sábado, 8 de setembro de 2012

O SINPOL APOIA JOÃO?

Como cidadãos modernos e antenados com as tecnologias que somos, também possuímos diversos perfis nas redes sociais e acompanhamos as movimentações políticas do estado.

Nas duas redes sociais mais utilizadas no momento (dizemos no momento, pois amanhã poderão ser substituídas por outras) e neste blog, lemos diversos comentários postados por um outro militar estadual ou cidadão civil a serviço do sistema.

Alguns destes comentários dizem respeito ao "apoio" por parte do Capitão Samuel e do Sargento Vieira ao candidato à prefeito João Alves Filho.

Pois bem, nobres 3 ou 4 comentaristas que querem tumultuar o processo, o sargento Vieira foi repudiado em diversas coligações nas quais ele tentou sair candidato, pelo fato de os diversos caciques políticos do estado - leiam-se "donos" de partidos - saberem da nossa união política e entenderem que Vieira em uma chapa seria uma vaga a menos para sua coligação.

Faltando pouco mais de uma hora para o prazo final de inscrição de chapas, por determinação do Senador Eduardo Amorim, Vieira conseguiu se filiar ao PR e, assim, lançar a candidatura da família militar nas eleições. Como todos sabem, o grupo Amorim decidiu apoiar João Alves nas eleições.

Com este apoio, nenhum candidato a vereador, poderá participar do horário eleitoral gratuito sem pedir votos ao candidato a prefeito apoiado pelos partidos políticos agrupados.

Não sei se vocês perceberam, mas Antônio Moraes, ilustre presidente do SINPOL, também é candidato a vereador pelo mesmo partido de Vieira, e pede votos ao Negão da mesma forma. Duvidam?

Aí vai o programa político do SINPOL:

Todos lembram do Antonio Moraes de discursos muito bem estruturados e inflamados contra a política de valorização de sua categoria e da vitória que a Polícia Civil conseguiu graças ao seu empenho pessoal e risco de perda do emprego através do processo de tentativa de criminalização de sua pessoa.
Após a vitória salarial (talvez a única vitória efetiva conseguida pela vontade governamental aliada à luta de classe), o presidente do SINPOL passou a defender com unhas e dentes o governo Marcelo Déda, chegando a anunciar inclusive diversos pleitos de gratidão a este governo.
Para os que escutam os diversos programas de rádio matutinos, não era rara a cena em que Vieira, Sargento Edgard ou Samuel, entravam no rádio para dizer que o governo não estava a cumprir as demandas trabalhistas da PM/CBM e logo após Moraes entrava para desconstruir tudo o que era falado pelos militares e defender o governador com unhas e dentes.
E, porque esta mudança repentina de postura do escrivão Antônio Moraes?
E, por que não vemos policiais civis nas diversas redes sociais esculhambando seu presidente e diminuindo-lhe o valor.
Senhores, se há uma característica que Antônio Moraes não possui, podemos afirmar de cátedra, é a burrice!
Ele sabe, como poucos, como funciona o jogo político. Pode até não ser eleito, mas quem está próximo aos mesmos sabe seus objetivos e os de sua categoria.
E nós, a esculhambar o nosso representante eleito com o nosso voto para nos representar, num processo de autofagia que, cremos, somente existir na Polícia Militar.
Devemos alimentar o capitão Samuel de informações relevantes, estimulá-lo, visitá-lo e também cobrá-lo, pessoalmente, das nossas reivindicações. Aprendamos com os policiais civis: não esculhambemos nossos representantes e sejamos, acima de tudo, UNIDOS!
SARGENTO VIEIRA 22330!
QUE DEUS NOS AJUDE E OLHE POR NÓS!

105 comentários:

  1. sou Policial Militar

    não voto em joão nem sob tortura

    mas voto em VIEIRA 22.330 com a certeza que a PM necessita da voz dele no legislativo municipal

    não apenas voto como peço votos, multiplicarei votos até o dia da eleição

    minha única dúvida é em quem votar para prefeito uma vez que não voto em joão e não quero que o candidato de Marcelo Déda seja eleito

    ResponderExcluir
  2. Se puderem peço aos nobres membros do Ministério Público Estadual que ao menos compreendam o que vou dizer. Não é afronta e me causa até certa tristeza quando sei que ali tem excelentes profissionais como a Dra Euza Misano,mas especificamente quanto aos dois promotores de justiça militar está mais parecendo que os dois são advogados da ASBT/SE e defendem cegamente os interesses de Fabiano Oliveira. Tanto que nem notaram a ofensa contra dignidade humana de centenas de policiais militares. Agora que a coisa ganhou notoriedade corre o risco de Sergipe entrar no mapa internacional dos estados que violam direitos e dignidade de pessoas. Logo na gestão do Dr Orlando Rochadel !

    ResponderExcluir
  3. Meus amigos,

    Aquele órgão, reconhecidos os bons profissionais, tem assim um dívida incomensurável em relação à proteção dos interesses públicos, quando o assunto é esta festa denominada Pré-bahia.

    A festa é privada. É paga! O núcleo da festa e movida pelas regras comerciais, pelas regras sobretudo consumeristas. O folião consumidor PAGA para brincar ao som das bandas.

    Aquele órgão tem assim ao longo destes anos quedado-se omisso em relação a "cessão gratuita do solo público", emprego farto dos equipamentos, instrumentos e principalmente mão-de-obra (agentes públicos) num evento de cunho privado.

    Ao longo destes anos, em relação a esta festa denominada Pré-bahia, o que temos é a inversão da supremacia do interesse público sobre os interesses privados, ficando este postado acima dos interesse do povo aracajuano e do sergipano como um todo, já que durante o evento há uma mobilização estrondosa de policiais que lutam no interior e que são removidos para atender a demanda de segurança da festa.

    O transito de Aracaju, já estrangulado por falta de uma política técnica de saneamento, fica ainda mais agravado pela interrupção do trânsito de vias que desembocam na Avenida Beira Mangue.

    Aquele órgão sempre silenciou, parece que aqueles doutores que o compõem, aqueles que sempre empregaram os holofotes da imprensa para rechaçar o comportamento de policiais que vez por outra fugia da linha da regularidade, ou que recebia acusação de crime sobre si, não conhece das regras do direito administrativo, ou será que há um fenomênico magnetismo de VÁCUO que faz desaparecer nesse período de Pré-bahia a incidência dos postulados do direito administrativo solidificados na constituição?

    A festa é privada, mas temos visto a coisa pública e seus interesse legítimos serem escanteados pelo força da ganância privada, que neste evento concilia-se com as forças de cunho político. O político e o comercial, juntos em somação de esforços para obter o LUCRO FÁCIL e a bestialização do populum. É a descarga do amargo, em mome de uma festa privada, encartada na mentirosa propaganda de parceria publico-privada.

    Ó opio do povo, e o Coliseu dos estonteantes membros da classe distinguida economicamente.

    Como nos impérios do passado, as festas palacianas têm seu nobres convidados, e ao povo o isolamento. Isolados é assim que sempre estiveram o povo, excluídos por cordas, por estruturas de ferro sedimentadas no espaço público. Palco de segregação que goza da proteção da força pública. Nada do privado funciona sem a estrutura pública, e é ai que vimos os esquipamentos e pessoal a serviço do privado, sem que aquele órgão tivesse feito algo para impedir, reverter ou por fim a tal anomalia.

    AH! uns dois senhores fizeram, estão trabalhando para destruir a vida de trabalhadores e suas famílias porque em suas folgas, não tendo sido voluntários, tiveram a iniciativa íntima, individual, de amor ao próximo, de doarem sangue, o mesmo sangue do qual um dia poderão precisar, se ainda um familiar deles não precisou.

    Tenho medo deste país recheados de homens demostrativamente simpáticos a interesses difusos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A única coisa que será destruída é o pouco de dignidade desses dois homens. Estão queimados até entre seus pares de melhor senso crítico.
      Acharam que fariam tudo em silêncio ou com alguns reclames aqui ou ali,mas nada que expusesse seus nomes e imagens, tampouco esperavam o envolvimento da OAB/SE, embora forçado pela possibilidade de uma cobrança a nível nacional.
      Já saiu do controle deles e seguindo um cronograma divino, que abençoa nossos esforços em combater esse atentado terrorista à dignidade humana de 300 policiais militares, a derrocada e a vergonha deles estão próximas.
      O que era absoluto agora é relativo.
      Nada acontece ao acaso.

      Excluir
  4. JOAO ALVES NUNCA MAIS.VIEIRA EU VOTO.POLICIAIS QUE SE RESPEITAM NAO VOTA EM JOAO ALVES, O INIMIGO DOS FUNCIONARIOS PUBLICOS. SOU CABO DA PMSE DE 1993.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O nosso alvo é o Sgt Vieira.

      Excluir
  5. SOLDADO RECRUTA. TOU FORA DE JOAO E SGT VIEIRA, TODOS SAO IGUAIS. QUEM QUIZER Q VOTE NESSES LADROES

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá companhia de Néopolis reformada através da luta do sargento Vieira. Um dia esteve localizada num antigo prédio onde outrora situava-se um cabaré.

      Companhia de Carmópolis reformada com a ajuda de Vieira em atuação junto ao MP.

      Companhia de São Cristóvão (local altamente insalubre) interditada através da atuação de Vieira.

      Salário dos policiais (ativos e inativos) melhorado em razão da luta de todos, mas reconheçamos encabeçada por Vieira.

      Vários ajustes nos atos dos superiores decorrentes da participação ativa de Vieira.

      Alimentação de vários locais melhoradas em virtude da atuação de Vieira. (com a possibilidade de um dia termos o tão sonhado dinheiro para comprar onde quisermos nossa própria alimentação.

      Atuação decisiva para anistiar policiais militares que a esta altura poderia estar condenados e no olho da rua injustamente. Ele juntamente com outros trabalharam para conseguir a anistia. Teve a participação ativa de Vieira.

      Modificação da relação superior com o subordinado (se ainda é ruim, já foi extremamente pior, quando o subordinado era tratado como um bicho peçonhento, a luta de Vieira fez abrandar esta tensa relação e reduzir a humilhação - ainda está longe da ideal. Vieira trabalhou isto direto em programas de rádio.

      Vieira foi responsável pela notoriedade que o policial hoje tem no meio social, em programas de rádio, muitos meios sequer notava a existência do policial hoje já reconhece, o valor do policial militar e já nos dá ouvidos. Qual foi a pessoal que levou antes algum pleito ao OAB, ao Ministério Público (aqui policial antes só ia convocado para depor na Curadoria da Atividade Externa da Polícia, como suspeito de crime), Câmara dos Deputados, Assembleia, etc. Foi Vieira e outros.

      E tantas outras coisas conquistadas e que podemos conquistar com o Bocão e a coragem que só Vieira tem.

      Mas já que você, mesmo assim, ainda não vota nele, então sugiro que votem em "Xá, lá, lá, lá, lá eu voto em M ... R.... (a candidata do dono da festa Pré-bahia, a grande senzala da atualidade, vote em "e ai beleza" que deu um por cento ao servidor público municipal, após haver votado, dando sim a um aumento de mais de 50% por cento para administradores do alto escalão do município, e quase não foi vereadora pois passou o tempo inteiro como secretária; então vote em E. Nas.. que enrola o plano diretor (um engodo, as construtoras já aleijaram Aracaju) mais que massa de pastel, foi a favor do prefeito em relação a lei que autorizava a atividade dos mototaxi, Vote naquele candidato que vivia arrogantemente defendendo os excesso de pardais, e vangloriando-se das multas.

      Vote neste últimos, pois você não merece ter um representante como Vieira. Vote neste últimos porque você, não reconhecendo a luta e as vitórias trabalhadas por Vieira, demostra compreensão limitada e parece gostar de sofrer.

      Vieira, meu voto e da minha família é seu.

      Excluir
    2. Pequena parte da poliça é hipócrita, o cara recebe todo mês um bom salário devido ou esforço dos que participaram dos movimentos e principalmente dos nossos lideres(Vieira, Samuel e Edgar) e fica postando besteira, ou mente pequena(poliça).

      Excluir
  6. Esse argumento de que nenhum partido aceitou a candidatura é uma bobagem, ou melhor, é uma afronta a inteligência dos policiais. O que não existiu foi vergonha na cara desses candidatos que, apenas por conta de seu projeto político pessoal, esqueceram da necessidade de coerência. DUVI-DÊ-O-DÓ que partidos naninos como o patido verde e outros que não recordo, não queisessem a força dos votos dos policiais. Não sei muito sobre VIEIRA mas, como policial civil, asseguro que o MORAES não é unânimidade, não tem moral e nunca teve coerência. Na verdade, ambos, foram recusados pelas duas maiores coligações, a de DEDA e a dos AMORINS, por que eles têm um projeto imediato de poder e não interessam-se por demandas policiais e, de reboque, de todos os servidores. E digo mais, o CAP SAMUEL, vc verão, somente está na coligação enquanto os AMORINS não conseguirem o governo do Estado, pois ele, quer queiram ou não, está COMPRADO pela força do dinheiro dos Amorins. O que estamos vendo agora é MORAIS e VIEIRA vendidos. O que ainda não sabmeos, na verdade, é quanto custaram?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou militar da turma de 1994
      Concordo com vc.A questao de vieira nao achar vaga em nehum partido, foi um jogo de estrategia, pois creio eu, o mesmo ficou com medo da reação da classe militar, devido ao que João Alves, representou no passado para os funcionários públicos do nosso estado.
      Mesmo assim, eu voto no Sargento Vieira, pois com tantos erros que o mesmo tem (todos erramos),ele apresenta o sinônimo de luta, a coragem que poucos militares tem para peitar o sistema, coragem esta que eu não tenho, pois minha familia necessita de mim e nao iria arriscar meu emprego.
      Não voto no Negão, pois já sofri na administração dele, que reduziu o salario do soldado para 1/2 minimo.

