Cerveja & Cia).

    Pra sua proteção (Pré-Caju 2013).

    Tanques lá fora, exército de plantão (MP, Cmdo PMSE e Etc.) apontado aqui pro interior (Psicológico do Barnabé), e tudo isso para sua proteção (Fabiano Cerveja & Cia) pro governo poder se impor.

    Os PM’s na rua, nosso medo de viver (se o Barnabé faltar ou adoecer) o consolo é que eles vão me proteger a única pergunta é: me proteger do que? (Braços cruzados, olhos vendados ou faltas).

    Sou uma minoria, mas pelo menos falo o que quero apesar da repressão!

    Tropas do Judiciário, MP armados mantêm os PM’s no seu lugar, mas logo é preso, ideologias marcadas se alguém quiser se rebelar.

    Oposição reprimida, radicais calados toda a angústia da classe (PM) é silenciada. Tudo pra manter a boa imagem do Estado!

    Sou uma minoria, mas pelo menos falo o que quero apesar da repressão!

    Armas polidas (Leis), os canos se esquentam (O Poder) esperando a sua função. MP bravo e o governo lamenta que o PM aprendeu a dizer não.

    Até quando Sergipe vai poder suportar? Códigos ancestrais não deixa o PM rebelar. Autarquia baseados em recomendação e reprimendas não dá. E tudo isso é para a sua segurança (Fabiano Cerveja & Cia).

    Para a sua segurança (Fabiano Cerveja & Cia).

    ResponderExcluir
  60. RECOMENDAÇÃO, NÃO VÃO COMPRAR OS CAMAROTES DA ASSOMISE HOJE À TARDE PARA NÃO SEREM CONFUNDIDOS COM AMOTINADOS!

    ResponderExcluir
  61. ATENÇÃO, QUEM VAI TIRAR AS FLATAS DO PRE-CAJU É FABIANO OLIVEIRA, KKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  62. Meu Deus onde estamos no bgo de hoje colocaram que os lelés tem que ficar no hpm ou clinica psiquiatrica. Daqui a pouco o comando vai mandar dar choque elétrico. O hpm não tem psicologo, nem psiquiatra, e leito. Nas clinicas psiquiatricas até os tantans alto grau tem dificuldade de internação, mais uma ordem absurda como forma de coibir faltas kkkk, se o povo for todo para o hpm vai ter que chamar a vigilancia sanitária pois não tem condições de internação. kkkkk eles estao desesperados, vai gados para o pre-caju a espora tá esperando kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ainda bem que não tenho IPES

      Excluir
  63. Acho engraçado quando alguem posta que não será mais massa de manobra e vai trabalhar no pré-demonio, deixa de ser massa das associações e passa a ser do governo kkkk é muita burrice, lembrem meus caros, ninguem faz nada sem interesse, nem a galera das bolsas ofertadas pelo governo federal são ingenios, eles só votam pq terão algo em troca, só pecam pq não pensam que essa esmola não leva ninguem a nada, mas não podemos esquecer que não são massa de manobra, se depois da historia de luta construida pela PMSE vc ainda se acha massa de manobra, lamento muito sua falta de inteligencia, pq eu estive em todos os movimentos e posso garantir que hj meu poder aquisitivo é bem maior que antes, ainda não é o ideal, mas melhorou muito, então se estou lutando por um ideal não posso me sentir massa de manobra e tem mais, quero dizer aos promotins que eu não vou trabalhar no pré-praga.

    ResponderExcluir
  64. No pré-caju o nosso serviço extra existe hora início, mas não existe hora para o término; e o valor da GRAE é o mesmo para um trabalho realizado de 8h, 12h, 24h e/ou 48h seguidas sem descanso, sem horário definido para a alimentação,ou seja, não existe proporcionalidade e nem tão pouco razoabilidade e isso o MP não enxerga. somos tratados como não humanos e piores do que animais (não existe direitos humanos para os PMSE) férias e L.E. são suspensas para trabalharmos em um evento privado que usa dinheiro público para financiá-lo, não podemos doar sangue e olhe que isso é um ato voluntário. Um evento totalmente discriminador onde ricos e pobres são separados por cordas, por trajes e por camarotes, onde ficam à margem da alta sociedade em espaços apertados e "chimando" a cada trio que passa. Pobre pipoca! Onde só pode ser consumida cerveja só de uma marca, isso não tem nada a ver com uma festa pública. Infelizmente nossa justiça estar com os olhos vendados, boca amordaçada e pés e mãos amarrados.Viva a democracia! Viva as interpretações absurdas da nossa Constituição! Viva a Impunidade!

    ResponderExcluir
  65. Assistam e não se assustem..
    Exite muita coisa que o homem comum não está preparado para aceitar!

    http://vimeo.com/34367148

    ResponderExcluir

  66. "Os governantes existem para servir-nos e não para se servirem. Vamos olhar para o nosso País de uma nova forma e trabalhar na nossa Democracia!"

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=XCy3Un2GK_o#!


    ResponderExcluir
  67. A real agenda

    http://real-agenda.com/2011/01/09/eco-fascistas-querem-%E2%80%9Ccidades-prisao%E2%80%9D-para-a-humanidade/

    ResponderExcluir
  68. De acordo com Fabiano Oliveira, um dos empresários da Associação Sergipana de Blocos e Trios (ASBT), o trabalho da Polícia Militar é de suma importância para a realização do evento. “O apoio da Polícia Militar, através do Governo do Estado, é de grande importância. Sem esse apoio, não teríamos condições de realizar tamanho evento, que gera milhares de empregos, renda e ajuda no desenvolvimento do Estado. Nós, que fazemos parte da ASBT, temos o reconhecimento e agradecemos a todos os homens e mulheres que fazem parte da Polícia Militar de Sergipe”.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. quero o agradecimento em dinheiro.

      Excluir
    2. GRAE DE 90,OO. ENQUANTO OS PCS. 300,00. E QUEM TRABALHA MAS. É OS POLICIAIS MILITARES.

      Excluir
    3. A GRAE de vocês foi uma escolha dos líderes. Em 2008, os PC's prefeririam serem remunerados, nos eventos, na forma de hora-extra. Essa a razão de hoje eles receberem mais que nós. Vamos cobrar atitude dos líderes, mas sem essa história de quem trabalha mais ou menos. Essa rixa só interessa aos que querem virar heróis e serem eleitos político-partidáriamente. Acorda tropa!

      Excluir
  69. Determinação para o Cap Ildomário e para o Ten Lucas

    b) DETERMINAÇÃO DO COMANDO GERAL DA PMSE – O Comandante Geral da PMSE,
    no uso de suas atribuições legais que lhe são conferidas, como também no intuito de resguardar os
    direitos dos pacientes com patologias existentes, resolve:
    1 - Determinar que a partir da presente data os policiais militares que apresentarem licenças
    médias psiquiátricas e psicológicas deverão ser hospitalizados no Hospital da Polícia Militar, ou em
    qualquer outra instituição psiquiátrica devidamente credenciada pelos conselhos de classe, durante o
    período da licença, a fim de resguarda-los e que tenham total amparo médico e psicológico para
    efetivamente tratarem de suas enfermidades e restabelecerem suas condições de saúde, oferecendo-se
    tratamento médico, psicossocial e hospitalar abrangente aos nossos militares, e não permitir que
    recaiam em situação de desamparo ou abandono.
    2 - Fica também determinado que os militares em situação de afastamento por questões
    psiquiátricas e/ou psicológicas terão suspensos automaticamente os seus portes de armas, devendo os
    Oficiais responsáveis pelos segmentos a que servem tais militares recolher os armamentos caso
    pertençam à Fazenda Pública. Em sendo os armamentos pertencentes aos próprios militares, a 2ª
    Seção do EMG deverá providenciar a suspensão do porte de arma durante o período de afastamento;
    3 - As demais licenças médicas não enquadradas nos tópicos anteriores deverão ser
    acompanhadas de cópia de atendimento médico civil, exames laboratoriais, radiológicos e quaisquer
    outros exames específicos inerentes ao caso do afastamento, a fim de serem anexados aos
    assentamentos dos militares no HPM/PMSE;
    4 - A Junta Médica Especial de Recurso deverá avaliar todos os casos existentes que não
    se enquadrem no perfil de internamento hospitalar;
    5 - Aos Oficiais Médicos Militares cabe dar total assistência aos policiais militares, a fim de
    que os mesmos possam usufruir das instalações do Hospital desta Polícia Militar;
    6 - O HPM deverá adotar conduta de prioridade de internamento para policiais militares,
    reservando a estes leitos específicos para internamentos;
    Tais medidas visam oferecer tratamento médico e hospitalar ao nosso efetivo, e
    restabelecer o atendimento efetivo no Hospital da Polícia Militar aos integrantes da PMSE.
    Publique-se;
    Registre-se;
    Cumpra-se.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. qual o médico que vai fazer isso? nenhum.isso é maluquice. a pessoa n pode exercer atividade policial e deve ser presa no hospital com risco de infecção hospitalar? hospital só é indicado em casos extremos.o pm nem psiquiatria tem. o tratamento n é prisão no hospital e sim lazer.

      Excluir
    2. E esse inciso 3 alguém sabe dizer o que significado. Texto altamente ininteligível.

      Excluir
    3. Palhaçada, resume-se a isso! Tenho vergonha de ser PM. E mais vergonha ainda, deveriam ter as pseudo-autoridades do Judiciário, ao tomarem conhecimento de tamanha aberração e nada fazerem.

      Excluir
  70. É uma humilhação essa bosta dessa grae, vamos ganhar menos dq o pessoal q fica nas "cordas"!! vergonhoso essa nossa policia!