      Excluir
    2. Respeito as suas posicoes, embora nao concordr con a demonizacao do joao alves. nao acho que ele seja muito pior ou melhor do que nenhum candidato, mas representa a unica coligacao capaz de fazer mudanca com afastamento do PT. Quanto ao seu candidato a vereador, parabenizo-o, pois ao menos nao traz as nodoas morais daquele que deveria representar minha policia civil.

      Excluir
  7. No mais, não acho que João seja melhor ou pior do que os demais candidatos. Votar nos nanicos como partido verde ou na conceição vieira - e esta a mulher candidata, se não me engano - parece ser uma aventura pois não aparentam ter estrutura de relacionamentos que permita preencher todos os cargos do governo municipal, caso ganhem. Votar em JOÃO é se submeter a um grupo que está morrendo, dominado por outro com cara de novo mas com a força da malandragem de seu lider e da aplicação de muitos recursos cuja origem parece sempre suspeita. Existe uma esperança de que JOÃO "traia" os AMORINS como já foi traido por eles. E que faça uma gestão honesta e convinvente por força de seu interesse na eleição de 2014. Votar em VALADARES é votar no grupo que DEDA conseguiu formar a muito custo, depois da quebra com os AMORINS. Sabemos que DEDA pode ser despótico e que pouco ajudará os policiais, mas ninguém pode dizer que ele seja desonesto, embora esteja refém do atual secretário da SSP, que não tem a retidão de caráter como um dos seus fortes. Em suma, a quem prestigiar com nosso voto?

    ResponderExcluir
  8. O fato é que a única coisa que os políticos temem é a alternância de poder. Ninguém quer perder o exercicio do mando, já que na nossa democracia os poderes fiscalizadores dos políticos ainda são muito subordinados e submissos. Enxerga-se uam esperança no ambito federal com a atuação da PF e da justiça federal. Já as policiais e justiças estaduais continuam dobrando a coluna diante dos poderosos, não por culpa de seus membros, já que são muitos os profissionais valorosos, mas por conveniencia dos seus chefes que, como VIEIRA e MORAIS e tantos outros falsos lideres, vendem a alma por conta de seus projetos pessoais de poder. Isso é que é muito lamentável, ainda. PS: Não sou político e nem candidato a nada. Não estou excluindo nenhum candidato dessa canalhada

    ResponderExcluir
  9. caro capitão mano, faço minhas pesquisas por onde passo, e todos policiais que eu pergunto tanto os que votam em aracaju e os que não votam em aracaju estão se mobilizando a favor do nosso candidato a vereador SGT VIEIRA 22330; esses comentários desprezíveis contra o nosso nobre SGT, é medo dos que estão aperriados com uma vitória esmagadora do nosso SGT VIEIRA 22330

    ResponderExcluir
  10. Vamos recordar ?
    Samuel alves barreto era protegido de Itibira garcez do Detran, esqueceram ? quando foi eleito dizia que era independente, mas na eleição para governador em 2010 ele, Vieira, Edgar estavam na carreata de João alves no dia do desfile cívico do Siqueira campos, hoje o rapaz Independente Samuel voltou para os braços do pai João alves, Vieira por sua vez torava Gilmar carvalho, hoje, o cancão foi o único que abriu as portas para Jorge Vieira poder se candidatar, agora nem Cris brota, nem Edgar falam mais de Gilmar carvalho, ontem Samuel parecia um jovemzinho segurando cãozinho ( digo, santinho de João )é mole !, desde sempre que Samuel, Edgar e Vieira são protegidos de João, Maria e Mendonça prado.

    ResponderExcluir
  11. Estava conversando com um amigo estimado que é soldado da pm, falavamos sobre política quando o mesmo me indagou, sgt qual foi o melhor governador para PM? eu respondi, Valadares,ele então sorriu e me disse o seguinte, sgt o melhor governador para a PM é Marcelo Déda, eu vou explicar porque.Então ele começou a discorrer, devido a forma do governador nos tratar, com indiferença, discriminação,perseguição, abandono dos prédios nos quais trabalhamos, promessas feitas e não cumpridas como foi o caso do documento que ele assinou para o dia 21 de Abril desse ano e não cumpriu, por tudo isso ele se tornou o melhor governador para nós, pois ele nos ensinou a lutar pelos nossos direitos e forjou homens com coragem para estar à frente das lutas tendo como apoiadores a tropa que aderiu em massa toda nossa manifestação, o sr. Marcelo Déda é o melhor governador que a PM já teve, pois ele nos ensinou que quando atacam nossa honra nós temos capacidade de responder à altura aos ataques, como foi o caso dos 400% de reajuste para polícia civil e 5% para PM, ali ele desonrou todos nós, mas reagimos e conseguimos arrancar um reajuste não ideal, mas um pouco mais justo, diante desses argumentos eu tive que concordar, Marcelo Déda é o melhor governador que a polícia já teve,abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Sgt. esse soldado é genio, é como tenho dito: Não podemos esperar que governador nenhum venha nos salvar, o mais importante é a união da tropa, mesmo com as desonfianças e cobranças dos colegas devemos permanecer fortalecendo o movimento e apoiando os lideres quando a causa for justa. (Tudo vale a pena quando a alma não é pequena. Fernando Pessoa!)

      Excluir
  12. Sargento do "Hélio"8 de setembro de 2012 14:40

    Podem falar o que quiserem, mas independente de partido A o u B, coligação C ou D, temos que eleger o SGT Vieira sim para vereador e bem.

    Concordo com o colega de cima que falou que as grandes coligações não querem representantes classistas, como o professor Hiran e Vieira como vereadores por causa da pressão que estas categorias exercem sobre os governanttes, e isso mostra como os poderosos de plantão estão aperreados.

    A meu ver Vieira terá uma atuação muito, mas muito mais forte do que a de qualquer pessoa que já assumiu o cargo de representante da PM.

    Visitei 2 famílias hoje, e já amealhei mais 5 votos. Sei que nossa tropa tem alguns desunidos, preocupados apenas com interesses pessoais (Valfran, Prado e outros) e isso tirará alguns votos de nosso amigo Vieira, mas a massa da tropa está com o 22330

    ResponderExcluir
  13. NÃO SEI QUEM ESCREVEU ESTE COMENTÁRIO, MAS, ASSINO EMBAIXO:

    Tá companhia de Néopolis reformada através da luta do sargento Vieira. Um dia esteve localizada num antigo prédio onde outrora situava-se um cabaré.

    Companhia de Carmópolis reformada com a ajuda de Vieira em atuação junto ao MP.

    Companhia de São Cristóvão (local altamente insalubre) interditada através da atuação de Vieira.

    Salário dos policiais (ativos e inativos) melhorado em razão da luta de todos, mas reconheçamos encabeçada por Vieira.

    Vários ajustes nos atos dos superiores decorrentes da participação ativa de Vieira.

    Alimentação de vários locais melhoradas em virtude da atuação de Vieira. (com a possibilidade de um dia termos o tão sonhado dinheiro para comprar onde quisermos nossa própria alimentação.

    Atuação decisiva para anistiar policiais militares que a esta altura poderia estar condenados e no olho da rua injustamente. Ele juntamente com outros trabalharam para conseguir a anistia. Teve a participação ativa de Vieira.

    Modificação da relação superior com o subordinado (se ainda é ruim, já foi extremamente pior, quando o subordinado era tratado como um bicho peçonhento, a luta de Vieira fez abrandar esta tensa relação e reduzir a humilhação - ainda está longe da ideal. Vieira trabalhou isto direto em programas de rádio.

    Vieira foi responsável pela notoriedade que o policial hoje tem no meio social, em programas de rádio, muitos meios sequer notava a existência do policial hoje já reconhece, o valor do policial militar e já nos dá ouvidos. Qual foi a pessoal que levou antes algum pleito ao OAB, ao Ministério Público (aqui policial antes só ia convocado para depor na Curadoria da Atividade Externa da Polícia, como suspeito de crime), Câmara dos Deputados, Assembleia, etc. Foi Vieira e outros.

    E tantas outras coisas conquistadas e que podemos conquistar com o Bocão e a coragem que só Vieira tem.

    Mas já que você, mesmo assim, ainda não vota nele, então sugiro que votem em "Xá, lá, lá, lá, lá eu voto em M ... R.... (a candidata do dono da festa Pré-bahia, a grande senzala da atualidade, vote em "e ai beleza" que deu um por cento ao servidor público municipal, após haver votado, dando sim a um aumento de mais de 50% por cento para administradores do alto escalão do município, e quase não foi vereadora pois passou o tempo inteiro como secretária; então vote em E. Nas.. que enrola o plano diretor (um engodo, as construtoras já aleijaram Aracaju) mais que massa de pastel, foi a favor do prefeito em relação a lei que autorizava a atividade dos mototaxi, Vote naquele candidato que vivia arrogantemente defendendo os excesso de pardais, e vangloriando-se das multas.

    Vote neste últimos, pois você não merece ter um representante como Vieira. Vote neste últimos porque você, não reconhecendo a luta e as vitórias trabalhadas por Vieira, demostra compreensão limitada e parece gostar de sofrer.

    Vieira, meu voto e da minha família é seu.

    ILDOMÁRIO GOMES

    ResponderExcluir
  14. RESPOSTA DO CANDIDATO ANTONIO MORAES – PRIMEIRA PARTE.

    Ildomário e demais amigos que fazem do blog do capitão mano um dos mais acessados em nosso Estado,

    Antes de mais nada quero, de público, desejar boa sorte ao colega Sargento Vieira nessa sua nova empreitada. Posso divergir, e de fato divirjo, de algumas de suas formas de condução do processo classista, mas reconheço o seu valor enquanto líder de classe.

    O SINPOL, por vedação da legislação eleitoral, como todo e qualquer sindicato, não pode (ou pelo menos não deveria) ajudar direta ou indiretamente esse ou aquele candidato. Assim, o SINPOL não tem candidato a vereador ou a prefeito.

    Agora, parte significativa do conjunto dos servidores representados pela entidade apóiam a candidatura a vereador do presidente licenciado ANTONIO MORAES. Quanto a candidatura a prefeito, não há questão fechada. Cada servidor votará naquele ou naquela que bem entender. Não há sugestionamento para candidato majoritário.

    A meta desses servidores é eleger um representante político que possa ajudar mais fortemente nas futuras negociações da categoria, bem como oferecer a Aracaju um competente e preparado vereador. Ou seja, alguém com comprovada experiência e notório conhecimento técnico.

    Toda a modesta campanha está sendo custeada com doações de policiais civis e outros trabalhadores. Não há um centavo colocado por esse ou aquele grupo político. A prova disso é o atraso do começo da campanha eleitoral. Por tanto, uma campanha realmente independente.

    Vamos aos fatos:

    1º. ANTONIO MORAES filiou-se ao PR (partido da república) tempestivamente, ou seja, há um ano antes das eleições, exatamente no dia 07/10/2010. Exatamente como manda a legislação eleitoral. Naquele momento, o PR (que fazia e ainda faz parte do grupo de partidos comandados pelos irmãos Amorins) era aliado de primeira hora do governo Marcelo Deda.

    2º. No início do primeiro semestre desse ano (2012), houve o rompimento político dos grupos de Deda e dos Amorins. Nessa onda, o PR manteve-se no grupo dos Amorins deixou de ser um partido aliado, pelo menos em nível estadual.

    3º. Em 30/06/2011, ou seja, no último dia para as convenções partidárias definirem seus candidatos, o grupo dos Amorins resolveu aliar-se ao grupo de João Alves.

    (...)

    ResponderExcluir
  15. (...)

    RESPOSTA DO CANDIDATO ANTONIO MORAES – SEGUNDA PARTE.

    Percebam que tanto o rompimento dos Amorins com Deda, como sua aliança com João Alves, foram fatos posteriores à filiação obrigatória de ANTONIO MORAES. Filiação obrigatória sim, pois sem estar filiado há pelo menos um anos em um partido político, o candidato, civil (não militar), se torna inelegível.

    Como a meta dos servidores é eleger um representante, não foi ventilada a desfiliação, bem com a retirada da candidatura.

    Eleito vereador, ANTONIO MORAES continuará presidente do sindicato dos policiais civis. A candidatura de um servidor policial civil a um cargo eletivo nada mais é que um anseio antigo de boa parte da categoria policial civil.

    Quanto a fala do candidato ANTONIO MORAES no final da propaganda eleitoral de rádio e de televisão, em que ele diz “25 é João”. Essa é uma exigência da coligação. O candidato não paga um centavo por essa propaganda, dessa forma, nada mais justo que atender a exigência do partido.

    A coligação ofereceu ao candidato ANTONIO MORAES um kit político, com ‘praguinhas’, ‘santinhos’, adesivos perfurados e faixas, todavia todas com a imagem do candidato João Alves do lado da imagem do candidato ANTONIO MORAES. Este recusou recebimento por entender que sua candidatura, dada ao atual contexto político, deve ser independente. Nenhum dos candidatos majoritários ofereceu anterior apoio aos projetos da categoria policial civil, representada pelo SINPOL.

    Vieira é Sargento da briosa Polícia Militar. Segundo a legislação eleitoral, o candidato militar não precisa se filiar a partido um ano antes das eleições, podendo se filiar até o último dia das convenções partidárias, ou seja, dia 30/07/2011. Assim, quando Vieira se filiou, o PR (leia-se grupo dos Amorins) já estava coligado à candidatura de João Alves. Esse já era um fato notório, inclusive fartamente divulgado pela mídia local. As razões da escolha de Vieira em se filiar ao PR somente podem ser respondidas por ele.

    Importante ainda dizer publicamente aos amigos que fazem este importante espaço de debate de idéias que não é a melhor das opções cultuarem rivalidade entre as corporações. A incompetência na negociação de 2008, anterior a negociação dos policiais civis, não pode ser eternamente escondida com a invenção de rivalidades. Rogo haver bom senso nos representantes de classe da PM e do BM para que possamos discutir pautas comuns, como, por exemplo, a possibilidade de organização dos cargos policiais (civis e militares) em CARREIRA ÚNICA. Assim, de soldado a coronel; de investigador a delegado, por promoção decorrente de concurso interno com critérios exclusivamente objetivos.

    Boa sorte a todos e a todas. Que saiamos dessas eleições, melhores que entramos, pois a luta continua.

    ANTONIO MORAES, presidente licenciado do SINPOL Sergipe e candidato a vereador com o número 22 181.

    ResponderExcluir
  16. Manos eu voto em viera eu e minha familia e peço voto para ele mais no fiu do caprunco do joãozinho deus mim livre,essa é a hora de darmos o troco em joãozinho quem não se lembra quando joão era governador que os mais novos ganhava mais que os antigos,nada contra os modernos,mais contra esse beiço do cão,estão lembrados de um dinheiro que estava no contra-cheque até um dia antes do pagamento e na hora que o praçinha foi no banco o dinheiro sumiu a desculpa do beiço de satanas foi que teve de tirar o dinheiro para ajudar os irmãos do sertão pura balela é por essas e outras que joãozinho se depender de mim só ganha para porteiro do inferno sai de reto satanas.Servidores municipais se joãozinho ganhar vocês estão fudidos acreditem,burro é quem faz campanha para ele ganhar em SAMUEL?

    ResponderExcluir
  17. Sou contra a rivalidades, não tenho inveja do salario da civil, infelizmente no periodo em questão as 200 associações eram muito desunidas, cada uma queria uma coisa e ainda penssavem pequeno, ou se trocavam por qualquer mixaria, os civis pensaram grande e deu no que deu, ponto final isso é passado. Temos muito mais a fazer a lutar e a conquistar. Quero ver se depois dessa palhaçada de eleição vamos ficar de braços cruzados, temos que começar de novo bem devagar devagazinho. O cmt nos encheu de promessas e o que aconteceu porra nenhuma. Quer saber o que ta acontecendo? todos os dias tem varias viaturas desativadas por falta de efetivo, mudaram a escala sem planejar, meus Deus quanto amadorismo, nem ticket, nem uniforme, nem lob, nem lei de efetivo, só a promoção dos colegas super atrasadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toda esta situação de caos mudará.

      Eu tenho 18 anos de corporação, não alcançarei as transformações necessárias pelas quais tanto lutamos.

      Nós precisamos avaliar a estrutura organizacional, seus componentes e o trabalho de cada um. Funciona mais ou menos como a avaliação estrutural de um prédio, só é possível grandes modificações estruturais, quando avaliamos as fundações, as vigas, e as mesas de suporte.

      Gente, avaliem comigo, agora é que está chegando, e está no seio da base (Soldados, Cabos e Sargentos) a compreensão de nosso papel, a compreensão de que somos policiais e não homens da guerra. Isto significa que temos responsabilidades extensas, não somos homens do obedecer por obedecer, do cumprir porque o superior mandou, mas cumpri porque somos guardiães da lei. Estamos rompendo neste processo evolutivo, pelo menos uma parte mais atenta, e nos posicionando como somos, ou seja, como cidadãos policiais que tem deveres, mas que são antes de tudo pessoas, ou seja, sujeito de direitos.

      Raras exceções, mas a esmagadora maioria de nossos superiores nos tinha com militares, homens forjados para a obediência cega, eram chefes que praticavam o militarismo, mas não eram policiais.

      Só que o povo não quer militar puro, homens de tropa, o povo quer, clama por segurança pública, andar sem ser molestado, estar em casa em paz, o povo quer paz pública, o povo quer que exerçamos com eficácia e eficiência a nossa missão constitucional.

      Nós não somos tropa genuína, nosso militarismo é instrumental, somos membro de uma instituição eminentemente civil. Romper com esta compreensão de tropa militar genuína é difícil, pois encontra resistência absoluta de mentes retrogradas e paralisadas pelo conforto de suas posições e defesa de seus interesses.

      É mais vantajoso a esta altura da carreira, principalmente membros do médio e alto escalão defender a bandeira do militarismo puro, da tropa forjada para o cumprimento da ordem. Fomos a vida inteira militares e muito pouco policiais. E estes superiores que plantaram e cultivaram isto ainda estão a frente dos diversos postos e não farão outra coisa senão defender suas posições, pois lhes são mais confortáveis manterem o regime da obediência cega, nos mantendo sempre no regime do militarismo e pouco na ambiência do segmento polícia.

      O pior que, por temos, acordados eles contam com a atuação de outros poderes que estão assustados com a luta por crescimento dos policiais de base. Ás luzes aos poucos está contagiando o corpo de policiais que estão diuturnamente no combate, e há segmentos que não estão satisfeito com este crescimento, pois sabem que isto forçará novas posturas, novos tratamentos como salários melhores, condições de trabalhos, e o pior de tudo, no campo dos debates este público de policiais poderá chamar a atenção da população para as verdadeiras raízes da violência. É para o poder isto é perigoso.

      Excluir
    2. Ainda há muito por mudar, mas penso que teremos serias transformações na estrutura policial como um todo. Penso que acabará esta anomalia de dupla polícia para promoção da segurança pública. Este modelo não guarda lógica. Metades de uma laranja para fazer um suco. Detalhe sem querer puxar a brasa para a nossa sardinha, mas do ponto de vista lógico, a polícia mais efetiva e portando de quem mais se exigiria conhecimento é a polícia que primeiro atende, e o policial da ponta, o da rua que deveria deter mais conhecimento, porque é ele que tomar as providências, até o resultado de um julgamento depende do desenvolvimento da atividade do hoje policial militar. É sobre ele que deveria recair o maior conhecimento para a boa prestação dos serviços, pena que o próprio policial ainda não tem esta noção, portanto não tem conhecimento da sua importância. Mas as luzes estão chegando.

      É hora de as liderança demarcarem as metas, as mudanças só chegarão se cumprirmos metas, passo a passo, chegaremos ao processo de mudança e de valorização das polícias.

      Chega de praças! Chega de oficiais, o povo precisa é de policiais. Uma instituição sem tantos degraus, mas uma instituição técnica, preparada para propiciar segurança pública.

      Quem requer tropa é a União, a única competente para garantir a soberania. Estados-membros precisam é de polícias.

      Excluir
    3. Você quem escreveu este e mais outros comentários acima, É FODA! Você escreve muito bem, cara! Suas idéias são excelentes! Paguei pau, meu irmão! Sou praça e vejo dessa forma que você expôs a situação atual da Segurança Pública. Precisamos de Policiais, sem nomenclaturas de Polícia Técnica, Polícia Militar, Polícia Civil...Precisamos de Polícia! E de uma Polícia Eficiente! Por que não juntamos todas essas e criamos a PE/SE? Polícia Eficiente de Sergipe? Juntando todas em uma só e reorganizando tudo para que o sistema funcione de verdade? Que a população realmente receba a sua contrapartida dos altíssimos impostos pagos no nosso país? Em suma, desde já dou-lhe os Parabéns Sinceros pela Luz que há em sua mente, a forma lógica e iluminada (em oposição às trevas dos inúteis que postam coisas dispensáveis aqui no blog) com a qual você expressa seus pensamentos. Parabéns pela terceira vez! E a luta por dias melhores continua! A Esperança nunca morre!!

      Excluir
  18. podemos conseguir alguns pleitos, agora digo aos manos com certeza, nunca iremos conseguir o ticket alimentação, sabem pq? em todas as eleições os empresários donos de distribuidoras de alimentos, bancam a eleição de alguns candidatos com a promessa de serem fornecedores oficial dos alimentos. por isso podem achar até um rato morto dentro de uma friinha, podem mostrar pra imprensa, fazerem o que for, eles nunca perderão essa boquinha, pois o investimento é pesado.por essas e outras questões que voto 22330.

    ResponderExcluir
  19. prefeito 16 Vera Lucia
    vereador 22330 sgt Vieira

    ResponderExcluir
  20. Caro amigo, colega policial e de pós-graduação Antonio Moraes:

    Primeiramente, gostaria de dizer que é bastante salutar sua interferência neste espaço de debates construído para o amplo diálogo da categoria militar de Sergipe. Apesar das críticas que este blog ostenta, acredito ser uma das ferramentas mais importantes na história recente da PMSE e da SSP, malgrado muitas vezes elementos mal intencionados escreverem insanidades aqui. Meus parabéns aos autores pela iniciativa.


    Quanto à negociação de 2008, todos os sindicalistas sabem muito bem das limitações que as associações possuem quanto às alternativas de pressão sobre o governo. Não entrarei em detalhes específicos, porém, é sabido, não podermos fazer greves, ocupar prédios públicos (como fez um sindicato recentemente), entre outras ações, sob o risco de sermos sancionados com os diversos tipos previstos em um dos códigos penais mais draconianos do mundo. Caso você não o conheça, basta dar uma Googlada na internet e acompanhar os seus artigos.

    Já conversamos a respeito, eu e você, por diversas vezes, da importância de termos representantes de ambas as polícias estaduais nos parlamentos para que a nossa voz não seja silenciada.

    Quando tentaram te atribuir a pecha de bandido, compareci à sede da SSP fardado para demonstrar meu apoio à perseguição de que você fora vítima. Perseguição esta que passou a se tornar rotina, pois vários militares também tiveram o mesmo destino.

    Ações deste tipo comprovam a teoria de que "mudam as forças policiais, mas o desejo de transformar pais de família, que lutam pela classe, em bandidos é o mesmo". Graças a Deus e às orações dos colegas policiais e bombeiros estamos sendo absolvidos, pela justiça, dia após dia.

    Não posso falar pela campanha de meu amigo pessoal, o Sargento Vieira, pois não trabalho na coordenação da mesma. Diversos militares me procuram perguntando em quem votar para prefeito da capital. Não indico nome de A ou de B. Que eles votem em quem quiserem para prefeito, mas para vereador que votem em Vieira.

    Espero que a massa policial civil também te eleja. Será também vitória da democracia contar com mais uma categoria representada e podermos ampliar os debates relativos à segurança pública e a busca da valorização da carreira policial como um todo.

    Encerro pedindo aos companheiros que leem este comentário, mais uma vez, o voto para aquele que tem tudo para ser um dos melhores vereadores da história de Aracaju, SARGENTO VIEIRA 22330.

    ResponderExcluir
  21. Publique-se.
    Lei da autonomia.

    Art1° - O cargo de comandante geral PM será ocupado pelo coronel mais antigo da corporação.
    Inciso 1° O sub-comandante será o coronel de antiguidade imediatamente posterior ao comandante, substituindo aquele nos casos previstos em lei.
    Inciso 2° O comandante e sub, cumprirão um prazo de dois anos nos respectivos cargos.
    Inciso 3° Caberá ao governador a destituição de ambos, nos casos previstos em lei(código penal), ou caso de adoção de conduta daqueles, em desacordo com o bom andamento na gestão da tropa. Em seguida assumirá o próximo Coronel mais antigo.

    Art2°- O ingresso na carreira policial militar única, se dará obrigatoriamente por aprovação em concurso para soldado.
    Paragrafo único: O policial ascenderá na carreira mediante o previsto em regulamento interno, o policial iniciará a carreira como Soldado podendo chegar ao ultimo posto: Coronel.
    Inciso I- Deixa de existir a graduação especial de Sub-tenente, passando a denominação de aspirante.
    Inciso II- Deixa de existir da carreira policial o posto de Segundo Tenente.

    Art3°- O policial ingressante na carreira, permanecerá obrigatoriamente durante cinco anos na atividade fim da PM, após o cumprimento desse prazo o policial poderá ser remanejado, de acordo com a necessidade para atividades administrativas, ou outras afins.
    Paragrafo único: as permanências de policiais nos locais que concorreram, relativas ao disposto em edital para provimentos de vagas para soldado, serão reguladas pelo próprio.

    Art4°- Será pago aos policiais o auxilio uniforme, o valor será pago de forma igualitária para todos, independente de praça ou oficial, o valor será entregue anualmente, com base na media do valor praticado em mercado.
    Paragrafo único: O valor terá que custear todos os componentes do uniforme completo, inclusive o coturno.
    Inciso I- O uniforme será distribuído na mesma cor para todas as unidades da PM, exceto ao COE e BPchoque, já que tem atividades distintas do serviço

    Art5°- O direção da corregedoria será ocupada por um coronel, com conduta ilibada e que não possua IPM, ou Inquerito policial civil em desfavor do mesmo, ou nos casos previsto em lei.

    Art6°- O comandante geral criará conselhos temporários, formados por praças e oficiais, para debaterem a melhor forma de emprego do policiamento em suas determinadas áreas, o conselho será composto por dois Soldados, um cabo um sargento, um oficial subalterno e um oficial intermediário.
    Inciso I- O conselho será reunido no mínimo uma vez por ano, as reuniões serão presididas pelos comandantes do CPMC e CPMI, e serão compostos pelos policiais das respectivas áreas de seus Batalhões.
    Inciso II- Os componentes do conselho serão escolhidos entre os policiais mais destacados na atividade fim da PM.
    Inciso III- Os policiais que participarem dessas reuniões terão direito a escolher um dia de dispensa do serviço, a escolha será entre qualquer dia da semana.