    ResponderExcluir
  71. heta! caralho, a assembleia esta vasio

    ResponderExcluir
  72. O teor deste texto é só pode ter sido escrito por alguém com total despreparo intelectual. Vejamos:

    1) Muitos policiais militares estão afastados do serviço exatamente por problemas causados pela própria corporação. Alguns militares possuem a sindrome do pânico, não podendo sequer vestir a farda, quanto mais ser colocado num lugar com policiais transitando para cima e para baixo;

    2) Muitas molestias psicológicas, necessitam, para seu tratamento, de que o paciente esteja em contato com a família e em um ambiente relaxante. Ser internado à força, ainda mais em um hospital militar, ocasionará retrocesso no tratamento do cidadão;

    3) Há diversos tipos de patologias mentais, umas carecem de internamento, outras de tratamento de choque, outras de sedação controlada, outras de afastamento da situação que ocasionou o problema... Como é que vem uma pessoa que nem médico é e numa simples canetada coloca todos dentro do mesmo rol?

    4) A justificativa é que chega ser engraçada "comando preocupado com a saúde", essa gestão já tem quase 8 meses à frente da briosa e só agora, às vésperas do Precaju, é que vem se preocupar com a saúde mental dos seus integrantes?

    5) Provavelmente aquele policial militar que está lendo este BGO agora já deve estar é piorando sua situação mental. O HPM sequer tem um psiquiatra e o comando atual acabou com o NAPSS. Seria essa uma preocupação verdadeira com o seu efetivo, senhor comandante?

    É por aberrações desta natureza que nossa tropa está adoecendo e caindo fora a cada dia que passa, não querendo ficar um dia a mais sequer na ativa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo??? OLHEM O Q ESTÁ VENDENDO COCOS EM FRENTE AO EXTRA... "DANdo uma de doido o ST"... Nunca trabalhou na pm

      Excluir
    2. Não é por causa de um irresponsável que todos da corporação devem pegar !!! Nunca vi coisa igual, nem no Talibã , país regido pela Sharia isso acontece !! Tenho muitos amigos oficiais , mas o negócio está ficando crítico!! século XXI meu povoooo !! Disciplinar a tropa desse jeito? como?

      Excluir
  73. e o comandante é médico para saber que doença pode ou não internar?

    é cada uma

    tem gente que gosta mesmo de se desmoralizar

    ResponderExcluir
  74. SGT EDGAR SE ARROMBOU DE NOVO!11 de janeiro de 2013 11:37

    te expositiva:
    Sindicante: 2º Ten PM Camila Karoline de Melo Lima, RG 306.788-03/SE e CPF 033.449.525-36.
    Sindicado: 1º Sgt PM 3346 Edgar Menezes Silva Filho, RG 719.572/SE e CPF 359.177.505-30.
    Parte conclusiva:
    Vistos e analisados os autos da Sindicância n° 216/2012, instaurada por meio de Portaria n°
    753/2012-CORREG/SIND, datada de 13 de setembro de 2012, a fim de apurar o contido na Parte n°
    178/2012, datada de 04 de setembro de 2012, que versa sobre comentários feitos pelo 1° Sgt PM 3346
    Edgar Menezes Silva Filho em um Programa na AM/FM, no dia 04/09/2012. Colige-se do apurado nos
    autos que há indícios de crime militar, por parte do Sindicado, motivo pelo qual resolvo avocar o
    parecer apresentado pela Sindicante.
    Ao Sr. Cel Ajudante-Geral adote as seguintes providências:
    1 - Publique-se em BGO;
    2 - Encaminhar os autos originais à 6ª Vara Criminal, com base na alínea “a” do art. 28 do CPPM;
    3 - Arquive-se cópia dos autos no Arquivo-Geral da PMSE;
    4 - Registre-se e cumpra-se.
    Aracaju/SE, 26 de dezembro de 2012
    Maurício da Cunha Iunes – Cel QCOPM

    ResponderExcluir
  75. COMPANHEIROS ESTOU A MELHOR MANEIRA DE MOSTRARMOS QUE SOMOS VERDADEIRAMENTE POLICIAIS E IRMOS TRABALHAR E LA MOSTRAMOS QUE TEMOS VALOR, AS OCORRENCIAS QUE HOUVER VAMOS FICAR DE BRAÇOS CRUZADOS, DEIXANDO AS COISAS ACONTECER SÓ ASSIM IRÃO VER QUE HOMENS E MULHERES DE BEM NÃO PODEM SER TRATADOS COMO MARGINAIS COM TANTA AMEAÇA. IREI COMANDAR UMA PATRULHA SÓ NO PAPEL NÃO FAREI NADA E SIM PASSAR AS MINHAS HORAS E DEPOIS IR EMBORA.