    Cumpra-se. kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  22. CANINDÉ: A FAZENDA 5

    Em visita ao 4º BPM, pude perceber que além de ser um batalhão bagaçada, fato já conhecido pela tropa um fato novo chamou minha atenção. O btl parece um sitio de pobre, com vacas, cavalos, cachorros, cabras e bodes pastando no seu redor, galinhas transitando pelo corredores e obviamente cagando no mesmo, todos estes bichos soltos. Pensei e conclui que a Record poderia aproveitar e talvez melhorar aquele btl fazendo o reality A FAZENDA ali. Perguntei a alguns praças o motivo do batalhão estar povoado de bichos (não estou falando do pms) e a resposta foi unânime, um Sgt bagaçada que mora no batalhão é o proprietário dos animais e parece que quer ser proprietário do btl por usocapião. ESTA POLICIA TEM CADA COISA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkk só falta os personagens

      Excluir
    2. Deixe ser hipocrita colega vc nao visitou o 4º btl vc trabalha aqui certo. Vc e tao bom profissional que estar se perdendo na policia. Va ser Promotor ou Juiz. Quanto ao Sgt ele e um guerreiro sofredor e humilde. Viva e deixe os outros viver certo. Quem nao tiver pecadi que atire a primeira pedra. Retorne urgente pra Aju, ta se perdendo no interior seu intelectual.

      Excluir
    3. Deixe esse babaca pra lá companheiro, o animais que são criados no 4º Btl são muito melhores que este inutil, liga não irmão!!

      Excluir
    4. Boa noite! Não conheço o 4º BPM, mas não pude furtar-me ao ler os comentários acima. Se a postagem não referir-se realmente aos policiais que lá labutam, tem uma certa coerência sim. Precisamos avaliar que o sistema é bruto, inoperante e omisso, mas nobres companheiros, precisamos ter em mente também que "nós" somos o sistema. Se não aprendermos a ser profissionais com orgulho, hombridade e asseio, a sociedade também não nos verá assim. Um BPM, é realmente o local para criar animais, mesmo eles sendo domésticos? Por um acaso o salário da PM está atrasado? Determinados pensamentos precisam paulatinamente serem modificados senhores, pois o salário de miséria ficou a alguns poucos anos para trás.

      Excluir



  23. Publicado em: 09/09/2012 07:24:07
    DÉDA FOI O MELHOR GOVERNADOR PARA A PM

    Um dialogo entre dois policiais militares, mostra a insatisfação que há dentro da corporação com o governador Marcelo Déda. No dialogo que foi travado entre os PMs e que foi enviado por e-mail ao FAXAJU on-line, mostra toda a insatisfação e de forma irônica, o policial diz que “Déda nos ensinou a lutar por nossos direitos, quando nos desprezou”.

    Veja na integra o que diz o e-mail:

    “Estava conversando com um amigo estimado que é soldado da PM, falávamos sobre política quando o mesmo me indagou, sargento qual foi o melhor governador para PM? eu respondi, Valadares,ele então sorriu e me disse o seguinte, sargento o melhor governador para a PM é Marcelo Déda, eu vou explicar porque. Então ele começou a discorrer, devido a forma do governador nos tratar, com indiferença, discriminação,perseguição, abandono dos prédios nos quais trabalhamos, promessas feitas e não cumpridas como foi o caso do documento que ele assinou para o dia 21 de Abril desse ano e não cumpriu, por tudo isso ele se tornou o melhor governador para nós, pois ele nos ensinou a lutar pelos nossos direitos e forjou homens com coragem para estar à frente das lutas tendo como apoiadores a tropa que aderiu em massa toda nossa manifestação, o sr. Marcelo Déda é o melhor governador que a PM já teve, pois ele nos ensinou que quando atacam nossa honra nós temos capacidade de responder à altura aos ataques, como foi o caso dos 400% de reajuste para polícia civil e 5% para PM, ali ele desonrou todos nós, mas reagimos e conseguimos arrancar um reajuste não ideal, mas um pouco mais justo, diante desses argumentos eu tive que concordar, Marcelo Déda é o melhor governador que a polícia já teve, abraços.”
    fonte:faxaju (Munir Darrage)

    ResponderExcluir
  24. Definições interessantes:

    "Motim é uma insurreição de grupos não homogêneos, organizada ou não, contra qualquer autoridade instituída. Caracteriza-se por atos explícitos de desobediência a autoridades ou contra a ordem pública, sendo freqüentemente acompanhado de tumulto, vandalismo contra a propriedade pública e privada (lojas, automóveis, sedes de instituições, etc.) e atos de violência contra pessoas."

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Motim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Continua...

      como por exemplo doar sangue,salvando vidas(desde que não seja a minha nem de nenhum familiar meu); não ir à escala extra mesmo com Termo de Ajustamento de Conduta assinado pela promotora de justiça e pelo representante do comando da instituição afirmando que têm que voluntariar-se para tal; e dirigir veículos de emergência sem estar devidamente habilitado para tal e sem estes estarem em dia com as determinações do Código de Trânsito Brasileiro.

      http://joãonetoejarbasadelino

      Excluir
    2. Doenças Exclusivas daqueles de Alto Poder Econômico e Funcionários Públicos de Alta Patente9 de setembro de 2012 09:36

      Não me refiro aos homens de bem em qualquer classe social e profissional, mas aos paus mandados...Aquela Meia Dúzia.

      Entendi, mas fique bem claro que ninguém cometeu crime algum. Trata-se de denúncias caluniosas, ilegais, sem fundamento qualquer e com violação flagrante da dignidade humana.
      Quem deve responder são aqueles dois senhores e a cobrança já chegou. Quando foi que esses dois senhores imaginaram ter que explicar seus atos no exercício de suas funções? Afinal eles frequentam os mesmos círculos sócias de quem os oficiou, seus filhos frequentam as mesmas escolas e até namoram ou ficam em baladinhas inocentes. Imaginem como a OAB/Se se viu constrangida em tomar essa atitude contra esses dois senhores?!
      O momento é grave. No governo de Marcelo Déda o Ministério Público Estadual, por meio da Promotoria Militar, virou órgão de repressão e violação de direitos e dignidade humanos. Esse papel antes era da polícia em alguns casos pontuais. Cadê aqueles que bradavam aos quatro ventos o famoso ' marginal fardado' ?
      Os tempos mudaram e agora quem chamará aos quatro ventos aqueles senhores de algo similar? Gilmar Carvalho? Xiii...
      Bem, pobre quando tem o costume de pegar o que não é seu sempre foi taxada de ladrão ou mão de visgo, rico quando tem o mesmo hábito foi protegido por uma doença chamada cleptomania.
      Pobre quando coloca má fama ou atribui conduta criminosa inverídica é processado por calúnia, injúria e difamação, mas agora quando é rico ou funcionário de alta patente logo aparece um laudo afirmando que tem transtorno bipolar.Lembrem do caso Rita Lee.
      Os dois senhores ao final dessa lambança vão se proteger atrás de um laudo 'bipolar" desses.
      Que seja !

      Excluir
  25. NÃO VEJO CORONEIS. SENDO SECRETARIO DA SEGURANÇA PUBLICA,PORQUE SERÁ? ALGUEM ME RESPONDA.A MAIOR FORÇA DA SEGURANÇA PUBLICA SE CHAMA POLICIA MILITAR. SE A POLICIA CIVIL FAZER GREVE TUDO FUNCIONA NORMALMENTE. MAS SE A POLICIA MILITAR SE AQUARTELAR NADA FUNCIONA.

    ResponderExcluir
  26. Palavras desmerecida seu bosta sobre o 4º BPM, lá não será a fazenda 5 é sabido de todos que esse batalhão é desprestigiado por todos ai em Aracaju os animais que lá estão não prejudica minguem só falar com o responsável e mandar tira, todos dali o pior de tudo é o descaso do nosso governador que não sentou uma pedra maquile batalhão vá olhar acentuação das vtr o descaso com a unidade e todos aqueles trabalhador uns setores da policia com tudo de primeira e outros com o resto das outra unidade quando não servi mais, visitante vamos olhar o lado bom o policial que tem esse animais lá é um bom policial servidor e quando precisamos ele estar para nos ajudar você fala igual a todos que passa por lá você deviria ser politico olhar os erros dos outro e esquece de resolver, tem uma cachorra que mais fiel do muito policial que eu conheço, é melhor ele criar os animais dele do estar envolvido com bandidos e nos envergonhado lave a boca seu imoral quando falar do 4ºBPM nos não precisamos de protetor queremos é ser lembrado por todos da cúpula do alto comando você trabalhar com uma vtr sem o básico pneus novos radio quebrado não tem estrepe fora o descaso da sede que estar precisando de uma reforma urgente vá trabalhar seu visitante de bosta.

    ResponderExcluir
  27. Gostaria de rebater alguns termos exibidos na confecção deste post:
    1) Falam em pessoas "a serviço do sistema", gostaria de mencionar que nem sempre aquele que é contrário às argumentações do BLOG está a fserviço do sistema. Os responsáveis pelo BLOG têm que respeitar as opiniões contrárias;
    2) Falaram também em "tumultuar o processo", quanto a tumultuar o processo, acredito que deva ser de responsabilidade do Dep Cap Samuel que, de maneira não muito democrática, sem ouvir sua base, com pretensões de se "profissionalizar" na política, passou a apoiar o pior Governador para a história da PMSE, chamado Sr. João Alves Filho, político com várias denúncias de corrupção;
    3) Utilizaram também o termo "jogo político". Digo que a política não é um tabuleiro de XADREZ, a política é feita de coerência, palavra que parece que não consta no dicionário do Dep cap Samuel;
    4) Por último, porém não menos importante, gostaria de mencionar uma das maiores asneiras já ditas neste BLOG, quando disseram que nenhum partido queria recepcionar a candidatura do Sgt Vieira. Por que não procuraram o PV, por que não procuraram o PSTU e outros que com certeza recepcionariam de barços abertos a candidatura do nosso Sgt Vieira?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SOLDADO POLITIZADO9 de setembro de 2012 17:35

      É que vc não entende de política, não basta recepcionar tem que ter legenda e esses partidos que vc mencionou não tem, posde ficar de olho que vc vai ver que nenhum candidato desses partidos vão se eleger.

      Excluir
  28. Vieira,

    Só hoje consegui foi dois votos sinceros.

    Já havia conquistado dez, perdido o meu pois sei que o sistema vai me encaminhar para o fim de Sergipe, justamente para que eu não possa votar. Mas consegui nesta troca, até hoje 11, e estou a procura de uns amigos que tem uma certa gratidão por mim para pedir mais uns votos.

    Fé em Deus você será vereador de Aracaju, e quiça um dos mais votados, senão o mais.

    ResponderExcluir
  29. Manos eu voto em viera eu e minha familia e peço voto para ele mais no fiu do caprunco do joãozinho deus mim livre,essa é a hora de darmos o troco em joãozinho quem não se lembra quando joão era governador que os mais novos ganhava mais que os antigos,nada contra os modernos,mais contra esse beiço do cão,estão lembrados de um dinheiro que estava no contra-cheque até um dia antes do pagamento e na hora que o praçinha foi no banco o dinheiro sumiu a desculpa do beiço de satanas foi que teve de tirar o dinheiro para ajudar os irmãos do sertão pura balela é por essas e outras que joãozinho se depender de mim só ganha para porteiro do inferno sai de reto satanas.Servidores municipais se joãozinho ganhar vocês estão fudidos acreditem,burro é quem faz campanha para ele ganhar.

    ResponderExcluir
  30. Interessante como só a capital só tem representantes nas eleições, o portal esquece do interior, muito bem, a PMSE está apenas focada na capital, nobre cap mano, vamos reforçar o apoio aos militares candidatos no interior, temos bons nomes, fica a dica...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, concordo com vc em partes.
      Para conquistar o corpo, devemos focar na cabeça, pois é dela que sai a ação para os menbros.

      Excluir
  31. COLIGAÇÕES DOS PARTIDOS/COLIGAÇÕES DE OPOSIÇÃO QUE APOIAM JOÃO ALVES:

    DEM/PTB/PTN – Tem 48 candidatos – Elegerá cinco vereadores podendo fazer mais um na sobra da legenda. Terá entre 55 a 60 mil votos e como o candidato majoritário é do DEM a legenda aumenta naturalmente. Os principais candidatos da coligação:

    - Evando Franca (PTB) – Vereador reeleito
    - Juvêncio Oliveira (DEM) – Vereador reeleito
    - Nitinho (DEM) – Vereador reeleito

    - Disputam outras 2 ou 3 vagas: Jidenal Santos, Vinicius Porto, Dr. Manoel Marcos, Renilson Felix (todos do DEM e ex-vereadores).

    Possíveis surpresas: Júnior Torres.

    PSC/PSDB/PRP – Tem 49 candidatos. Elegerá apenas um vereador. Terá cerca de 20 mil votos. Os principais candidatos:

    - Jailton Santana (PSC) – vereador reeleito

    - Possíveis surpresas: Marcos Negão e Adriano Taxista.