    ResponderExcluir
  76. http://www.infonet.com.br/adiberto/ler.asp?id=139000&pagina=1

    Sucessão de erros
    A repetida polêmica entre o governo e a Polícia Militar

    A repetida polêmica entre o governo e a Polícia Militar sobre a segurança do Pré-Caju teria sido evitada se o poder público tivesse se recusado a oferecer quase toda a logística para uma festa particular. Em vez de proteger os foliões no corredor da folia, o governo deveria ter exigido dos organizadores que assumissem a segurança dos brincantes no interior da fuzarca. À Polícia caberia atuar no entorno do Pré-Caju para proteger quem chega e quem sai. Não parece correto, por exemplo, usar recursos públicos para fazer a limpeza da área interna da festa, garantir atendimento de saúde e fiscalizar quem está vendendo esta ou aquela marca de cerveja. Essas e outras despesas deveriam ser da responsabilidade única dos organizadores da prévia, e não bancadas com o dinheiro do contribuinte. Ora, quem vai faturar que arque com os custos. Portanto, o governo sofre todo esse desgaste porque, ao confundir o público com o privado, cometeu uma sucessão de erros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VC ESQUECEU TAMBÉM DE INFORMAR QUE, NOS PORTÕES QUEM DEVE FICAR FISCALIZANDO E OU ATUANDO COM DETECTOR DE METAL SERIAM AS EMPRESAS PARTICULAR JÁ QUE OS FOLIÕES IRÃO ENTRAR NA ARENA (AVENIDA) LOCAL FECHADO PARA BRINCAR, E NÃO A POLICIA, SE A FESTA É PARTICULAR QUE TINHA QUE SE RESPONSABILIZAR COM ESSES TAIS PORTÕES SERIA O FABIANO OLIVEIRA E NÃO NÓS PMS, CABE A NÓS FAZER O POLICIAMENTO AO REDOR E ELES QUE ASSUMISSEM AS PORTARIAS.

      Excluir
  77. é greve mas não é grave, é preta mas não é branca... ESTÁ MAIS DO QUE NA HORA DE NÓS PRAÇAS COLOCAR EM PRÁTICA A MAIOR GREVE BRANCA DA ESTÓRIA DA PMSE, JA QUE NOSSO MOVIMENTO TOLERÂNCIA ZERO FOI RECONHECIDO NACIONALMENTE, VAMOS AGORA FAZER COM QUE CHAMAMOS ATENÇÃO SEM QUE PERCEBAM.
    concordam?
    SÓ ASSIM PASSAREMOS A SER PALCO DAS ATENÇÕES DOS GOVERNANTES COMANDANTES.

    ResponderExcluir
  78. Bem colocado. Gostei do O QUE É O QUE É? KKKKKKKK

    ResponderExcluir



  79. Publicado em: 11/01/2013 18:30:39
    VIATURA DA PM COM LICENCIAMENTO EM ATRASO

    Os problemas com as viaturas da policia militar do estado de Sergipe continuam. Com licenciamento atrasado, as viaturas que carregam os “homens da lei” para fiscalizar os veículos irregulares, está também “irregular”.

    Uma viatura do 2º BPM, placa NVG-5672, que presta serviço na Delegacia de Rosário do Catete, está com o licenciamento em atraso e continua circulando na região e como não há quem fiscalize, o problema deve continuar. (veja foto logo abaixo).


    Recentemente, a reportagem do FAXAJU on-line fez uma denuncia onde vários veículos estavam circulando de forma irregular e para complicar ainda mais a situação, uma viatura da PM acabou rendo apreendida pela Policia Rodoviária Federal. Nem assim os gestores se preocuparam em cobrar da locadora que regularizassem os veículos.
    Nesta sexta-feira (11), o problema voltou a se repetir e mais um veiculo foi flagrado circulando com documentos irregulares. Apesar dos ofícios protocolados pela AMESE junto ao Ministério Público Estadual, até o momento nada foi feito para solucionar o problema.

    O Capitão Charles, em entrevistas concedidas à imprensa sergipana, relatou que a empresa que loca as viaturas para a PMSE, a ST Locadora de Veículos, seria penalizada pelos fatos ocorrido, e à época, o representante da locadora afirmou que “esse é um caso isolado e que apenas um carro estaria naquelas condições”, fato que foi desmentido nesta sexta, quando uma viatura do 2º BPM, de placas NVG 5672 foi flagrada com problemas. Faxaju tem foto.

    ResponderExcluir
  80. É FODA,ISSO QUE É UMA QUADRILHA DE VERDADE.

    ResponderExcluir
  81. ESSA PROMOTORIA DE MERDA TÁ RASGANDO A CONSTITUIÇÂO BRASILEIRA DANDO PODER A UM BANDO DE MARGINAIS E PRESSIONANDO HOMENS TRABALHADORES E PAIS DE FAMILHA, SERÁ QUE ESSES PROMOTORES TÃO RECEBENDO PROPINAS OU ALGUM TIPO DE BENEFICIO, COMO POR EX. O MELHOR CAMAROTE COM TUDO DE BOM E DE GRAÇA, VAMOS FILMAR ESSES PROMOTORES QUE DEVE ESTÁ EM ALGUM CAMAROTE SE DIVERTIDO COM O DINHEIRO DO POVO E O SUOR DOS PMS.

    ResponderExcluir
  82. ALGUÉM DO NAPSS PODE ME ESCLARECER SE ESTA DETERMINAÇÃO DE INTERNAR TODOS OS NOSSOS LELÉS É LEGAL. SARGENTO EDGARD ALGUMA REPOSTA A RESPEITO?

    ResponderExcluir
  83. Palhaçada, resume-se a isso! Tenho vergonha de ser PM. E mais vergonha ainda, deveriam ter as pseudo-autoridades do Judiciário, ao tomarem conhecimento de tamanha aberração e nada fazerem

    ResponderExcluir
  84. Agora sim!!! Ótimo!!! Quero ver todos os que estão dando uma de doido no HPM... O 1º é o Cap. Mano dando uma de doido a mais de um ano sem trabalhar só faturando. E segue-se os demais... para aqueles que REALMENTE estão necessitando de acompanhamento ÓTIMO, MAS PARA OS "NORMAIS"... CHUPA QUE É DE UVA!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em direção ao hpm...... marche!marche!

      Excluir
    2. Vc errou, o primeiro a dar entrada é o próprio cmt geral com uma ordem louca dessa!

      Excluir
  85. O Desespero tomou conto geral da PMSE

    ResponderExcluir
  86. O que Um Pré-Caju não faz... Tudo por dinheiro
    fica difícil...

    ResponderExcluir
  87. Que tropa desunida!!! Cade o Dep Capitão abandonou o barco ... Igual ao Italiano... A eleição 2014 vem ai... Cuidado nao ser Deputado de um mandato só... Já ta comprado pelo Organizador do Pré-Caju...

    Acorda Deputado a Eleição vem ai...

    ResponderExcluir
  88. PUTA QUE PARIU, UM DEPUTADO FRACO, UM FALSO PROFETA(SGT PRADO) E UM MAJOR VENDEDOR DE CAMAROTES, RESULTADO, 50 PESSOAS NA ASSEMBLEIA.

    ResponderExcluir
  89. Nem um usuário de crack pode ser internado involuntariamente imagine o resto kkkkk essa publicação foi uma piada.

    ResponderExcluir
  90. Quero saber se o HPM atende REALMENTE a quem precisa. O hospital da PM não tem psiquiatra, neurologista e por aí vai. Ainda por cima acabaram com o NAPS. Precisei de atendimento mais como não tinha IPES me mandaram para casa, mas se fosse parente do Cmt Geral atenderiam na hora.

    ResponderExcluir
  91. O tratamento de doentes psiquiátricos deve ser em casa, salvo se for PM em Sergipe, especialmente em tempos de Pré-bahia12 de janeiro de 2013 03:02

    Aprovada a Lei de reforma psiquiátrica

    A Lei 10.216, sancionada em 6 de abril de 2001, regula as internações psiquiátricas e promove mudanças no modelo assistencial aos pacientes portadores de sofrimento mental, destacando-se o processo de desospitalização, a ser implementado através da criação de serviços ambulatoriais, como os hospitais-dia ou hospitais-noite, os lares protegidos e os centros de atenção psico-social.

    Seu objetivo é humanizar o tratamento, de modo que a internação seja o último recurso – e ainda assim, cercado dos devidos cuidados e do absoluto respeito à cidadania do paciente. Há a preocupação de se evitar as internações prolongadas e em reduzir as compulsórias. A proposta é privilegiar o convívio do paciente com a família. Neste novo modelo, a sociedade é chamada a assumir sua responsabilidade com os portadores de transtornos mentais, o que certamente implica a conscientização de que o regime aberto não oferece risco para ninguém, que o doente mental não é um incapaz e de que a inserção social é mais eficaz para a sua recuperação. A reforma psiquiátrica elegeu os agentes fundamentais neste processo: os médicos e a família, que passam a ser peças fundamentais.

    Um dos grandes méritos da Lei é a explícita definição dos direitos das pessoas com transtornos mentais:

    proíbe a internação em instituições com características asilares (hospícios e manicômios, por exemplo)
    determina a necessidade de autorização médica para internação
    exige a notificação compulsória do Ministério Público, no prazo de 72 horas, em caso de internamento contra a vontade expressa do paciente
    diagnóstico e terapia passam a depender de autorização do paciente ou de seu responsável legal


    FONTE:
    http://www.paulodelgado.com.br/revista-cidadania/aprovada-a-lei-de-reforma-psiquiatrica/

    ResponderExcluir
  92. Tá osso, mas tudo passa.12 de janeiro de 2013 03:14

    LEI No 10.216, DE 6 DE ABRIL DE 2001.

    Dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental.