    PSL/PR/PTC/PPL – Tem 42 candidatos. Elegerá tranquilamente dois vereadores e com a sobra da legenda deve fazer o terceiro. Entre 22 e 30 mil votos. Os principais candidatos:

    - Sargento Vieira (PR) – vereador eleito
    - Adelson Barreto Filho (PSL) – vereador eleito

    - Disputam a terceira vaga: Daniela Fortes (PR), pastor Roberto Moraes (PR), Anderson Gois (PSL), e Pedrinho Barreto (PR).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disputam a terceira vaga também Antonio Moraes. Eita povinho ressentido. Não omitam o nome do cara não. Ele e Vieira farão u a tabelinha massa. Kkkkkkk

      Excluir
  32. ALGUÉM ESQUECEU DE AVISAR OS POLICIAIS MILITARES:


    8/09/2012 - 11:15
    PMA assinará convênio para realização do Pré-Caju 2013
    A solenidade de assinatura ocorrerá no Centro Administrativo

    (Foto: Arquivo Infonet)
    O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, assina na segunda-feira, dia 10, às 11h, o decreto que autoriza a utilização do espaço público para a realização do Pré-Caju 2013.

    A solenidade de assinatura será no auditório do Centro Administrativo Prefeito Aloísio Campos e contará com a presença de representantes da Associação Sergipana de Blocos e Trios (ASBT).

    A festa, que acontece entre os dias 17 e 20 de janeiro, é conhecida como a maior prévia carnavalesca do Brasil. O evento é responsável por movimentar a economia da cidade, garantindo uma ocupação de quase 100% na rede hoteleira e gerando cerca de 20 mil empregos diretos ou indiretos.

    Fonte: PMA

    A FESTA SÓ OCORRERÁ SE HOUVER A CERTEZA DE QUE OS PMs COMPARECERÃO. ALGUÉM JÁ CONSULTOU AS ASSOCIAÇÕES AMESE E ASSOMISE PARA CONFIRMAR?

    ResponderExcluir
  33. AO BOSTA QUE FALOU QUE VIEIRA DEVERIA SER CANDIDATO PELO PV E PELO PSTU E QUE NÃO CONHECE O QUE É UMA ELEIÇÃO PROPORCIONAL:

    PARTIDOS QUE NÃO ATINGIRÃO O COEFICIENTE ELEITORAL (11 a 12 mil)

    PPS (partido do candidato majoritário Almeida Lima) – Tem 17 candidatos. Com o baixo desempenho do candidato majoritário deve ficar em torno de 6 mil votos.

    PV ( partido do candidato Reynaldo Nunes) – Tem 23 candidatos, mas não tem nenhum que possa servir como "puxador" de votos. Ficará em torno de 5 mil votos.

    PSTU/PCB/PSOL – Tem apenas 7 candidatos. Deve ficar em torno de 8 mil votos.

    ResponderExcluir
  34. CONSELHO DE DISCIPLINA JULGARÁ AMANHÃ SE O PRESIDENTE DA AMESE, SARGENTO EDGARD MENEZES, PERMANECERÁ OU NÃO NAS FILEIRAS DA CORPORAÇÃO.
    Amanhã, às 09 horas, na sede da CPTran, o Conselho de Disciplina instaurado pela Polícia Militar do Estado de Sergipe julgará se o sargento Edgard Menezes, presidente da AMESE, irá ou não permanecer nas fileiras da corporação.

    O sargento Edgard Menezes será acompanhado do seu advogado Dr. Márlio Damasceno, que fez questão de ressaltar um fato curioso, pois toda a documentação que foi juntada pela PMSE para instauração do Conselho de Disciplina, foi a mesma do Conselho de Disciplina do sargento Jorge Vieira

    ResponderExcluir
  35. Que lúcida e pedagógica publicação, parabéns!
    1º Sgt Mano

    ResponderExcluir
  36. gostaria de saber se o policial militar tem direito a dois dias de folga por uma trabalhado nas eleições. Se tem qual a legislação.

    ResponderExcluir


  37. Alguém sabe porque o comandante homologou o parecer do IPM da guarnição do choque que não ativou a vtr no dia 15 (dia do movimento) de janeiro e deu pau nas outras?

    c) Parte expositiva:
    Encarregado: 2º Ten QOPM Gibran Mendes Costa, RG 1.333.342 /SE, CPF: 004.197.945-14;
    Indiciados: Não houve.

    Parte conclusiva:


    Vistos e analisados os autos do Inquérito Policial Militar nº 013/2012, instaurado pela
    Portaria nº 063/2012-CORREG/IPM, de 17 de janeiro de 2012, a fim de apurar a conduta dos
    Integrantes das Guarnições de serviço do 1º e 2º Turno do Batalhão de Policiamento de Choque
    (BPChoque) no dia 15 de janeiro de 2012, que não deram entrada de serviço, conforme relatórios
    = Continuação do Boletim Geral Ostensivo nº 106, de 13 de junho de 2012 =
    números 029 e 030/2012 Supervisor do CIOSP. Colige-se do apurado nos autos que não há indícios
    de crime militar, pelo que resolvo solucionar o presente feito homologando o parecer apresentado
    pelo Oficial Encarregado.


    ResponderExcluir
  38. TÁ NO BLOG DA AMESE

    AMESE, ATRAVÉS DA SUA ASSESSORIA JURÍDICA, ADENTRA COM PETIÇÕES JUNTO AO PROMOTOR DE JUSTIÇA MILITAR E A CURADORIA DO CONTROLE EXTERNO DA ATIVIDADE POLICIAL, SOLICITANDO ABERTURA DE PROCEDIMENTO CONTRA GESTOR PÚBLICO QUE NÃO FISCALIZOU O CONTRATO DE LOCAÇÃO DAS VIATURAS POLICIAIS MILITARES, DEIXANDO AS MESMAS SEM O DEVIDO LICENCIAMENTO E COM OUTRAS IRREGULARIDADES.

    A AMESE, através da sua assessoria jurídica, na pessoa do Dr. Márlio Damasceno, adentrou com petições junto ao Promotor de Justiça Militar e ao Curador do Controle Externo da Atividade Policial, requerendo que fosse instaurado o devido procedimento para que seja apurada a suposta omissão do agente público à época, qual seja, o responsável pela PM-4, face não ter fiscalizado o contrato de locação das viaturas policiais militares, deixando que as mesmas circulassem ferindo a legislação de trânsito, sem que qualquer providência fosse tomada, e em sendo comprovada tal omissão, ser devidamente denunciado e responder nos termos da Lei.

    Diversos os praças foram denunciados por quererem cumprir a lei e não dirigir viaturas com irregularidades, porém, o responsável pela fiscalização dos contratos, ou seja, quem deveria cobrar o cumprimento de todas as exigências legais e evitar que viaturas circulassem com tamanhas irregularidades, não foi sequer investigado por não ter supostamente cumprido o seu mister.

    A Lei nº 8.666/93, em seu art. 67, exige que a execução dos contratos seja acompanhada e fiscalizada por um representante da Administração, que deverá ser especialmente e formalmente designado. Não se pode esquecer que o acompanhamento e fiscalização dos contratos é poder-dever da administração.

    Existem alguns procedimentos que são de competência exclusiva do gestor/fiscal dos contratos, a fim de fiscalizar os serviços prestados à administração pública, tais como:

    a) Verificar se os serviços estão sendo prestados na forma constante do contrato e a correta utilização dos materiais e equipamentos dentro da quantidade suficiente que assegure a qualidade dos serviços, solicitando, quando for o caso, a substituição dos mesmos quando não forem adequados.

    b) Comunicar ao superior hierárquico em situações cujas providências excedam as suas competências, propondo as providências cabíveis.

    Portanto, quem deveria fiscalizar o contrato de locação das viaturas policiais militares e deixou as mesmas circularem com diversas irregularidades, infringindo diversas normas do Código de Trânsito, deve ser devidamente responsabilidade pela sua suposta omissão.

    ResponderExcluir
  39. Como companheira de um militar ,acompanhando sua perigrinação e sofrimento pela luta em favor da dignidade da categoria,irei votar em VIEIRA 22330 e estimulo as minhas colegas a votarem em um homem perseguido pelo sistema opressor ditado por aquele que seria o redentor.Por onde passo coloco o santinho de Vieira 22330 oo pagamento desse trabalho sera ter um representante dos ''PMs'' mostrando a força que os pms tem.

    ResponderExcluir
  40. O soldado do Grupamento Especial Tático de Motos (Getam) da Polícia Militar, Paulo Henrique Albuquerque, está enfrentando problemas de ordem financeira após ter sido hospitalizado, ao ser atingido por um tiro acidental de revólver calibre 38 nos testículos, quando estava realizando a prisão de três elementos.

    Albuquerque está se recuperando do acidente e encontra-se em estado de repouso em sua residência. Entretanto, o militar não está recebendo assistência da Polícia Militar. O soldado está com problemas financeiros por ter que arcar com as despesas de internamento e cirurgia para remoção do projétil, em um hospital particular de Aracaju.

    O soldado Albuquerque está com uma dívida criada em torno de R$ 3.500 com o hospital, que foram pagos com cheques pré-datados. Entretanto, não tem condições de honrar o pagamento, a ponto de pedir doações de amigos para levantar o montante necessário para quitação do débito.

    De acordo com informações apuradas pela reportagem F5 News, não há nenhum tipo de seguro que cubra as despesas médicas de policiais militares atingidos em serviço. Somente há seguro em caso de morte ou invalidez do policial. Casos como o de Albuquerque são considerados acidentes de trabalho. Entretanto, não há nenhuma assistência.

    Consultado sobre o problema do soldado Albuquerque, o presidente da Associação dos Militares do Estado de Sergipe (Amese), sargento Edgard Menezes, informou que a assessoria jurídica da entidade solicitou ao comando da Polícia Militar que efetuasse o pagamento da dívida do militar ferido. Edgard destacou que se houver negativa do comando, a associação entrará na justiça contra a corporação.

    ========================================
    POIS É ALBUQUERQUE, ALGUNS DIAS ATRÁS NA SOLENIDADE DE ENTREGA DE MOTOS AO GETAM O GOVERNADOR FALOU QUE O CMT DO GRUPAMENTO DISSE QUE OS MILITARES DO GETAM IRIAM ABDICAR DE UM FERIADO (NÃO LEMBRO QUAL) PARA TRABALHAR EM PROL DA SOCIEDADE, E AGORA? NÃO ESQUEÇA MEU AMIGO: 1º LUGAR A NOSSA FAMILIA, 2º LUGAR: NOSSA FAMÍLIA E 3º LUGAR NOSSA FAMILIA. TENHO CERTEZA QUE AGORA OS ÚNICOS QUE ESTÃO DO SEU LADO SÃO SEUS FAMILIARES E ALGUNS AMIGOS DE VERDADE. REFLITA!

    ResponderExcluir
  41. Compra de capim pela PM é investigada

    Ministério Público investiga valores do alimento, adquirido para centenas de cavalos da corporação, e denúncias de favorecimento à vencedora de licitação
    POR ADRIANA CRUZ

    Rio - Em meio à enxurrada de denúncias de corrupção na PM, até o capim que a corporação compra para alimentar pelo menos 220 cavalos é alvo de investigação no Ministério Público (MP). Um dos centros da apuração é a compra de 847.656 kg do alimento por R$ 915.468,48 (R$ 1,08 o quilo).

    Vencedora da licitação por pregão, a Comercial Cedro Ltda começou a fornecer o capim em novembro, e o contrato vai até outubro. A empresa é acusada de estar aliada a ex-fornecedora da PM, a MAM Vidal Nogueira Nutrimentos, em fraude de documentos pela perdedora Verdejo Comércio de Forragens Ltda, que alega na Justiça ter sido prejudicada pela PM na licitação.


    Comida de pelo menos 220 cavalos da PM é alvo de suspeitas em meio a várias denúncias de corrupção | Foto: Carlos Moraes / Agência O Dia

    Em outro contrato, desta vez com a Capineira Indústria Comércio de Forragens Ltda, no valor de R$ 1.035.344, de 2008, a PM é investigada pelo Tribunal de Contas do Estado.

    Coronel deve se explicar

    A pedido do conselheiro Aloysio Neves, o então ordenador da despesa, o coronel Antônio Carlos Suarez David, terá de explicar a necessidade da compra de 976.740 kg de capim para a ‘tropa’ de cavalos à época. Em documentos encaminhados ao MP, a Verdejo contesta o atestado de capacidade técnica dado pela MAM Vidal a Cedro. Alega que, na verdade, as empresas fazem parte de um mesmo grupo.

    “Isso não é verdade. A Verdejo, que já foi Capineira, não aceita ter perdido o comércio de capim com a PM”, afirmou Marcela Pessanha, representante da Cedro. Em nota, a Polícia Militar informou que recebeu da Verdejo denúncias sobre licitações de 2010 e 2011, sem constatar ilegalidade. Mas, para garantir a transparência dos contratos, encaminhou os documentos ao MP. Procurados por O DIA, representantes da Verdejo e MAM não se pronunciaram até o fechamento desta edição.

    Aumento de 2.600%

    O preço do capim negociado entre duas empresas, alvo da investigação, chama a atenção. Atual fornecedora da PM, a Comércio Cedro Ltda vendeu o quilo do produto a módica quantia de R$ 0,04 à MAM Vidal Nogueira de julho a outubro de 2011. No mês seguinte, venceu a licitação na PM cobrando R$ 1,08, o equivalente a um ágio de 2.600%.

    “Vendemos por preço bem menor à MAM porque era só o capim. No caso da PM, inclui a logística de entrega, uso de caminhões e mão de obra. Com isso houve o aumento do preço”, explica Marcela Pessanha, representante da Cedro.