    O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

    Art. 1o Os direitos e a proteção das pessoas acometidas de transtorno mental, de que trata esta Lei, são assegurados sem qualquer forma de discriminação quanto à raça, cor, sexo, orientação sexual, religião, opção política, nacionalidade, idade, família, recursos econômicos e ao grau de gravidade ou tempo de evolução de seu transtorno, ou qualquer outra.

    Art. 2o Nos atendimentos em saúde mental, de qualquer natureza, a pessoa e seus familiares ou responsáveis serão formalmente cientificados dos direitos enumerados no parágrafo único deste artigo.

    Parágrafo único. São direitos da pessoa portadora de transtorno mental:

    I - ter acesso ao melhor tratamento do sistema de saúde, consentâneo às suas necessidades;

    II - ser tratada com humanidade e respeito e no interesse exclusivo de beneficiar sua saúde, visando alcançar sua recuperação pela inserção na família, no trabalho e na comunidade;

    III - ser protegida contra qualquer forma de abuso e exploração;

    IV - ter garantia de sigilo nas informações prestadas;

    V - ter direito à presença médica, em qualquer tempo, para esclarecer a necessidade ou não de sua hospitalização involuntária;

    VI - ter livre acesso aos meios de comunicação disponíveis;

    VII - receber o maior número de informações a respeito de sua doença e de seu tratamento;

    VIII - ser tratada em ambiente terapêutico pelos meios menos invasivos possíveis;

    IX - ser tratada, preferencialmente, em serviços comunitários de saúde mental.

    Art. 3o É responsabilidade do Estado o desenvolvimento da política de saúde mental, a assistência e a promoção de ações de saúde aos portadores de transtornos mentais, com a devida participação da sociedade e da família, a qual será prestada em estabelecimento de saúde mental, assim entendidas as instituições ou unidades que ofereçam assistência em saúde aos portadores de transtornos mentais.

    Art. 4o A internação, em qualquer de suas modalidades, só será indicada quando os recursos extra-hospitalares se mostrarem insuficientes.

    § 1o O tratamento visará, como finalidade permanente, a reinserção social do paciente em seu meio.

    § 2o O tratamento em regime de internação será estruturado de forma a oferecer assistência integral à pessoa portadora de transtornos mentais, incluindo serviços médicos, de assistência social, psicológicos, ocupacionais, de lazer, e outros.

    § 3o É vedada a internação de pacientes portadores de transtornos mentais em instituições com características asilares, ou seja, aquelas desprovidas dos recursos mencionados no § 2o e que não assegurem aos pacientes os direitos enumerados no parágrafo único do art. 2o.

    Art. 5o O paciente há longo tempo hospitalizado ou para o qual se caracterize situação de grave dependência institucional, decorrente de seu quadro clínico ou de ausência de suporte social, será objeto de política específica de alta planejada e reabilitação psicossocial assistida, sob responsabilidade da autoridade sanitária competente e supervisão de instância a ser definida pelo Poder Executivo, assegurada a continuidade do tratamento, quando necessário.

    Art. 6o A internação psiquiátrica somente será realizada mediante laudo médico circunstanciado que caracterize os seus motivos.

    Parágrafo único. São considerados os seguintes tipos de internação psiquiátrica:

    I - internação voluntária: aquela que se dá com o consentimento do usuário;

    II - internação involuntária: aquela que se dá sem o consentimento do usuário e a pedido de terceiro; e

    III - internação compulsória: aquela determinada pela Justiça.

    Cont.

    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/LEIS_2001/L10216.htm

    ResponderExcluir
  93. DESESPERO DE LÍDERES SEM LIDERADOS.12 de janeiro de 2013 03:17

    Texto sobre assembleia geral dos militares, por Anderson Araújo, vice-presidente da Aspra/SE
    A assembleia geral realizada hoje pelos militares na sede da Assomise, no meu entender, foi proveitosa, apesar do número de militares participantes ainda não ser tão grande (fato que decorre de uma série de fatores e que deverá ser revertido com o tempo conforme os acontecimentos). Porém, se não tinha grande quantidade de pessoas, teve qualidade no debate, já que os militares que compareceram discutiram ativamente com o capitão Samuel Barreto e com as lideranças de associações presentes os pontos polêmicos do novo Código de Ética e Disciplina, a fim de melhorarem a proposta que se encontra na Assembleia Legislativa de Sergipe.

    Um ponto elencado pelo major Adriano Reis merece ser destacado. Não fosse o fato de hoje nós termos um deputado militar na ALESE, e desse deputado ter atuado fortemente no sentido de barrar naquela Casa a aprovação deste Código conforme a proposta que foi enviada pelo Governo - proposta esta muito antidemocrática, frise-se - nós sequer estaríamos reunidos ali para discutir alterações na propostas.

    Como dito pelo capitão Samuel o espaço para discutirmos as melhorias para a nossa categoria é nas nossas assembleias. As críticas ao deputado ou a qualquer associação são um direito de qualquer um que discorde da atuação desta ou daquela pessoa ou entidade, mas penso que no momento de buscarmos nossas melhorias, devemos todos marchar juntos numa só direção. Os que simplesmente para queimar o capitão Samuel ou as associações que continuam ao seu lado se empenham em tentar desqualificar uma assembleia ou qualquer ato por estes realizado, não apenas atacam o deputado ou as associações, mas desrespeitam principalmente aqueles que acreditam que as mudanças são possíveis e que dependem da nossa união. Aqueles que saíram de suas casas para discutir um assunto que é do interesse de todos nós não merecem ser criticados por isso, ao contrário, são dignos do nosso respeito e elogios, pois demonstram que estão preocupados em participar da construção de um futuro melhor pra todos nós.

    Tentar desqualificar qualquer ato coletivo da nossa categoria, seja uma assembleia, uma reunião ou qualquer outro, é prestar um desserviço à categoria, é trabalhar contra nós mesmos. Atuar como X9 em uma assembleia passando informações e fotos para outras pessoas com o intuito de tentar desmoralizar quem está à frente não atinge somente o seu alvo, mas enfraquece toda a categoria na medida em que nós mesmos reforçamos publicamente a tese defendida pelo governo de que somos desunidos, desorganizados e não sabemos o que queremos.

    É preciso repensar. Ainda há muito a conquistar, muito a melhorar, mas se continuarmos num processo de autofagia, como bem dizia o coronel Péricles, nunca chegaremos a lugar nenhum.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VCS SÃO FALSOS PROFETAS12 de janeiro de 2013 03:21

      SAI PRA LÁ, além de vender camarotes ainda citam o vendido do cel Péricles, vcs tão doidos, vcs acham que se o deputado capitão Samuel tivesse o respeito da tropa essa assembleia só teria 50 participantes, contando com vcs.

      Excluir
    2. Respeito todos os representantes, porém me indigno quando vejo o deputado chegar nas redes sociais e desqualificar o trabalho da AMESE, junto a OAB quando da anulação do código da morte, o deputado disse que esse assunto já era passado pq ele mesmo já tinha conversado com o governo e tinha negociado esse ponto, e para meu espanto o próprio governo tambem falou, ai fico imaginando, se o deputado consegue negociar com o governo o que falta pra trabalhar de verdade e trazer melhoras reais para tropa, e esse Sgt que escreveu isso não deveria nem dá opnião não faz porra de nada.

      Excluir
    3. Araújo, tive acesso ao Diário do Legislativo e sua esposa está lá com um carguinho no gabinete. Você não representa nem um caroço de amendoim murcho dentro da PM, quanto mais vir falar em nome da tropa. Samuel traíu sim companheiros históricos de luta. Sei do que está acontecendo, e que se for revelado fará com que Samuel não tenha nem 200 votos na próxima eleição. nem os familiares de Samuel votarão nele, anotem o que estou dizendo.

      Excluir
  94. Só não passam as palavras de Deus. "Eu sou o alfa e o ômega, o princípio e o fim de todas as coisas. Tudo passa meus irmãos.12 de janeiro de 2013 03:18

    Art. 7o A pessoa que solicita voluntariamente sua internação, ou que a consente, deve assinar, no momento da admissão, uma declaração de que optou por esse regime de tratamento.

    Parágrafo único. O término da internação voluntária dar-se-á por solicitação escrita do paciente ou por determinação do médico assistente.

    Art. 8o A internação voluntária ou involuntária somente será autorizada por médico devidamente registrado no Conselho Regional de Medicina - CRM do Estado onde se localize o estabelecimento.

    § 1o A internação psiquiátrica involuntária deverá, no prazo de setenta e duas horas, ser comunicada ao Ministério Público Estadual pelo responsável técnico do estabelecimento no qual tenha ocorrido, devendo esse mesmo procedimento ser adotado quando da respectiva alta.

    § 2o O término da internação involuntária dar-se-á por solicitação escrita do familiar, ou responsável legal, ou quando estabelecido pelo especialista responsável pelo tratamento.

    Art. 9o A internação compulsória é determinada, de acordo com a legislação vigente, pelo juiz competente, que levará em conta as condições de segurança do estabelecimento, quanto à salvaguarda do paciente, dos demais internados e funcionários.

    Art. 10. Evasão, transferência, acidente, intercorrência clínica grave e falecimento serão comunicados pela direção do estabelecimento de saúde mental aos familiares, ou ao representante legal do paciente, bem como à autoridade sanitária responsável, no prazo máximo de vinte e quatro horas da data da ocorrência.

    Art. 11. Pesquisas científicas para fins diagnósticos ou terapêuticos não poderão ser realizadas sem o consentimento expresso do paciente, ou de seu representante legal, e sem a devida comunicação aos conselhos profissionais competentes e ao Conselho Nacional de Saúde.

    Art. 12. O Conselho Nacional de Saúde, no âmbito de sua atuação, criará comissão nacional para acompanhar a implementação desta Lei.

    Art. 13. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

    Brasília, 6 de abril de 2001; 180o da Independência e 113o da República.