    A MAM adquiriu o capim da Cedro para fornecer a própria PM. Isso porque, na época, tinha contrato com a corporação e vendia a R$ 0,76. A PM informou que não tinha conhecimento sobre a diferença de preços. Informou ainda que na licitação em 2011 a Cedro ofereceu o menor preço entre os concorrentes.

    ResponderExcluir
  42. Parabéns aos guerreiros que aqui defenderam o 4° BPM neste comentário, pois é o melhor bpm de se trabalhar, esse que criticou deve ser um fuleiro que deve trabalhar em um gabinete com ar condicionado

    ResponderExcluir
  43. Como a PMSE é justa com o pessoal da ATIVIDADE OSTENSIVA. Como recompensa ao desfile de 7 de setembro não haverá EXPEDIENTE ADMINISTRATIVO no dia 14.09.2012. Pergunto quantos trabalharam/desfilaram do ADMINISTRATIVO e quantos do OSTENSIVO? Observe a proporção! Aqui onde trabalho, nem " Os três Porquinhos", nem o "Lobo Mau" e nem os "Anexos"(pessoal do ADMINISTRATIVO), NÃO foram escalados para o 7 de setembro, mas vão folgar na sexta-feira(14). Quer dizer, o cara: não cumpri o expediente administrativo, rigorosamente (todos nós sabemos); não é intimado a comparecer, geralmente no dia da sua folga, a audiência da justiça; não se expõe a violência/estresse da atividade ostensiva; quase nunca concorre a escala extraordinárias,...etc. QUEM QUISER PODE CONTINUAR. Tá na hora de definir a CARGA HORÁRIA na PMSE. E observem que é uma instituição militarizada, mas sem padrão. Os Policiais Militares do CIOSP trabalham 32 horas semanais, Administrativo "40 horas" semanais, na teoria; na capital, o ostensivo 36 horas semanais + extras; interior, o ostensivo 48 horas semanais+extras,...etc.QUEM QUISER PODE CONTINUAR, também. São essas e outras ações que vem desmotivando o pessoal da PMSE durante suas atividades. A lógica daqui é a seguinte: quanto mais longe das ruas você estiver mais respeitado será.

    ResponderExcluir
  44. A CULPA NÃO E DOS PMS Q TEM NO 4º BPM E SIM DO SISTEMA, Q DEIXAM 1 PM S FAZENDO Q FAZ SEGURANÇA.SORTE Q TEMOS 1 PASTOR VALDOMIRO E EDIR MACEDO DA VIDA PRA EMPURRAR NA GUELA DO POVO ILUSÕES Q SO ENRIQUECE ELES.DEUS EXITE, MAS O DIABO TAMBEM.

    ResponderExcluir
  45. Ao mal educado que não respeita o comentário, chamando-o de bosta, respondo-lhe: Com o efetivo que temos, nenhum candidato apoiado pela PMSE necessita de COEFICIENTE ELEITORAL, vide o Cap Samuel que além de se eleger ainda conseguiu levar mais dois candidatos de sua coligação.

    ResponderExcluir
  46. E eu quero saber qual é partido que o nobre Sgt VIEIRA saiu o que eu e minha familia quer e já sabe é que ele é o unico nome capaz de fazer alguma coisa em prol da tropa,homem respeitado,corajoso,digno,competente e o principal com sangue nas veias para enfrentar este sisitema sujo e imundo que tomou conta do governo do PT de sergipe e a vendida promotoria pública militar, nas pessoas do dorto joão rodrigues e jabá a dedinha que estao sujando a promotoria pública sergipana,VIEIRA meu companheiro se Deus existe e eu sei que ele existe vamos mais uma vez da um tapa e um soco na cara deste governo,vamos mostrar de uma vez por todas quem somos e a força de união que temos e vê se eles se tocam e não tentem mais nos humilhar ou querer nos fazer de otarios.Vamos fazer de VIEIRA o vereador mais votado de aracaju.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PR - Partido Republicano.


      nº 22330

      Excluir
  47. VAMOS PEDIR VOTOS! NÃO PAREM!10 de setembro de 2012 16:31

    Amigos;

    Não esmoreçam, vamos garimpar votos a todo instante, e não deixem para depois, temos que demarcar logo o território, para que outro aventureiro não o faça. Peçamos logo a familiares, amigos, vizinhos, assistidos pelas nossas ações, bebuns, tudo. Esse negócio de já está eleito é barca furada para que esmoreçamos. Graças a Deus nosso irmão de luta está bem cotado, mas eleição decide-se nas urnas. REPITO: "ELEIÇÕES DECIDE-SE NAS URNAS".

    Então a meta e angariar o maior número de eleitores! Peçamos a todos, com a boa educação e aquele jeitinho, mas temos que conseguir o maior número de votos em favor de Vieira.

    Quem está em jogo não é só a eleição de grande defensor da classe, quem está sob AVALIAÇÃO É O PODER DA TROPA!

    VOU DIZER NOVAMENTE: NESTA ELEIÇÃO OS POLÍTICOS AVALIARÃO O PODER DA TROPA, ELES TERÃO A PROVA DOS NOVE SE ESTAMOS MOBILIZADOS OU NÃO, SE CONTINUAMOS COM FORÇA OU NÃO, OU SE A VOTAÇÃO EXPRESSIVA QUE TEVE SAMUEL FOI, DESCULPEM-ME O TERMO CHULO "UMA GARGADA" OU AINDA, SE A NOSSA MOBILIZAÇÃO SE ESVAIU.

    MEUS AMIGOS, É HORA DE DEMOSTRAR FORÇA, o comportamento dos políticos a partir desta eleição será outro em ralação aos policiais militares que lutam, basta que mostremos nossa força.

    Vamos bombar aquelas urnas com o 22330!

    Peçam votos, consigam votos, muitos votos, pois estaremos sendo testados novamente!

    É 22330!

    ResponderExcluir
  48. MOTIM: AMESE QUER APURAR OMISSÃO DA POLÍCIA MILITAR.
    MPM denuncia PMs por se recusarem a dirigir viaturas irregular

    A Associação dos Militares do Estado de Sergipe (Amese) solicitou providência ao Ministério Público Estadual e à Justiça Militar para apurar suposta omissão da Polícia Militar quanto à fiscalização de contratos referentes à locação de viaturas policiais, que foram flagradas com placas irregulares e com licenciamento vencido.

    O pedido foi protocolado nesta segunda-feira, 10, pelo advogado Márlio Damasceno, representante da Amese, na Justiça Militar e na Promotoria de Controle da Atividade Externa Policial do Ministério Público Estadual (MPE).

    Na ótica do advogado Márlio Damasceno, o Comando Geral deveria exercer o papel de agente fiscalizador dos contratos para evitar que as viaturas militares transitassem irregularmente no Estado. O advogado entende que o gestor, que deixou de exerce o papel fiscalizador, pode responder por crime de omissão, por prevaricação e também não descarta a possibilidade de se caracterizar improbidade administrativa.

    O advogado entende que a fiscalização é de responsabilidade do gestor, que deveria “cobrar o cumprimento de todas as exigências legais e evitar que viaturas circulassem com tamanhas irregularidades”.

    Denúncia

    Segundo Márlio Damasceno, várias irregularidades foram detectadas nas viaturas, além do licenciamento vencido: falta de extintores de incêndio, placas irregulares, que não constam no banco de dados do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), pneus carecas e até rachaduras nos para-brisa. Irregularidades, segundo o advogado, que podem causar acidentes, colocando em risco os militares e a própria comunidade.

    Como consequência, os policiais militares decidiram recusar a dirigir as viaturas que estivessem irregulares e foram indiciados em Inquéritos Policiais Militares (IPM) por crime de motim.

    Sem curso de condutor

    Pelos cálculos da Amese, pelo menos 12 policiais militares já foram denunciados em processos que tramitam na 6ª Vara Criminal, destinada a julgar crimes cometidos por policiais no desenvolvimento de suas atividades profissionais. Em um dos processos, foi realizada audiência no último dia 4, quando três réus foram interrogados pela juíza Juliana Nogueira Galvão Martins.

    Na audiência, foram interrogados e qualificados os policiais militares Genilson Gomes da Silva, Helcias Pacheco e Matos e Janselmo Luiz Santos. A próxima audiência, deste processo específico, está marcada para o dia 17 de janeiro do próximo ano para oitiva de testemunhas arroladas pela acusação.

    Para o advogado Márlio Damasceno, o Ministério Público Militar está adotando uma postura equivocada ao denunciar os policiais que se recusaram a conduzir viaturas que estiverem em situação irregular. “O Ministério Público está querendo defender uma ilegalidade”, comentou o advogado.

    No entanto, o MPM entende que os militares cometeram crime de motim por agirem contra a ordem recebida de superior ou negando-se a cumpri-la, conforme exposto no artigo 149 do Código Penal Militar (CPM), que prevê penas de reclusão que varia entre quatro a oito anos.

    O advogado observa ainda que 90% dos condutores das viaturas militares em Sergipe estão exercendo a atividade irregularmente. Segundo o advogado, os militares que conduzem as viaturas não possuem curso de direção para veículos de emergência, obrigatório, segundo o advogado, pela legislação brasileira.

    O Portal Infonet tentou ouvir o Comando Geral da Polícia Militar, mas não obteve êxito. O Portal tentou contato com o coronel Marcony, da PM 5, setor responsável pela Comunicação Social, mas ele não foi localizado. O telefone funcional permaneceu desligado até o momento em que esta matéria foi postada. O Portal Infonet permanece à disposição da PM para prestar os esclarecimentos que considerar necessário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Outras definições interessantes que se aplicam ao CPM:

      Código Penal
      Art. 330 – Desobedecer a ordem legal de funcionário público:
      Pena - detenção, de quinze dias a seis meses, e multa.


      O tipo penal objetiva manter a obediência das ordens emanadas do funcionário público no cumprimento de suas funções.


      O sujeito ativo do crime de desobediência poderá ser qualquer pessoa inclusive o próprio funcionário público que venha a agir como particular, ou seja, que não esteja no exercício de sua função e venha a desobedecer ordem de funcionário público. Vale-nos consignar que, de acordo com entendimentos jurisprudenciais, não incorrerá no referido crime o agente, funcionário público, que vier a desobedecer ordem de outro funcionário público, quando ambos se encontrarem no regular exercício de suas funções. O sujeito passivo é o Estado.


      O ato de desobedecer, tem o sentido de não cumprir, faltar à obediência, não atender a ordem legal de funcionário público, ordem esta para que o agente realize ou deixe de praticar determinada ação.


      Necessário se faz esclarecer que torna-se indispensável para a caracterização do delito que o agente receba, do funcionário público, um mandamento, uma ordem não bastando portanto que seja um pedido ou uma solicitação, sendo esta dirigida direta e expressamente ao agente. Outrossim, indispensável que a ordem esteja investida de legalidade pois caso não esteja, não há que se falar em desobediência.

      Assim, não comete desobediência quem descumpre ordem ilegal de autoridade policial (TACrSP, RT 590/337).

      Excluir
    2. Cont.:

      O agente passivo é o Estado, vcs viram! Isso é o entendimento doutrinário. Trata-se da hermenêutica jurídica. Quando ambos os funcionário estiverem de serviço, estamos no campo disciplinar (claro que se um matar o outro, trata-se de crime). O não cumprimento é trasgressão disciplinar e não essas balelas que andam falando nos corredores. Dedinha tá achando que conseguiu o que tanto queria, mas ele tá é fervendo a cabeça, pq a tropa tá bem instruída e ninguem quer se queimar com arbitrariedades.
      Todos os procedimentos estão viciados, prescritos etc. Só estamos aguardando o pronunciamento das autoridades.
      E Pré Bahia 2013 vem ai!!
      E Fabiano Oliveira vai aumentar a gorjeta e querer pagar antecipado, mas a tropa tá unida e não arreda o pé!

      Eita que eles tão aperriados,
      Eita que eles tão aperriados,
      Eita que eles tão aperriados,

      É o movimento militar que reina por todo lado!

      Soldadinho mano

      Excluir
    3. SOLDADINHO MANO, seus comentários são excelentes. A pergunta que eu tenho é se vc votará também 22330.

      Excluir
    4. É 22330 na cabeça!

      Soldadinho mano sempre junto com a tropa e a sociedade!

      Eita que eles tão aperriados,
      Eita que eles tão aperriados,
      Eita que eles tão aperriados,

      É o movimento militar que reina por todo lado!

      Soldadinho mano, com muito mais orgulho!

      Excluir
  49. ISSO AMESE, É POR ISSO QUE SOU SÓCIO E COM ORGULHO. DR. MARLIO, USE SEUS CONHECIMENTOS JURÍDICOS PARA USAR O SISTEMA CONTRA O SISTEMA, QUE DIGA-SE DE PASSAGEM, É TOTALMENTE INEFICIENTE EM QUALQUER DAS INSTITUIÇÕES PRIORITÁRIAS À UMA SOCIEDADE(EDUCAÇÃO, SAÚDE, SEGURANÇA)!
    E AGORA JOSÉ?
    DESCASQUEM ESSE ABACAXI!?

    ResponderExcluir
  50. É POR ISSO QUE EU NÃO DIRIJO PORRA DE VIATURA NENHUMA
    MAIS!! E NÃO ADIANTA BABACA OFICIAL NENHUM VIR COM AMEAÇA.

    ResponderExcluir
  51. A quem interessar possa o caso do soldado Albuquerque estava sendo acompanhado por mim e consequentemente pela assessoria jurídica da AMESE, porém recebi um telefonema do sd Albuquerque solicitando a minha saída do caso pois já havia entendimento entre o mesmo e a SSP, caso esse entendimento não tenha acontecido peço que alguém entre em contato com Albuquerque e peça para falar comigo, acredito que o mesmo pode está sem jeito para me pedir ajuda eu não ligo porque não tenho seu telefone, continuo à disposição do mesmo e de qualquer militar que eu possa ajudar, vou postar em seguida documento que estava pronto para ser entregue ao cmt Geral e em seguida se fosse preciso entraria na justiça contar o Estado de Sergipe, reafirmo minha disposição em ajuda-lo. Segue anexo a mensagem do sd Albuquerque informando sobre o contato com o secretário de segurança pública, e só para quem dúvida, eu não faço política vendendo a tropa, abraço.
    Date: Fri, 24 Aug 2012 22:25:31 -0300
    Subject: Re: requerimento Despesa Médica
    From: phaalbuquerque_se@ig.com.br
    To: pliniokarlo@hotmail.com

    Boa noite Sr. Plínio,

    Informo-lhe que a carta que fizemos eu não consegui entregar ao Cmte. Geral. Aconteceu um imprevisto. Nesta manhã quando eu estava me preparando para ir ao QCG entregar a carta, recebi um telefonema em que pensei estar falando com uma pessoa e na verdade era outra, Gilmar Carvalho (Repórter), e estava no "ar" e não sabia... Então ele perguntou sobre o ocorrido e eu lhe falei todos os detalhes, desde a ocorrência até a minha alta hospitalar... Então, a partir daí tudo mudou de rumo: O Secretário de Segurança Pública me chamou para uma reunião no Gabinete dele e ele se prontificou a me ajudar em tudo que for preciso, inclusive as despesas advindas da ocorrência do serviço. Tratamos amigavelmente de todos os assuntos, e não houve nenhuma objeção contrária a minha situação.
    Todavia, até que os cheques empenhados sejam cobertos (26/09/2012), ficarei apreensivo, mas como tive a palavra do Sr. Secretário de Segurança Pública, irei aguardar confiante até a data prevista. Qualquer coisa contrária que venha ocorrer, manterei contato com o Sr.
    Agradeço a preocupação e cooperação do Sr. e dos Sgts Edgar e Vieira.
    Um abço!

    ResponderExcluir
  52. Imaginem Vieirinha e Moraes vereadores? Aracaju vai estremecer!! kkkk

    ResponderExcluir
  53. Olha sgt Edgard, que Deus te abençoe pela luta e serei grato por esse apoio prestado ao companheiro Albuquerque votando no amigo sgt Vieira. Sinto orgulho em ter oz senhores como lideres e que oz atuais coronéis da PM se espelhem e lutem pela isonomia sAlarial na Ssp

    ResponderExcluir


  54. Publicado em: 11/09/2012 09:30:35 PM SE RECUSA A COMER E É PRESO EM LAGARTO

    Um caso de abuso de autoridade foi registrado no município de Lagarto, na semana que passou, envolvendo um capitão e um cabo da policia militar.

    Por ter se recusado a fazer refeição com a comida que era oferecida no destacamento, o cabo PM Selmo, acabou sendo preso e encaminhado ao presídio militar onde ficou recolhido por cerca de trinta horas.

    As informações passadas ao FAXAJU on-line, são de que o cabo por ter problemas de hipertensão e diabete, teria se recusado a comer a refeição que lhe foi oferecida, já que seu médico teria prescrito uma dieta alimentar, e por esse motivo, acabou sendo preso, já que um capitão classificou a recusa do cabo como desobediência a uma ordem, já que o PM Selmo



    *PLENÁRIO/BRAYNER

    havia pedido permissão para fazer a refeição em outro local.



    Agricultura



    Ao recusar se alimentar com o que lhe foi oferecido, o capitão Donald teria dado voz de prisão,



    Artigos

    e em seguida, após prendê-lo, o encaminhou ao Presmil, onde ficou recolhido até que seu advogado conseguisse a sua soltura, através de habeas-corpus. Alem Disso, o advogado do



    Carnaval

    cabo Selmo conseguiu provar que a ação do capitão foi “abuso de autoridade”.



    Cidade



    O presidente da Amese, sargento Edgard Menezes disse lamentar que fato como esse ocorra



    Economia

    dentro da corporação, defendendo que haja sempre o respeito à hierarquia, “porem sem que para obedecer uma ordem, eu tenha que transgredir uma lei ou prejudicar a minha saúde,



    Educação

    como seria o caso do cabo Selmo”, explicou Edgard afirmando que o departamento jurídico da



    Eleições 2012

    Amese estará à disposição do cabo para defendê-lo.



    Emprego

    Entrevista

    Esportes

    Eventos

    Geral

    Governo



    Publicado em: 11/09/2012 Adolescente é flagrado com arma e carro roubado



    Interior

    Internacional



    Publicado em: 10/09/2012 AMESEQUER PROCEDIMENTO CONTRA GESTOR



    Justiça



    Publicado em: 10/09/2012



    Nacionais

    PRF REGISTRA 16 ACIDENTES COM 7 FERIDOS



    Natal



    Publicado em: 10/09/2012 Getam apreende 14 kg de maconha em Socorro



    Novelas

    Polícia



    Publicado em: 10/09/2012 PM INICIA A OPERAÇÃO SEMANA DA PÁTRIA



    Política



    Publicado em: 10/09/2012



    Pré-Caju

    Foragido da justiça é preso vendendo moto roubada



    Regionais



    Publicado em: 10/09/2012 OPERAÇÃO CPRv: 18 ACIDENTES COM 3 MORTES



    Saúde



    Publicado em: 10/09/2012



    Seca

    CONSELHO DECIDE SOBRE PERMANÊNCIA DE PM



    Sociedade



    Publicado em: 10/09/2012



    Tecnologia

    Choque recuperada motonetaroubada no Bairro Industrial



    TV



    Publicado em: 10/09/2012 CHOQUE APREENDEREVÓLVER E26 MUNIÇÕES



    Veiculos

    Vídeos e áudios

    Plenário - Brayner

    Editor: DiógenesBrayner - Redator Chefe: Munir Darrage - Webmaster: Márcio Brayner - Diretor Comercial: Renata Brayner plenario.com@faxaju.com.br - FAXAJU © 2012 - Rua Urquiza Leal, 15- Sala 08 - Tel: (79) 3022-1701 E-mail: faxaju@faxaju.com.br -Aracaju - Sergipe- Brasil

    ResponderExcluir
  55. PM SE RECUSA A COMER E É PRESO EM LAGARTO


    Um caso de abuso de autoridade foi registrado no município de Lagarto, na semana que passou, envolvendo um capitão e um cabo da policia militar.

    Por ter se recusado a fazer refeição com a comida que era oferecida no destacamento, o cabo PM Selmo, acabou sendo preso e encaminhado ao presídio militar onde ficou recolhido por cerca de trinta horas.

    As informações passadas ao FAXAJU on-line, são de que o cabo por ter problemas de hipertensão e diabete, teria se recusado a comer a refeição que lhe foi oferecida, já que seu médico teria prescrito uma dieta alimentar, e por esse motivo, acabou sendo preso, já que um capitão classificou a recusa do cabo como desobediência a uma ordem, já que o PM Selmo havia pedido permissão para fazer a refeição em outro local.

    Ao recusar se alimentar com o que lhe foi oferecido, o capitão Donald teria dado voz de prisão, e em seguida, após prendê-lo, o encaminhou ao Presmil, onde ficou recolhido até que seu advogado conseguisse a sua soltura, através de habeas-corpus. Alem Disso, o advogado do cabo Selmo conseguiu provar que a ação do capitão foi “abuso de autoridade”.

    O presidente da Amese, sargento Edgard Menezes disse lamentar que fato como esse ocorra dentro da corporação, defendendo que haja sempre o respeito à hierarquia, “porem sem que para obedecer uma ordem, eu tenha que transgredir uma lei ou prejudicar a minha saúde, como seria o caso do cabo Selmo”, explicou Edgard afirmando que o departamento jurídico da Amese estará à disposição do cabo para defendê-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se todo mundo que se recusasse a comer lavagem de quartel fosse preso não iria mais ter vagas no sistema prisional. Esse cb é o mártir do tiket refeição.

      Excluir
    2. diga a ele pra vir comer no ciosp, q aqui tem até larvinha viva e sem cloreto de sódio.

      ruma di fiducabrunco q não consegue se indignar!!! reclamaram um pouquinho (no ciosp) e já tão comendo a lavagem de novo!!

      fiquem esperando que alguém venha de algum lugar do universo p vir resolver a situação dessas quentinhas vergonhosas!!!

      ruma de praça paia, parece que não aprendem!!! fiquem dando de ombros e fazendo que não seja com vcs o problema!!!

      e tome comida péssima todo dia

      sgt bm

      Excluir
    3. Cabo imagine a seguinte "estorinha":

      O senhor está em uma caravela antiga no meio do oceano em uma noite de tempestade, quando o famoso pirata Pato Donald intenta contra sua embarcação. Vc e sua tripulação resistem e o pirata é dominado e feito refem.
      No raiar do dia com a embarcação danificada, tripulação cansada e com fome, vc decide mandar Pato Donal subir no caralho (aquela cestinha que fica no alto do mastro). Ele mais que depressa sobe e avista a ilha chamada dinheiro e grita para vc: DINHEIRO À VISTA! DINHEIRO À VISTA!
      Ele desce e diz: Capitão Cabo por favor existe uma maldição naquela ilha que eu não posso me aproximar e principalmente pq teremos que atrevessar o estreito do mar da Justiça...Lá existe monstros de capa preta com espadas chamadas canetas que lançam fogo ardente. Eu irei morrer.

      Daqui em diante, essa estorinha, só terá um final de acordo com a decisão do Capitão Cabo.

      Continua..


      Eita que eles tão aperriados,
      Eita que eles tão aperriados,
      Eita que eles tão aperriados,

      É o movimento militar que reina por todo lado!

      Soldadinho mano

      Excluir
  56. Ninguém pode impedir seu voto. Sgt. Vieira e Sgt. Edgard Provoquem a justiça eleitoral11 de setembro de 2012 05:50

    PARTE QUINTA

    DISPOSIÇÕES VÁRIAS

    TÍTULO I

    DAS GARANTIAS ELEITORAIS

    Art. 234. Ninguém poderá impedir ou embaraçar o exercício do sufrágio.

    V. art. 297 deste código.
    Art. 235. O Juiz Eleitoral, ou o Presidente da Mesa Receptora, pode expedir salvo-conduto com a cominação de prisão por desobediência até 5 (cinco) dias, em favor do eleitor que sofrer violência, moral ou física, na sua liberdade de votar, ou pelo fato de haver votado.

    Parágrafo único. A medida será válida para o período compreendido entre 72 (setenta e duas) horas antes até 48 (quarenta e oito) horas depois do pleito.

    Art. 236. Nenhuma autoridade poderá, desde 5 (cinco) dias antes e até 48 (quarenta e oito) horas depois do encerramento da eleição, prender ou deter qualquer eleitor, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto.

    § 1° Os membros das Mesas Receptoras e os Fiscais de partido, durante o exercício de suas funções, não poderão ser, detidos ou presos, salvo o caso de flagrante delito; da mesma garantia gozarão os candidatos desde 15 (quinze) dias antes da eleição.

    § 2° Ocorrendo qualquer prisão o preso será imediatamente conduzido à presença do Juiz competente que, se verificar a ilegalidade da detenção, a relaxará e promoverá a responsabilidade do coator.

    Art. 237. A interferência do poder econômico e o desvio ou abuso do poder de autoridade, em desfavor da liberdade do voto, serão coibidos e punidos.

    LC n° 64/1990, art. 22 e seguintes: representação por uso indevido, desvio ou abuso do poder econômico ou do poder de autoridade; e Lei n° 9.504/1997, arts. 73, 75 e 77: condutas vedadas aos agentes públicos em campanha eleitoral; art. 74: abuso de autoridade. CF/88, art. 14, § 10, e art. 262, IV, deste código: ação de impugnação de mandato eletivo e recurso contra expedição de diploma, respectivamente.
    § 1° O eleitor é parte legítima para denunciar os culpados e promover-lhes a responsabilidade, e a nenhum servidor público, inclusive de autarquia, de entidade paraestatal e de sociedade de economia mista, será lícito negar ou retardar ato de ofício tendente a esse fim.

    V. nota ao § 2° deste artigo.
    § 2° Qualquer eleitor ou partido político poderá se dirigir ao Corregedor-Geral ou Regional, relatando fatos e indicando provas, e pedir abertura de investigação para apurar uso indevido do poder econômico, desvio ou abuso do poder de autoridade, em benefício de candidato ou de partido político.

    LC n° 64/1990, art. 22, caput: legitimidade do partido político, da coligação, do candidato e do Ministério Público para pedir apuração do uso indevido, desvio ou abuso do poder econômico ou do poder de autoridade, ou utilização indevida de veículos ou meios de comunicação social, em benefício de candidato ou de partido político.
    § 3° O Corregedor, verificada a seriedade da denúncia procederá ou mandará proceder a investigações, regendo-se estas, no que lhes for aplicável, pela Lei n° 1.579 de 18/03/1952.

    LC n° 64/1990, arts. 21 e 22: procedimento para apuração do uso indevido, desvio ou abuso do poder econômico ou do poder de autoridade, em benefício de candidato ou partido político.
    A Lei n° 1.579/1952, que "Dispõe sobre as comissões parlamentares de inquérito", trata do cumprimento de diligências, convocações, tomada de depoimentos, inquirição de testemunhas, requisições e apresentação de conclusões.
    Art. 238. É proibida, durante o ato eleitoral, a presença de força pública no edifício em que funcionar Mesa Receptora, ou nas imediações, observado o disposto no art. 141.