    FERNANDO HENRIQUE CARDOSO
    Jose Gregori
    José Serra
    Roberto Brant

    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/LEIS_2001/L10216.htm

    ResponderExcluir
  95. Parabéns ao companheiro do extinto NAPSS por publicar o teor completo da lei e ao coronel Iunes e Luís Fernando:

    CHUUUUUUUUUUPAAAAAAAAAAA, QUE ÉEEEEEE DE UUUUUUUVAAAAA!

    BANDO DE CARA BURRO, MEU!

    ResponderExcluir
  96. PROMOTORES DE JUSTIÇA CHICLETEIROS...KKKKKK12 de janeiro de 2013 04:41

    Com certeza eles devem ter ganho abadás e camarotes no pré-caju,para perseguir,os policiais militares de sergipe,para não faltarem ao evento particular de Fabiano Oliveira...

    Falta de vergonha!

    ResponderExcluir
  97. Quase todas as prévias carnavalescas do Brasil acabaram e o pré caju também está com os dias contados, está escancarado que trata de uma festa de cunho PRIVADO e com total "APOIO" da máquina estatal, podemos observar isso nos diversos comentários de experientes jornalistas e parte da mídia, sabemos que não acabou ainda porque há muitos interesses por trás disso mas é só uma questão de tempo. Uma coisa é o Estado dar total atenção a festas tradicionais como o São João e Carnaval, mas festa particular são outros quinhentos.

    ResponderExcluir
  98. "O MESTRE"
    ALGUÉM OU ALGUMA ASSOCIAÇÃO SABE ME INFORMAR ONDE POSSO ENCONTRAR AS LEIS QUE REGULAMENTAM O USO DO ESPAÇO PÚBLICO-MUNICIPAL PARA OS DIVERSOS FINS?. É QUE TENHO DÚVIDA SE O ESPAÇO PÚBLICO-MUNICIPAL PODE SER CEDIDO OU VENDIDO (ARRENDADO) PARA EVENTOS DE NATUREZA PARTICULAR E COM FINS LUCRATIVOS, E QUERO SABER SOBRE DE QUEM SERÁ A RESPONSABILIDADE DA LIMPEZA, SEGURANÇA, ETC. AGRADEÇO SE ME RESPOSTAR.

    ResponderExcluir
  99. Esse é o governo da incoerência e contradição, constroe CIPS para PM e PC trabalhar integrado mas na só deu aumento e regulamentou carga horária para PC, dá pra entender. E outra, está na ALESE a lei orgânica da PC onde prevê entre outras coisas aposentadoria com 30 anos de serviço com salário integral, detalhe, mais da metade do efetivo de PC tem mais de 30 anos de serviço.

    ResponderExcluir
  100. quanto a internacao forçada deem uma lida na LEI No 10.216, DE 6 DE ABRIL DE 2001. grata.

    ResponderExcluir
  101. Sua orientacao ja foi postada!

    ResponderExcluir
  102. A CULPA É NOSSA.

    DENTRO DO QUARTEL, TUDO SE PODE PARA PREJUDICAR O PRAÇA. E TUDO SE PODE PARA FAVORECER OS OFICIAIS.

    OFICIAS VÃO PARA A RESERVA FALTANDO TEMPO DE SERVIÇO, COM TODO DINHEIRO POSSÍVEL. ( ISSO PODE )

    OFICIAL TEMPORÁRIO DO EXERCÍTO BRASILEIRO, PODE ENTRAR NA POLICIA MILITAR DE SERGIPE E UM DIA SER COMANDANTE. ( ISSO PODE )

    OFICIAL PODE RECEBER PROMOÇÕES EM SEU TEMPO CERTO.(ISSO PODE )

    OFICIAL PODE CRIAR QUADRO COMPLEMENTAR PARA PROMOVER OUTROS. ( ISSO PODE )

    OFICAL PODE TRABALHAR COM A VIATURA DA POLICIA COM DIREITO A MOTORISTA. ( ISSO PODE )

    OFICAL PODE PASSAR O TEMPO TODO DA SUA VIDA EM DESVIO DE FUNÇÃO E UM DIA CHEGAR AO POSTO DE MAJOR. QOAPM ( MAJOR AMADO DO TRIBUNAL DE CONTAS. ISSO É UMA VERGONHA.

    OU SEJA: OFICIAL DA POLICIA MILITAR DE SERGIPE PODE TUDO.

    O BOM PRACINHA: O SOLDADO, O CABO E O SARGENTO: TEM O DIREITO DE FICAR CALADO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ISSO É UMA VERGONHA !!!!!!!POLIÇA DE BARRU KKK

      Excluir
  103. KD O DEPUTADO DA PMSE PRA BRIGAR PRO PRAÇINHA IR PRA CASA COM 25 ANOS DE EFETIVO SERVIÇO KD???? KD DEPUTADO A TAL LEI DE FIXAÇÃO KD????

    ResponderExcluir