    Art. 239. Aos partidos políticos é assegurada a prioridade postal durante os 60 (sessenta) dias anteriores à realização das eleições, para remessa de material de propaganda de seus candidatos registrados.

    V. art. 338 deste código.

    ResponderExcluir
  57. Peguem suas escalas. Amese provoque a justiça eleitoral.11 de setembro de 2012 05:58

    Art. 235. O Juiz Eleitoral, ou o Presidente da Mesa Receptora, pode expedir salvo-conduto com a cominação de prisão por desobediência até 5 (cinco) dias, em favor do eleitor que sofrer violência, moral ou física, na sua liberdade de votar, ou pelo fato de haver votado.

    Art. 237. A interferência do poder econômico e o desvio ou abuso do poder de autoridade, em desfavor da liberdade do voto, serão coibidos e punidos.

    ResponderExcluir
  58. LIGADO NO MOVIMENTO11 de setembro de 2012 06:56

    Os resultados do Conselhos de Disciplina a que foram submetidos dois policiais militares de Sergipe, deve chamar a atenção do Ministério Público, por conta das acusações serem as mesmas, porem com resultados diferentes.

    O presidente da AMESE, sargento Edgard Menezes, não teve a mesma sorte que o ex-presidente da entidade, Jorge Vieira da Cruz, que foi acusado pelo mesmo crime atribuído a Edgard, tendo inclusive as mesmas testemunhas. Enquanto Jorge Vieira da Cruz foi reformado e mandado para a reserva, recebendo salário proporcional ao tempo de serviço, ou seja, metade do vencimento que recebia, o sargento Edgard Menezes, foi absolvido por 3 votos a zero.

    O presidente da Amese, sargento Edgard Menezes, após enfrentar o Conselho de Disciplina da Policia Militar, foi absolvido por três votos a zero, na manha desta terça-feira (11). O julgamento foi realizado na sede da CPTran e teve inicio por volta das 9 horas e cerca de uma hora após, os representantes do Conselho, tenente-coronel Paulo, major Rolemberg e capitão Machado, julgaram que Edgard Menezes era inocente das acusações que recebeu.

    O que chama a atenção foi o resultado dos dois Conselhos de Disciplina, instaurado contra os policiais, já que a acusação que pesava sobre ambos, eram quase que idênticas, inclusive com as mesmas testemunhas. A única diferença, a não ser o resultado, foi os membros do Conselho, já que no de Jorge Vieira, os responsáveis
    SARGENTO EDGARD É ABSOLVIDO POR 3 A ZERO



    pelo Conselho foram o coronel Enilson, capitão Deni e capitão Giovani, enquanto quem julgou Edgard, foram TC Paulo, major Rolemberg e capitão Machado.

    Com esse resultado, o sargento Edgard Menezes se livra de mais uma acusação, porem se prepara para outros procedimentos que já está enfrentando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns aos oficiais, que embora sejam pressionados implicitamente por todos sabem quem, souberam se comportar com dignidade e não foram bonzinhos, mas justos.
      Sgt Edgard, essa é mais uma de muitas vitórias contra essa onda de maldade herdada dos dois últimos comandos, A Rainha e o Galego.

      Excluir
  59. mano a coroa do meio nao tem policiamento pelo amor de deus fale pra esse coroné jack que nao é justo 5 viatura pra gringo ver só na avenida santos dumont enquanto isso a coroa do meio sem nada que por determinaçao dele só podem sair depois que a merda aconteçe que policiamento ostensivo é esse? fora jack, fora jack.

    ResponderExcluir
  60. Desde meus tempos de guri ouço que para o direito "O ônus da prova cabe a quem acusa". É por isso que em muitos processos réus são absolvidos, pois o estado não consegue provar sua tese de acusação.
    Quem acusa deve provar, fato e direito !
    Além que quebrarem a dignidade humana de tantos policiais militares com falsas denúncias aqueles dois magos da milésima sexta vara criminal da Groelândia precisam ser reciclados.
    A maldade cega ! Vejo campanha para não se vender o voto que deveria ser estendida para não vender sua dignidade por um benefício pessoal.

    Bem, cadê nas claras evidências de Amon Goeth a relação com a devida assinatura dos voluntários ao pré-cabeção?
    Cadê a relação? Cadê Amon?! Nem vou perguntar ao 'maníaco do parque' porque esse é um desequilibrado social evidente.
    Não sou eu que devo provar que não fui voluntário, mas você tem a obrigação legal de provar que fomos voluntários e faltamos.
    Agora, vc acusa e inventa que deveríamos protocolar requerimento dizendo não ser voluntários, mas onde você leu isso mesmo? Onde está escrito e publicado esse procedimento e o prazo na PMSE ? Naquele TAC ?
    Além de crime contra dignidade humana também inventa denúncia, Amon Goeth?
    Gilmar Carvalho hoje encheu os pulmões e chamou alguns médicos de MARGINAIS. Gilmar Carvalho vez por outra chama ou chamava PM X ou Y de MARGINAL FARDADO. Quero ver quando isso vai chegar aos dois chefes do SS daquele milésima sexta vara criminal .
    A vergonha e desmoralização nacional quem sabe internacional te espera Goeth com seu pupilo com cara de tarado.

    ResponderExcluir
  61. Publicado em: 11/09/2012 10:22:30
    SARGENTO EDGARD É ABSOLVIDO POR 3 A ZERO

    Os resultados do Conselhos de Disciplina a que foram submetidos dois policiais militares de Sergipe, deve chamar a atenção do Ministério Público, por conta das acusações serem as mesmas, porem com resultados diferentes.


    Foto: Ascom AMESE

    O presidente da AMESE, sargento Edgard Menezes, não teve a mesma sorte que o ex-presidente da entidade, Jorge Vieira da Cruz, que foi acusado pelo mesmo crime atribuído a Edgard, tendo inclusive as mesmas testemunhas. Enquanto Jorge Vieira da Cruz foi reformado e mandado para a reserva, recebendo salário proporcional ao tempo de serviço, ou seja, metade do vencimento que recebia, o sargento Edgard Menezes, foi absolvido por 3 votos a zero.
    O presidente da Amese, sargento Edgard Menezes, após enfrentar o Conselho de Disciplina da Policia Militar, foi absolvido por três votos a zero, na manha desta terça-feira (11). O julgamento foi realizado na sede da CPTran e teve inicio por volta das 9 horas e cerca de uma hora após, os representantes do Conselho, tenente-coronel Paulo, major Rolemberg e capitão Machado, julgaram que Edgard Menezes era inocente das acusações que recebeu.

    O que chama a atenção foi o resultado dos dois Conselhos de Disciplina, instaurado contra os policiais, já que a acusação que pesava sobre ambos, eram quase que idênticas, inclusive com as mesmas testemunhas. A única diferença, a não ser o resultado, foi os membros do Conselho, já que no de Jorge Vieira, os responsáveis pelo Conselho foram o coronel Enilson, capitão Deni e capitão Giovani, enquanto quem julgou Edgard, foram TC Paulo, major Rolemberg e capitão Machado.

    Com esse resultado, o sargento Edgard Menezes se livra de mais uma acusação, porem se prepara para outros procedimentos que já está enfrentando.

    ResponderExcluir
  62. Sargento Edgard Menezes é absolvido por unanimidade
    Julgamento aconteceu na Companhia de Policiamento de Trânsito

    Julgamento aconteceu na sede da CPTRan (Fotos: Portal Infonet)
    O sargento Edgard Menezes, foi absolvido por 3 x 0 pelo Conselho de Disciplina da Polícia Militar de Sergipe. Ele foi ouvido na manhã desta terça-feira, 11, na sede da Companhia de Policiamento de Trânsito pelo tenente coronel Paulo da Silva, capitão Fábio Luis Machado e major Carlos Rollemberg. Mas, o resultado final cabe ao comandante geral da PM/SE, coronel Maurício Iunes.

    “Eu estou feliz. Meu advogado Márlio Damasceno já tinha feito a defesa preliminar e o resultado foi a minha absolvição por unanimidade. Agora, vamos aguardar a decisão final do comandante geral da Polícia Militar, pois ele é quem dará a última palavra, podendo homologar a decisão ou discordar”, destaca Edgard Menezes.

    O militar foi julgado sob a acusação de ter praticado seis crimes. “Entre as acusações que respondo, estão as reivindicações feitas e entrevistas concedidas em nome da categoria, além da participação em assembleias gerais”, explica.


    Edgard foi ouvido por Carlos Rollemberg, Paulo da Silva e Fábio Machado
    No julgamento, ele corria o risco de ir para a reforma proporcional assim como aconteceu com o sargento Jorge Vieira e até mesmo ser excluído dos quadros da Polícia Militar de Sergipe.

    Por Aldaci de Souza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CHUPA, INIMIGOS DO MOVIMENTO! CHUPA!! CHUPA, GOVERNO DA TRANCA!!! CHUPA!!! CHUPA GOSTOSO, VAI!!

      Excluir
  63. NÃO PODEMOS SER IPÓCRITAS POIS OS NOSSOS REPRESENTANTES DA ASSOCIAÇÕES UNIDAS ESTÃO TODOS NA MESMA ALIANÇA PARA JÕAO ALVES FILHO PREFEITO DE ARACAJU, E AGORA EM QUEM OS NOSSOS POLICIAIS VÃO ACREDITAR? OU SERÁ QUE JOÃO ALVES VIROU UM ANJO SALVADOR!!!!!!!! MIM DESCULPE! MAIS ADECEPÇÃO DA CLASSE (A FAMILIA MILITAR) É TÃO GRANDE QUE É ESCULTADO EM QUATRO CANTOS DO ESTADO QUE O SGT VIEIRA E O CAPITÃO SAMUEL IRÁ TER UMA GRANDE SURPRESA. QUE DEUS NOS AJUDE!

    ResponderExcluir
  64. Sgt. Viera Neles !!!!!

    ResponderExcluir
  65. Muito oportuno o comentário do anonimo do dia 10/09, 14:48.Quem conduziu o desfile cívico nas costas foi o pessoal do ostensivo e quem ganha a recompensa é o pessoal do administrativo,que em sua maioria já curtiram o referido feriado nacional?Senhor CMT GERAL o senhor não está se equivocando na recompensa não?

    ResponderExcluir
  66. EXTRAÍDO DO BLOG DA AMESE11 de setembro de 2012 17:28

    Anônimo11 de setembro de 2012 16:55
    ja estar na hora desse viado tomar uma lição para aprender a respeitar os PMS sergipanos,da outra vez prendeu uma PFEM com inveja por não poder ser uma,agora é o cabo,entre com uma ação na justiça e bote esse fuleiro no lugar dele.

    Responder

    Anônimo11 de setembro de 2012 17:01
    Quando este capitão GAY era praça era o maior nozeiro,abandonava serviço,tomava cachaça fardado e de serviço e até fazia sexo oral nos praças dentro da gabine,agora fica dando uma de paladino da moralidade,processo nesse viado recalcado,ele só vai parar quando tomar um atraso e aprender de uma vez a respeitar os praças sergipanos.

    ResponderExcluir
  67. Rapaz não tem niguém que tire uma foto desse filha da puta pagando um boquete e lançar nas redes,eita viadozinho.

    ResponderExcluir
  68. Alguém percebeu que o CPMC abarcou toda a segurança das eleições, inclusive sobre a autoridade do CPMI, que é mais antigo?

    que vergonha CPMI. peça pra sair, peça pra sair.

    cmt geral desmoralizou o CPMI.

    ResponderExcluir
  69. Redes sociais e o dep. Pasta seca12 de setembro de 2012 04:06

    ESSE BLOG ESTÁ CADA VEZ MAIS RIDÍCULO!

    Como eleitor, tenho o direito de cobrar do Dep. Pasta seca suas ações. Mas como se percebem nas redes sociais, o mesmo não tem dado à mina ao seu eleitorado, para responder as questões formuladas.

    Quanto à questão de Antônio Moraes, os policiais civis não o questionam pois o mesmo conseguiu 400% de aumento para sua categoria.

    Absurdo é o blog imaginar que somos irracionais.

    ResponderExcluir
  70. Deixe de ser ridículo, o Cap Samuel foi no dia de ontem a tribuna(registrado no site da Amese)para defender a nossa categoria e você fica falando besteira.

    ResponderExcluir
  71. Sgt Vieira o meu Vereador. 22330


    Estou contente com o nosso Dep. Cap. Samuel, pena que na Assembleia todos os Deputados o respeitam e alguns da nossa Tropa, em virtude de CC ou inveja, ficam malhando.

    ResponderExcluir
  72. CASO DO CABO PRESO.
    juiz e o promotor tomou uma atitude inusitada, não acatando o flagrante por desobediência e inverteu o procedimento que foi levado para o judiciário denunciando o oficial por abuso de autoridade.
    Estou com peninha dessa alma C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. QUEM PROCURA ACHA, NÃO É VERDADE? JÁ QUE O TAL OFICIAL EM QUESTÃO NÃO NOS RESPEITA NEM COMO SUBORDINADOS NEM COMO PAIS DE FAMÍLIA QUE SOMOS, AGORA RECEBERÁ PAU NO LOMBO!
      SE BEM, QUE É O QUE ELE MAIS GOSTA NÉ?
      KKKKKKKKKK.

      Excluir
  73. Chupa essa Donald, não, chupar não que é seu forte.
    Toma essa Donald!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

    ResponderExcluir